CMPCC se reúne para votar Plano Municipal de Cultura para Caruaru

Na noite de ontem (08), o Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru (CMPCC) se reuniu para votar, em reunião ordinária, a minuta do Plano Municipal de Cultura (PMC). O encontro aconteceu na sala do conselho, que fica no Museu do Barro, no município, onde foi registrada esta, que foi a última votação do ano de 2018.

plano-640x480

Foto: Reprodução Internet

Intitulado como “Caruaru, Cidade das Artes” o Plano Municipal de Cultura de Caruaru traz, entre outros objetivos, o de criar um comitê gestor permanente para a organização do São João de Caruaru, transformar a antiga Estação Ferroviária em um equipamento turístico e cultural, e promover ações culturais transversais entre a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru e os demais órgãos da administração municipal. O plano tem alinhamento com o Sistema Nacional de Cultura e é composto por propostas que foram levantadas na 3ª Conferência de Cultura, realizada no em 2013, e votadas nas conferências livres. Será uma entrega do biênio 2017/2018 do CMPCC, para a próxima gestão.

Outro destaque do plano, é a garantia da implementação e a continuidade dos editais públicos referentes ao Fundo Municipal de Cultura e ao Registro do Patrimônio Vivo de Caruaru, que também constam na minuta. O próximo passo será enviar a minuta para o gabinete da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, onde o texto deverá passar por revisão da procuradoria do gabinete, no sentido de adequá-lo como projeto de lei, para que possa ser enviado para aprovação na Câmara de Vereadores. Ao ser aprovado, o plano terá duração de dez anos.

“O principal objetivo do Plano Municipal de Cultura é criar uma diretriz para elaboração e implementação das ações culturais no município. São 25 objetivos estratégicos, de longo prazo, que criam um ambiente melhor para o artista poder exercer sua arte aqui no município e também desenvolver o potencial que existe na cidade. Fazer com que Caruaru seja a capital do forró o ano inteiro, que a Estação Ferroviária funcione o ano inteiro, que todas as linguagens artísticas possam ser ensinadas e aprendidas no município, são alguns dos objetivos que só vêm a melhorar o ambiente cultural”, destacou o vice-presidente do CMPCC, Leonardo Salazar.

Segue os 25 objetivos traçados no Plano Municipal de Cultura de Caruaru:

Art. 3º São objetivos estratégicos do Plano Municipal de Cultura, conforme deliberações das Conferências Municipais de Cultura e do Conselho Municipal de Política Cultural:

Objetivo 1 – realizar uma ampla reforma administrativa na Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, inclusive criando cargos efetivos preenchidos através de concurso público;

Objetivo 2 – formar pessoal qualificado para a gestão das políticas municipais de cultura;

Objetivo 3 – criar e manter atualizado um site institucional para a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, baseado nos princípios públicos da transparência, da publicidade, da eficiência e da continuidade administrativa;

Objetivo 4 – reformar, modernizar e/ou requalificar todos os museus e equipamentos culturais do município;

Objetivo 5 – proteger os acervos físicos das bibliotecas públicas municipais, bem como garantir o pleno funcionamento de suas atividades em prédios adequados, além de, sempre que possível, digitalizar os acervos e disponibilizar o acesso através da internet;

Objetivo 6 – criar um comitê gestor permanente para a organização do São João, abrangendo funções administrativas de planejamento, de captação de recursos, de produção e de avaliação do evento, composto por membros titulares e suplentes da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, de todas as secretarias da administração municipal e do Conselho Municipal de Política Cultural;

Objetivo 7 – transformar a Estação Central de Caruaru, o Armazém e o Pátio Ferroviário em um conjunto de equipamentos turísticos e culturais, de acordo com as normas técnicas para uso e ocupação de prédios e pátios ferroviários históricos, funcionando o ano inteiro com atividades de produção, promoção, difusão, exibição e comercialização de produtos culturais, da economia criativa e da gastronomia local;

Objetivo 8 – promover ações culturais transversais entre a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru e os demais órgãos da administração municipal;

Objetivo 9 – desenvolver ações culturais durante o ano inteiro que valorizem o título de Caruaru como “A Capital do Forró”, e do Alto do Moura como “Maior Centro de Artes Figurativa das Américas”;

Objetivo 10 – apoiar a realização do inventário, e encaminhar junto ao IPHAN, o pedido de registro do Alto do Moura como patrimônio cultural imaterial brasileiro;

Objetivo 11 – desenvolver o potencial turístico e cultural dos lugares símbolos de Caruaru, a saber: a Feira de Caruaru, o Centro, o Monte Bom Jesus, o Rio Ipojuca e o Alto do Moura;

Objetivo 12 – ocupar as escolas e os espaços públicos com atividades culturais e recreativas nos fins de semana e feriados, tais como parques, praças, feiras e ruas;

Objetivo 13 – descentralizar as ações culturais nos bairros e na zona rural do município;

Objetivo 14 – criar e promover o calendário anual de eventos oficiais organizados pela Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru – FCTC;
Objetivo 15 – garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência aos eventos e ações culturais;

Objetivo 16 – incluir atividades para o público infantil e para a terceira idade na programação dos eventos e ações culturais;
Objetivo 17 – realizar um baile municipal durante o ciclo carnavalesco, bem como valorizar o Carnaval de rua com desfiles de blocos e agremiações do município e da região;

Objetivo 18 – ampliar a seleção de propostas artísticas através de editais públicos para compor a programação dos principais festejos do município;

Objetivo 19 – garantir a participação digna e expressiva de artistas caruaruenses nos eventos culturais municipais, além de realizar o pagamento do cachê em tempo hábil;

Objetivo 20 – incentivar a profissionalização da classe artística e da cadeia produtiva da cultura, além de fomentar a visão empreendedora entre artistas e produtores culturais;

Objetivo 21 – criar e divulgar uma agenda cultural do município, de periodicidade mensal, contemplando eventos realizados pela FCTC, pelos artistas e demais produtores culturais;

Objetivo 22 – criar e manter em funcionamento um cineteatro municipal, cujo prédio deverá abrigar também a sede e os ensaios da Orquestra de Pífanos de Caruaru;

Objetivo 23 – criar e manter em funcionamento uma escola de arte e cultura, contemplando a multidisciplinaridade de pesquisa e ensino das diversas linguagens artísticas e vocações culturais do município;

Objetivo 24 – garantir a implementação e a continuidade dos editais públicos referentes ao Fundo Municipal de Cultura e ao Registro do Patrimônio Vivo de Caruaru;

Objetivo 25 – garantir espaço adequado e apoio administrativo para que o Conselho Municipal de Política Cultural desempenhe suas atividades regulares e exerça suas atribuições legais.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*