Arquivos da categoria: Textos

Culturas Populares é tema da VII Semana de Arte e Cultura do Litoral Norte e Agreste Baiano

GanhadeirasdeItapua

A s√©tima edi√ß√£o da ‚ÄúSemana de Arte e Cultura do Litoral Norte e Agreste Baiano‚ÄĚ est√° chegando a Alagoinhas, e com a√ß√Ķes tamb√©m em outros 20 munic√≠pios do territ√≥rio. A abertura oficial do evento ser√° dia 26, √†s 19h, com a inaugura√ß√£o das exposi√ß√Ķes Caldo do Sisal (por Toni Carvalho), Cobra Verde (por Adriano Machado), Jorgep√ī: 40 Anos de Arte (por Jorgep√ī) e Luiz Ramos Convida (por Luiz Ramos), no foyer do Centro de Cultura de Alagoinhas, sede oficial do evento. √Äs 19h30, o p√ļblico tamb√©m confere gratuitamente a apresenta√ß√£o da Orquestra Santo Ant√īnio. A semana continua com diversas a√ß√Ķes at√© 02 de dezembro.

‚ÄúSabe-se que a cultura √© din√Ęmica e que esse dinamismo provoca grandes revolu√ß√Ķes. √Č com o intuito de catalisar essas revolu√ß√Ķes que objetivamos compilar uma mostra de trabalhos para conhecer e explorar nosso territ√≥rio‚ÄĚ, declara T√°rcio Mota, coordenador do Centro de Cultura de Alagoinhas, sobre a s√©tima edi√ß√£o. O centro √© um dos 17 equipamentos culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

A Diretora de Espa√ßos Culturais da SecultBA, Maria Marighella, avalia que ‚Äútodos os nossos Espa√ßos Culturais s√£o espa√ßos de inven√ß√£o e imagina√ß√£o nos territ√≥rios em que est√£o inseridos, e t√™m compromisso com as trocas de saberes, respeito √†s diferen√ßas, al√©m de serem respons√°veis com o desenvolvimento daquele ambiente‚ÄĚ, enfatiza.

A principal novidade da Semana de Arte e Cultura do Litoral Norte e Agreste Baiano neste ano s√£o as a√ß√Ķes descentralizadas, a exemplo das oficinas nos Pontos de Cultura de Pedr√£o e Esplanada, e as atividades que ocorrer√£o em escolas, associa√ß√Ķes de bairros, terreiros, dentre outros espa√ßos que dialogam com a proposta da Semana de Arte. H√° ainda dois grandes destaques em 2018 que s√£o a¬†Virada Cultural, no dia 1 de dezembro, que abrigar√° dezenas de artistas do territ√≥rio em mais oito horas de a√ß√£o, e o¬†Festival da Cultura Popular, no domingo (02), marcando o encerramento do projeto.

Neste ano, o tema da programa√ß√£o √© Cultura Popular: o Ser, o Saber e o Fazer do Povo, diz respeito √†s tradi√ß√Ķes culturais populares do agreste e litoral norte da Bahia. ‚ÄúEstamos tratando de um tema que se relaciona bastante com a realidade cultural do nosso territ√≥rio de identidade‚ÄĚ, explica Mota, que acredita que n√£o h√° como imaginar o Centro de Cultura de Alagoinhas apenas como um espa√ßo cultural pertencente apenas √† cidade de Alagoinhas. Isso inclui o imagin√°rio e h√°bitos da cultura regional e urbana, que ‚Äús√£o formas de manifesta√ß√£o intrinsecamente relacionadas ao an√īnimo, ao coletivo, ao espont√Ęneo, √† tradi√ß√£o e √† oralidade do nosso povo‚ÄĚ, pontua o coordenador.

A Semana de Arte e Cultura do Litoral Norte e Agreste Baiano √© um dos projetos estrat√©gicos coordenados pelo Centro de Cultura de Alagoinhas. A primeira edi√ß√£o do projeto, Semana de Arte de Alagoinhas e Regi√£o, aconteceu em maio de 2010. Naquele ano houve uma programa√ß√£o centrada em atra√ß√Ķes apresentadas por grupos de Alagoinhas, Pojuca e Salvador.

