Software livre para criação audiovisual desenvolvido em Salvador é tema de oficina em Alagados

O Espaço Cultural Alagados – espaço administrado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) – recebe nos dias 14 e 15 de Setembro a oficina de criação audiovisual com o software livre [ARRAST_VJ]. Desenvolvido em Salvador pelo artista e programador Bruno Rohde, que também será o professor da oficina, o software é um sistema completo de composição e performance audiovisual, com módulo de aplicação de efeitos, recursos de mixagem e mapeamento 2D, tudo em uma plataforma de código aberto.

A oficina do [ARRAST_VJ] é voltada a artistas, técnicos, pesquisadores, estudantes e interessados em produção audiovisual para performance – VJ, Videomapping, Live A/V, Live Cine, Live Visuals. As inscrições na oficina vão até o dia 10 de setembro e podem ser feitas através do site arrastvj.org.

O projeto conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Edital Culturas Digitais 2016, do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

[ ARRAST_VJ ] – Software livre para criação audiovisual que possibilita a manipulação em tempo real de clipes de vídeo (com áudio), imagens e câmeras, e também a criação de composições interativas, que podem ser armazenadas, reproduzidas e exportadas. Inclui módulo de aplicação de efeitos, recursos de mixagem (modo MIX) e mapeamento 2D (modo MAP), além de uma interface de comunicação OSC para integração com outros softwares e hardwares, tudo em uma plataforma de código aberto. Desenvolvido em Pure Data, é compatível com os principais sistemas operacionais. arratvj.org

O desenvolvedor do software Bruno Rohde é músico, artista visual e programador. Flutua entre a música eletrônica, arte sonora e performance audiovisual (live visuals, live cine). Pesquisa e desenvolve softwares e interfaces físicas com tecnologias livres para composição e interatividade em performances e instalações. Mestre em Cultura e Sociedade pelo Pós-Cultura/UFBA e graduado em Comunicação Social pela UFSM/RS. brunorohde.wordpress.com

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Serviço:

[ARRAST_VJ] – oficina de produção audiovisual com software livre
Data: 14 e 15/09
Horário: 14h às 19h
Local: Espaço Cultural Alagados – Rua Direita do Uruguai (fim de linha), s/n
Inscrições: até 10/09 em arrastvj.org
Oficina Gratuita. Vagas limitadas.

oficina_alagados

Share