ARTES CÊNICAS | Funarte abre inscrições para curso técnico em arte circense

Serão selecionados, via edital, 60 novos alunos para formação na Escola Nacional de Circo. Inscrições vão até 1º de junho

A Fundação Nacional de Artes (Funarte), instituição vinculada ao Ministério da Cidadania, abriu inscrições para o processo seletivo paraingresso no Curso Técnico em Arte Circense da Escola Nacional de Circo – Turma 2019/2021. As inscrições podem ser feitas até 1º de junho. Confira o edital.

Serão selecionados 60 novos alunos no edital. Cada um receberá bolsa de R$ 57,5 mil (R$ 2,5 mil mensais) durante os 22 meses consecutivos das aulas (Foto: Micael Bergamaschi)

As aulas serão realizadas na sede da ENC, no Rio de Janeiro (RJ). Serão selecionados 60 novos alunos no concurso. Cada um receberá bolsa no valor total de R$ 57,5 mil (R$ 2,5 mil mensais) durante o período de 22 meses consecutivos das aulas.

Primeiro no gênero a ser reconhecido pelo Ministério da Educação no Brasil, o Curso Técnico em Arte Circense – cuja primeira turma iniciou-se em 2015 – é ministrado pela Escola Nacional de Circo, em uma parceria da Funarte com o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). A seleção é aberta a brasileiros natos ou naturalizados e a estrangeiros que tenham concluído o ensino médio até a data de publicação do edital.

Com o Curso Técnico em Arte Circense da Escola Nacional de Circo, a Funarte pretende possibilitar a formação de novos profissionais em artes circenses, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão e promover o incentivo à cadeia produtiva das atividades circenses – sobretudo nas áreas de criação, formação, difusão e memória do circo. Os recursos para o desenvolvimento do programa somam R$ 3,45 milhões.

Fundação Nacional de Artes (Funarte)
Ministério da Cidadania

Share
Este post foi publicado em Textos em por .

Sobre Ministério da Cidadania - Regional Nordeste

São ainda responsabilidade do Escritório Regional Nordeste: fornecer subsídios para a formulação e avaliação das políticas, programas, projetos e atividades da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social; a Secretaria Especial do Esporte; a Secretaria Especial de Cultura; auxiliar o Ministério da Cidadania na articulação com os órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas, incluindo empresas, instituições culturais e o terceiro setor; atender e orientar o público quanto aos serviços prestados pelo Ministério; prestar apoio logístico e operacional aos fóruns de política cultural; exercer as atividades de ouvidoria; e exercer outras atividades determinadas pelo Ministro de Estado.