Serra Talhada e Afogados da Ingazeira recebem programação do Festival de Cinema de Triunfo

Em sua décima edição, o Festival de Cinema de Triunfo avança pelo Sertão do Pajeú alcançando com exibições especiais e oficinas as cidades de Serra Talhada e Afogados da Ingazeira.

A programação descentralizada alcança moradores como o professor Diego Sousa, de 28 anos. “Já participei de duas oficinas do Festival e acompanho sempre. Em uma atividade sobre cinema na sala de aula, compreendi a importância de conhecer a linguagem do cinema e não encarar apenas como tarefa complementar para os alunos. O cinema tem uma linguagem própria, que não dá pra deixar de lado”, comentou Diego, um pouco antes da sessão desta quarta-feira (9), no CEU das Artes de Serra Talhada.

A exibição do filme francês “Gadjo Dilo”, de Tony Gatlif, contou com a presença de dezenas de estudantes da região e foi fruto de uma parceria do Festival com a Prefeitura do Município e o Consulado Geral da França.

Abrindo a sessão, o Secretário Estadual de Cultura Marcelino Granja comemorou a realização da décima edição do Festival, que “tem se espalhado mais pelo sertão e levado arte e cultura pra todo lugar, algo que precisa ser cada vez mais reforçado com o desenvolvimento de políticas públicas que garantam esse acesso do povo trabalhador à arte”.

Representando o Consulado Francês, Jeanne de Larrard manifestou a alegria em exibir, “pela primeira vez no Festival – e em Serra – um filme francês”, aproximando os cenários culturais dos dois países. O secretário municipal de Cultura, Anildomá Willams, destacou “a efervescência cultural presente hoje na cidade, que surge com a chegada de eventos como este e fortalece o debate sobre acesso à cultura, envolvendo ainda mais escolas e grupos culturais da região”.

As exibições do filme francês em Serra Talhada e Afogados da Ingazeira contaram ainda com a participação do professor e crítico de cinema Alexandre Figueirôa, que conversou com o público presente sobre a obra, realçando aspectos como a possibilidade que ela abre para reflexões sobre o convívio com “o estrangeiro”, o diferente de nós.

A programação descentralizada do 10º Festival de Cinema de Triunfo segue até a sexta-feira (11). Confira:

Serra Talhada

QUARTA-FEIRA, 09/08
19h – Exibição Especial Gadjo Dilo (Ficção, 1997, França), de Tony Gatlif
Seguida de debate com o Crítico Alexandre Figueirôa
Classificação: 16 anos
Local: CEU das Artes (Bairro Caxixola)

QUINTA-FEIRA, 10/08
19h – Exibição + Debate
O Silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras (Documentário, 78 minutos, 2016, PE), de Petrônio de Lorena
Classificação: 14 anos
Local: CEU das Artes (Bairro Caxixola)

SEXTA-FEIRA, 11/08
19h – Exibição Especial Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis
Classificação: Livre

Abaixo, a Programação Completa do Festival em TRIUNFO para os próximos dias: 

QUINTA-FEIRA, 10/08

9h30 – Sessão Especial Mostra de Animação Pernambucana
Classificação: Livre

13h30 – Exibição Especial Acervo Sesc/PE
O mundo dos pequenos (Animação, 94 minutos, 2012, Japão), de Hiromasa Yonebayashi
Classificação: Livre

18h30 – Programa 7: Mostra Competitiva de Curta-metragem
Classificação 18 anos
Alumiar (Documentário, 20 minutos, 2016, PE), de Bersa Mendes e Rafael Martins
Autofagia (Ficção, 11 minutos, 2016, PE), de Felipe Soares
Vando vulgo Vedita (Ficção, 20 minutos, 2017, CE), de Andréia Pires e Leonardo Mouramateus
Baunilha (Documentário, 13 minutos, 2017, PE), de Leo Tabosa
O Porteiro do dia (Ficção, 25 minutos, 2016, PE), de Fábio Leal

Programa 8: Mostra Competitiva de Longa-metragem Nacional
Classificação: 12 anos
Meu corpo é político (Documentário, 72 minutos, 2017, SP), de Alice Riff

