PIAUÍ | Escola de teatro reabre as portas após ampla reforma e modernização

275bad933de1627ecd0b0533d0106935

Uma das artes mais antigas da humanidade visa representar histórias, emocionar e também conscientizar através da interpretação de atores. O teatro, assim como a dança e a música, também forma pessoas e desconstrói estereótipos. Em Teresina, a Escola Técnica Estadual de Teatro Gomes Campos forma há mais de 10 anos novos talentos e contribui para a expansão cultural do Estado. A escola ganhou reforma e modernização e foi reaberta à comunidade nessa quinta-feira (08) com ampliação e melhorias em seus laboratórios.

Assim como as escolas de dança e música e as outras casas de cultura mantidas pela Secretaria de Estado da Cultura – SECULT, a escola de teatro ganhou ampliação das salas e biblioteca, adequação do piso para as aulas de dança e teatro, além de climatização e melhorias nas instalações elétricas, hidráulicas e forro do teto. As salas também homenageiam artistas piauienses como Lari Sales, Arimatan Martins, Fernando Freitas, Socorro Barnabé, entre outros.

“Eu estou muito emocionado com essa homenagem e por ver a escola assim, porque ela estava sucateada. Agradeço por ser homenageado, pois como disse Dercy Gonçalves, os artistas devem ser homenageados quando ainda estiverem vivos”, conta o ator e coreógrafo Fernando Freitas, um dos homenageados na escola.

A solenidade de reabertura contou com várias apresentações dos próprios alunos da escola, que já utilizaram as novas salas para apresentar espetáculos e ensaiar performances. O musical sobre a Batalha do Jenipapo que será apresentado na próxima semana em Campo Maior também fez um ensaio aberto e recepcionou o público presente.

“Nós restauramos e modernizamos grande parte das casas de cultura no Piauí, foram dois anos e meio muito intensos de recuperação dessas casas. Hoje reabrimos com muita alegria essa escola que carecia de bons laboratórios para dar suporte aos cursos técnicos. Após essa reforma, além de melhorar a autoestima dos funcionários e professores, também melhora o ensino-aprendizagem”, afirma o secretário estadual de Cultura, Fábio novo.

A escola já formou vários atores piauienses e incentiva a revelação de novos talentos da cidade. Os cursos possuem duração de um ano e meio, com validade em todo o território nacional, além da formação em arte dramática a escola também oferece cursos de dança e música. Os alunos têm aulas de voz, corpo, música, teatro e interpretação de texto, harmonia e composição, além da prática instrumental.

Share