Em 2011, a proposta se consolidou, abrangendo um n√ļmero maior de munic√≠pios do territ√≥rio, bem como manifesta√ß√Ķes e linguagens art√≠stico-culturais distintas. Com isso, o evento passou a ser denominado como Semana de Arte e Cultura do Litoral Norte e Agreste Baiano. O evento tem se apresentado como um grande reduto potencializador da cria√ß√£o de referencial para artistas do Territ√≥rio, tanto no que tange mostra de trabalho como forma√ß√£o e amadurecimento art√≠stico.

Espa√ßos Culturais da SecultBA ‚ÄstA Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mant√©m 17 espa√ßos culturais em diversos territ√≥rios de identidade baianos, geridos pela Diretoria de Espa√ßos Culturais (DEC), setor vinculado √† Superintend√™ncia de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult). Destes, cinco encontram-se em Salvador ‚Äď Cine Teatro Solar Boa Vista, Espa√ßo Xisto Bahia, Casa da M√ļsica de Itapu√£, Centro Cultural Plataforma e Espa√ßo Cultural Alagados ‚Äď e 12 nos munic√≠pios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequi√©, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutu√≠pe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valen√ßa e Vit√≥ria da Conquista. Para mais informa√ß√Ķes, acesse:¬†www.espacosculturais.wordpress.com.

Confira a programação completa:

26/11 (SEGUNDA-FEIRA)
Abertura Oficial da VII Semana de Arte e Cultura do Litoral Norte Agreste Baiano

Hor√°rio: 19h
Local: Foyer (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Abertura das Exposi√ß√Ķes¬†
Caldo do Sisal ‚Äď Toni Carvalho
Cobra Verde – Adriano Machado
Jorgep√ī: 40 anos de Arte – Jorgep√ī
Luiz Ramos Convida – Luiz Ramos
Hor√°rio: 19h15
Local: Foyer (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Apresenta√ß√£o da Orquestra Santo Ant√īnio
Orquestra Santo Ant√īnio (Concei√ß√£o do Coit√©)¬†

Hor√°rio 19h30
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

27/11 (TERÇA-FEIRA)
Culmin√Ęncia dos Projetos Art√≠stico-Culturais da Secretaria de Educa√ß√£o do Estado Realiza√ß√£o: N√ļcleo Territorial de Educa√ß√£o 18

Hor√°rio: 8h
Local: Sala Principal e Anfiteatro

Fórum de Cultura Territorial do Litoral Norte e Agreste Baiano 
Participação: Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Litoral Norte e Agreste Baiano, Fórum de Legisladores Culturais da Bahia, Fórum de Cultura da Bahia, Diretoria de Territorialização da Cultura (SecultBa), Pontos de Cultura, Escolas Culturais, Fórum dos Espaços Culturais da Bahia, Grupos, Coletivos, Artistas e Agentes Culturais do LNAB
Hor√°rio: 8h
Local: Sala Auristela S√°

Roda de Conversa “Alagoinhas no Centro do Mundo”

Realização: FESTA РFestival de Teatro de Alagoinhas
Media√ß√£o: Nando Z√Ęmbia
Convidados: Fernanda Onisaj√©, Luiz Antonio Jr., Anderson Danttas, Daniel Arcades, Marcelo Oliveira, Galdy Galdino, Hiran, Ant√īnio Torres e Jean Willys
Hor√°rio: 14h
Local: Sala Auristela S√°

Mostra dos Grupos Residentes do Centro de Cultura de Alagoinhas 
Grupos: Cia de Artes FAMA / Cia de Dança Eloy Rodrigues / Grupo Life Of Dance / Grupo Liberais / Grupo Mescla / Grupo Ellite’s Dance / Grupo Anker Bronx Crew
Hor√°rio: 19h30
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

28/11 (QUARTA-FEIRA)
Vidas Negras Importam: a representação do homem e da mulher negra na televisão, no cinema, no teatro e na literatura

Realização: Projeto Escolas Culturais
Participação: Coletivo Cultural Quilombo Andante, Banda Mentes Positivas e Coletivo cultural de Entre Rios
Horário: 9h às 17h
Local: Escola Estadual Duque de Caxias (Entre Rios)

Apresentação Musical
Coral da Universidade Aberta da Terceira Idade (UATI) – UNEB

