Público de cinema cresce 10% no primeiro semestre

Nos primeiros seis meses do ano, o público em salas de cinema cresceu 10% em relação ao mesmo período do ano passado – de 73,2 milhões de espectadores para 80,6 milhões. Desde 2009, o público total do primeiro semestre nas salas brasileiras vem aumentando gradativamente. As informações são do informe de mercado do segmento de salas de exibição, relativo ao primeiro semestre de 2014. O documento foi publicado nesta segunda-feira (25/8) no Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual pela superintendência de análise de mercado da Ancine.

A participação de público nas produções brasileiras chegou a 14,2%, com um acumulado de 11,5 milhões de ingressos. No período analisado, foram exibidos 107 títulos brasileiros (no primeiro semestre de 2013, 93 filmes nacionais estiveram em circuito). Desses, 55 foram lançados em 2014, mantendo o mesmo patamar do ano passado.

Onze obras brasileiras alcançaram mais de 100 mil espectadores no primeiro semestre, sendo responsáveis por 96% do público do cinema nacional. Desses 11, quatro ultrapassaram a marca de 1 milhão de espectadores: “Até que a sorte nos separe 2”, de Roberto Santucci;  “S.O.S. mulheres ao mar”, de Cris D’Amato; “Os homens são de Marte… e é para lá que eu vou”, de Marcus Baldini; e “Muita calma nessa hora 2”, de Felipe Joffily.

Mais espaço para o cinema nacional

Nos primeiros seis meses do ano, a soma das salas ocupadas pelos lançamentos nacionais nas semanas de estreia alcançou 3.828 salas, contra 3.321 ocupadas por estreias nacionais no mesmo período de 2013. Isso representa um aumento de 15% no espaço para lançamentos brasileiros em relação ao ano passado – e de 163% em relação ao primeiro semestre de 2010, quando lançamentos brasileiros ocuparam 1.453 salas no país.

Crescimento do parque exibidor

O parque exibidor brasileiro encerrou a primeira metade do ano com um total de 2765 salas de exibição – 194 salas a mais do que na primeira metade de 2013. A região Sudeste teve 67 salas inauguradas no primeiro semestre de 2014, seguida das 50 novas salas de exibição da região Nordeste; o Sul ganhou 9 salas novas; e a região Norte teve 8 salas implementadas.

O Informe Semestral do Segmento de Salas de Exibição traz também o perfil tecnológico dos novos complexos cinematográficos e a distribuição das salas abertas por município, UF, população, salas DCI e 35mm no 1º semestre de 2014.

Texto: AsCom/MinC

Share
Este post foi publicado em Textos em por .

Sobre Ministério da Cidadania - Regional Nordeste

São ainda responsabilidade do Escritório Regional Nordeste: fornecer subsídios para a formulação e avaliação das políticas, programas, projetos e atividades da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social; a Secretaria Especial do Esporte; a Secretaria Especial de Cultura; auxiliar o Ministério da Cidadania na articulação com os órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas, incluindo empresas, instituições culturais e o terceiro setor; atender e orientar o público quanto aos serviços prestados pelo Ministério; prestar apoio logístico e operacional aos fóruns de política cultural; exercer as atividades de ouvidoria; e exercer outras atividades determinadas pelo Ministro de Estado.