PERNAMBUCO | Museu do Estado sedia o Seminário Raias do Pensamento

LuisSerguilha-607x404

O escritor português Luís Serguilha é quem comanda a curadoria do evento

O Museu do Estado de Pernambuco (MEPE) sedia, sábado (18), das 10h às 18h30, o seminário Raias do Pensamento – Travessias Ibero-Afro-Americanas da Crítica, que tem curadoria do escritor ensaísta e curador de arte português Luís Serguilha. Com incentivo do Funcultura, o evento tem como objetivo discutir criticamente as experimentações da literatura, ampliando suas relações, cruzando conceitos.

Na parte da manhã, a mesa terá como tema A Arte Poética: Experimentação da Impossibilidade. No primeiro momento, chamado de Dobras do Pensamento, quatro palestrantes discutirão a temática sobre sua ótica, sob a coordenação do curador. São eles: a professora espanhola Montserrat Villar, Maria do Carmo Nino, Fernando Monteiro e Virgínia Leal. “As dobras de pensamento (mesas) foram focadas na urgência de escaparmos ao poder recognitivo, ao sistema orgânico e formal, assim, vamos romper formulações preestabelecidas, ampliaremos sensações, catalisaremos experimentações e entrecruzaremos conceitos moventes, descodificações, campos problemáticos e forças sígnicas”, diz o curador. Após a palestra, Montserrat Villar e Fernando Monteiro, que também são poetas, farão parte da Raias Sonoras, sessão de leituras de poemas, da qual também vão participar Delmo Montenegro, Jonathas Onofre, Camillo José e Wilson Freire.

Na parte da tarde, a temática de discussão será Escrileitores: O difícil como sedução, as esponjas estéticas do mundo, que também será dividida em dois momentos. Participam do Dobras do Pensamento: Abreu Paxe (Angola), Anco Márcio Tenório, Ana Maria Haddad Baptista e Lourival Holanda. Encerrando a programação, haverá mais um momento de leitura de poesias, agora com Marcelo Mário de Melo, Silvinha Góes, Abreu Paxe, Philippe Wollney, Virgínia Leal e Geisiara Lima.

No total são oito acadêmicos/ensaístas e 12 poetas. Segundo o curador, eles foram convidados graças às forças estéticas e éticas que possuem. “São agitadores de pontos de vista. A diversidade e as multiplicidades estão presentes nas escolhas, transfronteirando mundos possíveis!”, pontua Serguilha. Ele conta, ainda, que a ideia do seminário surgiu da urgência de combater a banalidade, a ignorância e o fanatismo. “Queremos forçar o pensamento a pensar, escutar as diferenças e despertar as perspectivas críticas afirmadoras da vida”, diz.

Não é necessário fazer inscrição prévia. Os interessados podem seguir para o local e participar, dependendo, apenas, da lotação da sala. A organização do seminário fez uma parceria com os cursos de Letras das UPEs de Garanhuns, Nazaré da Mata e Petrolina e Serra talhada, garantindo toda a logística para a vinda de alguns professores para esse momento de troca. Segundo a produção do evento, essa é uma maneira de aproximar esses docentes dessas discussões e viabilizar a participação deles num projeto que traz tantas vozes para trocar.

raias_card_programacao

Serviço
Raias do Pensamento – Travessias Ibero-Afro-Americanas da Crítica
Quando: sábado (18), das 10h às 18h30
Onde: Museu do Estado de Pernambuco – MEPE (Av. Rui Barbosa, 960 – Graças, Recife – PE)
Entrada Franca
Telefone: (81) 3184-3174

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*