Hor√°rio: 9h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Mesa-Redonda: “Pol√≠tica Cultural no Brasil: retrocessos e resist√™ncia”
Convidados: Prof. Dr. Osmar Moreira (UNEB/Pós-Critica), Juscelina Nascimento (Diretoria de Cidadania Cultural РSecultBA), Tárcio Mota (Coordenador do CCA), Prof. Dr. Roberto Seidel (UNEB/Pós-Critica), Iraildes Gama (Ponto de Cultura ABRUPE РPedrão) e Ana Rita Araujo (Ponto de Cultura Ilê Asé Oyání РAlagoinhas)
Hor√°rio: 9h30
Local: Auristela S√°

Concerto da Orquestra Sinf√īnica da Bahia¬†

Hor√°rio: 19h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

29/11 (QUINTA-FEIRA)
Mesa-Redonda: “O que pode a Cultura Popular?”

Convidados: Profa. Dra. Edil Silva Costa (UNEB/Pós-Critica), Mc Osmar (Coletivo Petrolatividade), Prof. Me. Pinho Blures (Movimento Hip Hop) e Ana Andreza Sampaio (Samba de Roda do Buri)
Hor√°rio: 9h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Mesa-Redonda: “O que podem as mulheres da cultura popular? Luta, cantoria e re-exist√™ncia!”
Convidados: Profa. Dra. Jailma dos Santos Pedreira Moreira (UNEB/Pós-Critica), Sandra Freitas de Carvalho Cruz (Mestranda em Crítica Cultural) e l José Luiz da Silva Lima (Mestrando em Crítica Cultura)
Hor√°rio: 14h
Local: Sala Maria Feijó (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Espet√°culo √Āfrica em N√≥s
Coletivo Pé de Poeta do Teatro do Oprimido (Lauro de Freitas)
Hor√°rio: 19h30
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

30/11 (SEXTA-FEIRA)
Mesa Redonda: LINGUAGENS LITER√ĀRIAS E FORMA√á√ÉO DOCENTE PARA AS RELA√á√ēES √ČTNICO-RACIAIS

Convidados: Prof. Dra Lícia Barbosa (UNEB/Pós-Crítica), Prof Dr. Silvio Roberto Oliveira (UNEB) e Prof. Dra Maria Anória J. Oliveira (UNEB/Pós-Crítica).
Hor√°rio 10h
Local: Sala Auristela S√° (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Mostra de Teatro, M√ļsica e Dan√ßa

Realização: Projeto Escolas Culturais (Colégio Estadual ADS РCatu) e Diretoria de Cultura da Prefeitura Municipal de Catu
Hor√°rio: 9h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Espetáculo Ziriguidum РEscola de Dança da UFBA

Hor√°rio: 14h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Roda de diálogo: Mestres/as e mestrandos/as da Linha 2: Pós-Crítica/UNEB 
Convidados: Grupo de Estudos em Resiliência, Educação e Linguagens РGEREL e Grupo de Pesquisa Iraci Gama: Letramento, Identidades e Formação do Professor
Hor√°rio: 16h
Local: Sala Auristela S√° (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Lançamento do Livro: Entre as Leis e as Letras: Escrevivencias identitárias de Luiz Gama
Autor: Jair Cardoso dos Santos
Hor√°rio: 17h
Local: Sala Auristela S√° (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Sarau da Resistência

Realização: Projeto Escolas Culturais
Hor√°rio: 16h
Local: Colégio Estadual de Alagoinhas РCEA

Sarau do Boi Encantado
Realização: Poeta João Lopes
Hor√°rio: 19h
Local: Casa do Boi Encantado (Centro de Cultura de Alagoinhas)

01/12 (S√ĀBADO)
Espet√°culo “Tamanho √önico”
Balé do TCA 

Hor√°rio: 20h
Local: Sala Principal (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Virada Cultural

Realização: Centro de Cultura de Alagoinhas
Hor√°rio: 21h30
Local: Anfiteatro “Os Turunas” (Centro de Cultura de Alagoinhas)

02/12 (DOMINGO)

