TRANSPARÊNCIA | Ministério da Cidadania abre consulta pública sobre contratação de empresas de comunicação

Sugestões podem ser enviadas por e-mail até 28 de fevereiro. Questionário é voltado a empresas e sociedade em geral

Brasília/DF – O Ministério da Cidadania lançou uma consulta pública eletrônica sobre a contratação de empresas prestadoras de serviços de comunicação corporativa e digital para atender a Assessoria Especial de Comunicação Social da pasta. A abertura da consulta foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (07).

A consulta é destinada a empresas, instituições, agentes públicos, profissionais da área e sociedade em geral, entre outros. O objetivo é aprimorar os serviços prestados e o processo licitatório, bem como dar transparência aos processos de contratação, garantindo a observância do princípio constitucional da isonomia e a seleção da proposta mais vantajosa para a Administração Pública.

O prazo para que as sugestões sejam enviadas vai até as 20h do dia 28 de fevereiro. Para participar, basta entrar no site do Ministério da Cidadania, preencher um formulário e responder a três perguntas sobre esse tipo de contratação. Também é preciso informar dados como nome completo, endereço, telefone e e-mail.

Para auxiliar os interessados em participar, a página conta com um documento que reúne instruções para o preenchimento do formulário. As dúvidas relacionadas à consulta pública poderão ser enviadas para o e-mail comunicacaosocial@cidadania.gov.br.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
www.cidadania.gov.br/imprensa

Share
Este post foi publicado em Textos em por .

Sobre Ministério da Cidadania - Regional Nordeste

São ainda responsabilidade do Escritório Regional Nordeste: fornecer subsídios para a formulação e avaliação das políticas, programas, projetos e atividades da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social; a Secretaria Especial do Esporte; a Secretaria Especial de Cultura; auxiliar o Ministério da Cidadania na articulação com os órgãos federais, estaduais, municipais e entidades privadas, incluindo empresas, instituições culturais e o terceiro setor; atender e orientar o público quanto aos serviços prestados pelo Ministério; prestar apoio logístico e operacional aos fóruns de política cultural; exercer as atividades de ouvidoria; e exercer outras atividades determinadas pelo Ministro de Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*