SEXTA-FEIRA, 11/08

9h30 – Sessão Especial Projeto Cinema no Interior
Classificação: Livre

13h30 – Programa 9: Mostra Competitiva de Curta-metragem Infanto-juvenil
Classificação: Livre
O Bagre de bolas (Animação, 5 minutos, 2017, GO), de Luiz Botosso e Thiago Veiga
Òrun Àiyé a criação do mundo (Animação, 12 minutos, 2015, BA) de Cintia Maria e Jamile Coelho
O Último Índio (Animação, 12 minutos, 2017, RS), de Maria Tereza Murer
Vento (Animação, 13 minutos, 2017, RJ), de Betânia Furtado
A piscina de Caíque (Ficção, 15 minutos, 2017, GO), de Raphael Gustavo da Silva
A orelha encantada ou alma de gato (Animação, 9 minutos, 2017, PE), de Paulo Leonardo
O menino leão e a menina coruja (Ficção, 16 minutos 2017, DF), de Renan Montenegro

18h30 – Programa 10: Mostra Competitiva de Curta-metragem 
Classificação: 14 anos
Sob o delírio de agosto (Ficção, 20 minutos, 2017, PE), de Carlos Kamara e Karla Ferreira
Fantasma cidade Fantasma (Ficção, 13 minutos, 2016, DF), de Amanda Devulsky e Pedro B.
Procura-se Irenice (Documentário, 25 minutos, 2016, SP), de Marco Escrivão e Thiago B. Mendonça
Lição de casa (Ficção, 9 minutos, 2016, RJ), de Pedro Murad
Embaraço (Ficção, 21 minutos, 2016, SP), de Fernando Rick

Programa 11: Mostra Competitiva de Longa-metragem Nacional
Classificação: 14 anos
Homem livre (Ficção, 84 minutos, 2017, RJ), de Álvaro Furloni

SÁBADO, 12/08

14h – Exibição Especial
Classificação: 14 anos
O Silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras (Documentário, 78 minutos, 2016, PE), de Petrônio de Lorena

19h30 – Cerimônia de Encerramento
Exibição do episódio da Série Nosso Ofício: O Bodegueiro e A Confiança, de Tuca Siqueira
Classificação: Livre

ENCONTROS DE CINEMA

Debates com os realizadores do Festival
Todos os dias, sempre às 10h | Mediação: Tiago Montenegro (jornalistas e editor do portal Cultura.PE)
Local: Pousada Alpes (Triunfo)

Debates, Encontros e Roda de Diálogos

QUINTA-FEIRA, 10/08
15h30 – A produção audiovisual e os desafios da interiorização
Participantes: Alexandre Soares (Diretor do Festival Curta Taquary), William Tenório (Mostra Pajeú de Cinema e Pajeú Filmes), Kennel Rogis (Cineasta e Coordenador do Festival Curta Coremas), Laércio Filho (Cineasta), Marcos Carvalho (Projeto Cinema no Interior e Montserrat Filmes), Mery Lemos (Cineasta) e Milena Evangelista (Secult/PE)
Mediação: Tarciana Portella – Secult/PE
Local: Pousada Alpes (Rua Galdino Diniz, 250, Triunfo)

SEXTA-FEIRA, 11/08
15h30 – Desafios e perspectivas para o fortalecimento das carreiras de mulheres no Audiovisual
Participantes: Alice Gouveia (Cineasta e Pesquisadora UFPE), Beth de Oxum (Produtora Cultural), Cintia Maria (Animadora), Daniela Fernandes (Produtora Cultural / Nordeste Lab), Déa Ferraz (Cineasta), Graciela Guarany (Realizadora Indígena), Tuca Siqueira (Cineasta), Yanara Galvão (Diretoria Fepec)
Mediação: Janaína Guedes – Secult/PE
Local: Pousada Alpes (Rua Galdino Diniz, 250, Triunfo)

SÁBADO 12/08
15h30 – Roda de Diálogos: Ocupando o Cine Theatro Guarany
Participantes: Bruna Florie (Coletivo Pantim), Daiane Nonato (Segmento Dança), Dênis Gomes (Produtor Cultural), Diana Rodrigues (Historiadora), Ésia Guerra (Gestora Cineteatro Guarany), José Manoel (Sesc), Geraldo Pinho (Programador), Márcia Souto (Fundarpe), Nilton Madureira (Sec. de Cultura / Triunfo), Paulo Henrique (Segmento Música), Rodrigo Aquino (Segmento Design).
Mediação: Silvana Meirelles – Secult/PE
Local: Cine Theatro Guarany

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*