Festival de Cultura Popular 
Coletivos, Grupos e Associa√ß√Ķes Participantes: Funda√ß√£o do Caminho (Alagoinhas), Banda Marcial Cultural Estudantil de Aramari (Aramari), Associa√ß√£o de Desenvolvimento Comunit√°rio do Assentamento Boa Vista II (Esplanada), Associa√ß√£o Beneficente Rural de Pedr√£o (Pedr√£o), Associa√ß√£o Beneficente Cultural Il√™ As√© Oy√°n√≠ do Il√™ Ax√© Oy√° Ni (Alagoinhas), Associa√ß√£o Cultural Euterpe Alagoinhense (Alagoinhas), Samba Cultural do Estev√£o, Grupo de Samba de Roda do Outeiro, Estrela do Samba de Catuzinho, Grupo Samba do Buri, Grupo Uni√£o Paz e Bem de S√≠tio do Meio, Banda Marcial Tradicional de Alagoinhas, Capoeira AAfrica, Capoeira Expansionismo, Capoeira Lutamos por Liberdade, Encourados de Pedr√£o e Orquestra Os Turunas
Hor√°rio: 9h
Local: Anfiteatro “Os Turunas” (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Atividades Contínuas 

01 de Dezembro
Escambo de Livros

Realização: Clube do Livro de Alagoinhas
Horário: 9h às 17h
Local: Foyer (Centro de Cultura de Alagoinhas)

26 de Novembro a 02 de Dezembro
Feira da Economia Solidária 

Realiza√ß√£o: C√Ęmara de Artesanato do CMPCA e CODETER/LNAB
Horário: 10h às 21h
Local: √Ārea Externa (Centro de Cultura de Alagoinhas)

Atividades Formativas

30 de Novembro
Pintando Sentimentos – A Luz em Cena
Oficina de Luz para atuantes, diretores, técnicos de luz, iluminadores e fotógrafos.

Oficineiro: Nando Z√Ęmbia (N√ļcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA)
Hor√°rio: 9h
Local: Sala Antonio M√°rio (Centro der Cultura de Alagoinhas)

27 de Novembro
Oficina de Contação de História 

Mediadora: Prof. Dra. √Āurea Pereira (P√≥s Cr√≠tica/UNEB)
Hor√°rio 8h
Local: Escola Oscar Cordeiro

28 de Novembroo
Oficina de Contação de História 

Mediadora: Prof. Dra. √Āurea Pereira (P√≥s Cr√≠tica/UNEB)
Hor√°rio 8h
Local: Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães

27 e 28 de Novembro
Oficinas da Cultura Hip Hop: M√ļsica, Dan√ßa e Grafite¬†

Oficineiros: Mc Osmar, Edson Vieira e Lucas Sales
Hor√°rio: 14h
Locais: Sala Auristela S√°, Sala Maria Feij√≥ e Sala Ant√īnio M√°rio (Centro de Cultura de Alagoinhas)

27 de Novembro
Oficina “Mandalas Liter√°rias”

Oficineira: Cristiane Mendes
Hor√°rio: 14h
Local: Ponto de Cultura Associação de Desenvolvimento Comunitário do Assentamento Boa Vista III (Esplanada)

01 de Dezembro
Oficina “Mandalas Liter√°rias”

Oficineira: Cristiane Mendes
Local: Ponto de Cultura ABRUPE Cultural (Pedr√£o)
Hor√°rio: 14h

27, 28 e 29 de Novembro
Formação nas Técnicas do Teatro do/da Oprimido/da

Oficineiro: Armindo R. Pinto (GTO Bahia)
Hor√°rio: 14h
Local: Sala Ant√īnio M√°rio (Centro de Cultura de Alagoinhas)

29 de Novembro
Oficinas de Dança, Teatro e LIBRAS

Oficineiras: Ruth Souza e Carolina Souza
Horário: 9h às 17h
Local: Ponto de Cultura Associação de Desenvolvimento Comunitário do Assentamento Boa Vista III (Esplanada)

30 de Novembro
Oficinas de Dança РEscola de Dança da UFBA

Oficineiros: Estudantes da Escola de Dança (UFBA)
Local: Salas Maria Feijó, Antonio Mário e Auristela Sá (Centro de Cultura de Alagoinhas)
Hor√°rio: 10h

30 de Novembro
Oficina de Dança do Ventre
Projeto: Dan√ßa como saber/lazer, viver…

