Publicado resultado preliminar de habilitação do edital de coprodução Brasil-Uruguai 2017

Sem título

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), agente financeiro do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), divulgaram nesta sexta-feira, 7 de julho, a ata com o resultado preliminar da fase de habilitação do edital de coprodução Brasil-Uruguai 2017, uma parceria da ANCINE com o  ICAU – Instituto de Cinema y Audiovisual, do Uruguai.

Após análise da documentação apresentada pelas empresas produtoras, todos os três projetos inscritos na Chamada Pública PRODECINE 09/2017 do Programa Brasil de Todas as Telas foram habilitados pela Comissão. Clique aqui para acessar o conteúdo da ata que apresenta a lista completa dos projetos inscritos.

O concurso binacional tem como objeto a seleção, em regime de concurso público, de um projeto de obra cinematográfica em regime de coprodução Uruguai-Brasil, de longa-metragem, de produção independente, dos gêneros ficção, documentário ou animação, com destinação inicial prioritariamente ao mercado de salas de exibição, visando à contratação de operações financeiras pelo FSA, exclusivamente, na forma de investimento.

O edital foi lançado em parceria com o ICAU – Instituto de Cinema y Audiovisual, no Uruguai. No total estão previstos investimentos equivalentes a US$ 300 mil em dois projetos de longas-metragens de ficção, documentário ou animação. O coprodutor minoritário brasileiro vencedor receberá, em reais, valor equivalente a US$ 150 mil. Em contrapartida, no concurso realizado no Uruguai, o coprodutor minoritário uruguaio receberá do ICAU valor equivalente a US$ 100 mil e a coprodutora majoritária brasileira receberá investimento complementar do FSA no valor de US$ 50 mil.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*