Mutirão para retirada da Carteira do Artesão contempla Pernambuco

A partir deste mês, os artesãos pernambucanos que ainda não possuem a Carteira do Artesão poderão adquirir o documento gratuitamente em seu município. O Programa do Artesanato Brasileiro de Pernambuco (PAB/PE), em parceria com o SEBRAE, irá percorrer todas as regiões do Estado a fim de cadastrar novos artesãos no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) e captar mais profissionais para as duas unidades do Centro de Artesanato de Pernambuco, no Recife e em Bezerros.

Artesanato-Piscilla-Buhr1-607x388

Foto: Priscila Buhr

Ao longo dos 12 meses, o mutirão passará pelo Sertão do Araripe (janeiro), Agreste Meridional (fevereiro), Mata Sul (março), Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica (abril), Agreste Central (maio), Mata Norte (agosto), Região Metropolitana (novembro) e Sertão do São Francisco (dezembro). A programação, por sua vez, está sujeita a alteração. Os municípios onde serão realizados a emissão da Carteira serão informados posteriormente, conforme levantamento que analisará o maior número de artesãos em determinado local.

De acordo com o diretor de Promoção do Artesanato da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Thiago Angelus, a iniciativa surgiu após a dificuldade dos artesãos do interior do Estado trazerem suas obras para capital. “Nosso objetivo é ajudar estes novos artesãos fazendo com que as peças deles sejam inseridas nos nossos canais de comercialização do artesanato, como as duas lojas do Centro de Artesanato (Recife e Bezerros) e a Unidade Móvel de Artesanato”, destacou.

Como adquirir a Carteira do Artesão: Os interessados devem estar com a cópia do RG, CPF, comprovante de residência e uma foto 3×4 colorida. Além disso, também precisam levar um produto pronto e o material necessário para confecção de outro para realizarem uma prova ao vivo, a fim de mostrar que domina a técnica artesanal. A Carteira será emitida na hora e tem validade de quatro anos.

Benefícios da Carteira do Artesão: Com o documento, o artesão pode participar de feiras de artesanato locais e nacionais nos estandes do PAB, obter 20% de desconto na comercialização de um espaço na Fenearte e ainda participar de oficinas artesanais. Além disso, o profissional também pode comercializar seus produtos nas duas lojas do Centro de Artesanato de Pernambuco, em Recife e Bezerros, conforme avaliação da curadoria.

Share