Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco inicia planejamento para 2017

O Seminário de Planejamento 2017 do Conselho Estadual de Política Cultural teve sua mesa de abertura na noite da última sexta-feira (17), na cidade de Pesqueira, com a apresentação da proposta de metodologia e cronograma do encontro, falas do secretário Marcelino Granja e da prefeita da cidade, Maria José, além da palestra e debate ministrados pelo professor da UFBA e ex-secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim – especialista em formação de conselhos de cultura.

No sábado (18), a programação foi iniciada às 9h e seguiu até o início da noite com a apresentação das propostas de pontos de pautas, inclusão de novas propostas, composição dos grupos de trabalho, e finalizando o dia de trabalhos com a elaboração do calendário de atividades. A programação do seminário termina na manhã do domingo, com a apresentação e debate das propostas para ajuste do calendário.

Foto: Jan Ribeiro/Secult-PEFoto: Jan Ribeiro/Secult-PE

Com 21 pautas consideradas prioritárias, o Conselho Estadual de Política Cultural fecha o seu planejamento para 2017. Em seminário realizado na cidade de Pesqueira neste final de semana (17, 18 e 19 de março), 29 conselheiros e conselheiras da região metropolitana do Recife, zona da mata, agreste e sertão, formularam um calendário de pautas que serão debatidas nas próximas 12 reuniões mensais que acontecem até março de 2018.

O encontro imersivo contou com representantes dos segmentos de Artes Visuais e Fotografia, Artesanato, Cultura Popular de Matriz Africana, Cultura Popular de Matriz Ibérica, Dança, Design e Moda, Música, Pontos de Cultura, Literatura, Gastronomia, Circo, Movimentos Sociais, Audiovisual, Produtores Culturais, junto com os representantes do poder público: Secult/Fundarpe, Empresa Pernambuco de Comunicação, Prefeitura de Município da Macrorregião do Agreste/Amupe, Prefeitura do Recife, Secretaria de Desenvolvimento Social Criança e Juventude do Estado e Universidade de Pernambuco.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*