Estão abertas as inscrições para o Festival de Música Popular de Alagoas

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do Em Cantos de Alagoas – Festival de Música Popular Alagoana. O edital foi publicado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) de 07/02.

em-cantos-alagoas

Podem participar do Em Cantos Alagoas músicos alagoanos residentes no estado (Foto: Divulgação/Secult)

Os interessados podem se inscrever gratuitamente até o dia 22 de março. O festival acontece entre os dias 8 e 11 de maio. O concurso vai pagar prêmios de R$ 1 até R$ 6 mil nas categorias de melhor letra, melhor intérprete, voto popular, melhor arranjo e classificação técnica em 1º, 2º e 3º lugares.

Podem participar, conforme o edital, “pessoa natural, residente em Alagoas no mínimo há 03 anos, e responsável pela criação e execução de suas obras, desde que seja brasileiro nato ou naturalizado, ou sendo estrangeiro possuir visto de permanência definitiva há 05 (cinco) anos e Registro Nacional de Estrangeiros (RNE) na forma do Estatuto dos Estrangeiros – Lei federal n° 6.815/80”.

Ainda conforme a publicação, cada artista só poderá inscrever uma música, que deve ser inédita e original e, obrigatoriamente, em língua portuguesa ou em dialeto indígena brasileiro.

O edital esclarece que considera como inédita a canção que não tenha sido lançada por gravadora com selo e registro no ECAD e que não tenha sido veiculada em meios radiofônicos, televisivos, internet, etc. E por original, a que não contenha plágio, adaptação ou citação poética de outro autor ou compositor, sem autorização deste.

A publicação dos resultados da seleção acontece de 5 a 9 de abril. A partir daí, será aberto um prazo para recurso e a publicação final será feita no dia 20 de abril. O concurso vai acontecer em duas etapas, a primeira será a fase eliminatória e a segunda, a final.

Documentação necessária

Os artistas interessados deverão enviar suas propostas em envelope lacrado para serem avaliadas pela comissão deste Edital, contendo:

  • Ficha de inscrição devidamente preenchida, assinada e com todos os campos preenchidos com letra legível, conforme modelo disponível no Anexo I do edital. Os campos deverão ser digitados ou preenchidos com letra legível, preferencialmente com letra de forma;
  • 03 (três) cópias da letra impressa em papel A4, fonte Times New Roman, 14 E ESPAÇAMENTO SIMPLES, COM O RESPECTIVO TÍTULO DA COMPOSIÇÃO E LETRA NA ÍNTEGRA SEM CONSTAR OS AUTORES, OBSERVANDO-SE QUE SERÁ DESCLASSIFICADO AUTOMATICAMENTE CASO VENHA DIGITADA EM OUTRO FORMATO;
  • 02 (duas) cópias da música em MP3 gravada em CD, na íntegra, com capa devidamente etiquetada somente com o titulo da composição, observando-se que será desclassificado automaticamente caso venha em outro suporte. A má qualidade da gravação poderá acarretar na desclassificação da composição;
  • 02 (duas) fotografias artísticas do músico, intérprete ou banda, digitalizadas em mídia digital, para divulgação em meios de comunicação social, impresso, eletrônico, audiovisual, etc;
  • Uma cópia do RG e CPF do(s) compositor(es), intérprete(s) e demais músicos que acompanharão a execução da música;
  • Termo de uso de imagem e som de todos os compositor(es), intérprete(s) e demais músicos que acompanharão a execução da música; (Anexo II)
  • Termo de Autorização de Execução Pública quando necessário; (ANEXO IV),
  • Termo de Autorização para Participação de Menor, quando necessário; (ANEXO III)

O material de inscrição deverá ser entregue de segunda a sexta, das 8h às 14h, no Setor de Protocolo da Secult, na Praça Marechal Floriano Peixoto, 517, no centro da cidade. Também podem ser entregues pelos Correios, através de SEDEX com Aviso de Recebimento – AR.

Share
Este post foi publicado em Textos em por .

Sobre Ministério da Cidadania - Regional Nordeste

São ainda responsabilidade do Escritório Regional Nordeste: fornecer subsídios para a formulação e avaliação das políticas, programas, projetos e atividades da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social; a Secretaria Especial do Esporte; a Secretaria Especial de Cultura; auxiliar o Ministério da Cidadania na articulação com os órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas, incluindo empresas, instituições culturais e o terceiro setor; atender e orientar o público quanto aos serviços prestados pelo Ministério; prestar apoio logístico e operacional aos fóruns de política cultural; exercer as atividades de ouvidoria; e exercer outras atividades determinadas pelo Ministro de Estado.