Convidada: Joana Carolina M. Mello (Discente de Educação Física/UNEB)
Hor√°rio: 18h
Local: Sala Auristela S√°

Share

PERNAMBUCO: FestCine seleciona 64 curtas para 20ª edição

20181022180739562727o

Foto: Divulgação

O FestCine ‚Äď Festival de Curtas de Pernambuco ‚Äď vai ocupar o Cinema S√£o Luiz entre os dias 3 e¬†8 de dezembro. Realizado pela Prefeitura do Recife e pelo Governo de Pernambuco, o Festival selecionou 64 curtas pernambucanos para participar das duas mostras competitivas dessa 20¬™ edi√ß√£o. O FestCine √©¬†uma importante janela de exibi√ß√£o para jovens e experientes realizadores que exibem seus trabalhos para o p√ļblico diversificado que frequenta o evento.

Neste ano, 209 filmes, das quatro macrorregi√Ķes do Estado, foram inscritos atrav√©s da plataforma Mapa Cultural de Pernambuco (www.mapacultural.pe.gov.br), um n√ļmero recorde. Para a Mostra Competitiva Geral, foram selecionados 51 filmes, sendo tr√™s de anima√ß√£o, 13 document√°rios, 15 de fic√ß√£o, cinco de videoarte/experimental e 15 videoclipes. J√° na Mostra de Forma√ß√£o, ser√£o exibidos 13 curtas, sendo duas anima√ß√Ķes, sete document√°rios e quatro de fic√ß√£o. Do total de obras selecionadas para as duas mostras, 25 foram dirigidas por mulheres, ou seja, cerca de 40% da programa√ß√£o.

Para o presidente da Funda√ß√£o de Cultura Cidade do Recife, Diego Rocha, a realiza√ß√£o desse tipo de evento revela novos e importantes nomes do cen√°rio do audiovisual: “Grande celeiro de produ√ß√£o audiovisual, Pernambuco e principalmente Recife t√™m voca√ß√£o para gerar profissionais sens√≠veis e inovadores. Por isso os poderes p√ļblicos precisam se manter articulados – e o fazem – para potencializar e fomentar o surgimento de novos talentos por tr√°s das c√Ęmeras”.

J√° para a Secret√°ria Estadual de Cultura Antonieta Andrade, o festival chega a sua vig√©sima edi√ß√£o reafirmando o olhar para a produ√ß√£o audiovisual local. ‚ÄúA hist√≥ria do FestCine √© marcada pela exibi√ß√£o dos primeiros curtas-metragens de realizadores que¬†hoje¬†s√£o reconhecidos at√© internacionalmente, ent√£o, √© com grande alegria que damos continuidade a um evento que representa tanto para toda a cadeia do cinema e da produ√ß√£o audiovisual pernambucana”, celebra ela.

De acordo com M√°rcia Souto, presidente da Fundarpe, “a inclus√£o de pessoas com algum tipo de defici√™ncia no Festival tamb√©m √© um aspecto que estamos fortalecendo nesta edi√ß√£o, com a realiza√ß√£o de sess√Ķes especialmente direcionadas a este p√ļblico; e na grade de forma√ß√£o cultural, as mulheres t√™m prioridade, s√£o o p√ļblico-alvo de oficinas que ser√£o ofertadas em parceria com o FERA (Feminismo e Equidade para Reinventar o Audiovisual)”.

Os selecionados concorrem a um total de R$ 58,5 mil em prêmios. Além do Troféu Fernando Spencer para a mostra Competitiva Geral nas categorias de direção, fotografia, roteiro, produção, direção de arte, ator, atriz, entre outras. Confira a lista completa dos selecionados: http://www.cultura.pe.gov.br/wp-content/uploads/2018/10/selecionados-festcine-2018_.pdf.

OFICINAS
Est√£o abertas as inscri√ß√Ķes para mais 3 oficinas: “Documentando”, “Estrat√©gia de Marketing Digital para o Lan√ßamento de Filmes” e ainda “Inspire – a respira√ß√£o como base da transforma√ß√£o”. Saiba mais:http://www.cultura.pe.gov.br/canal/audiovisual/20o-festcine-ira-oferecer-oficinas-de-formacao-no-segmento-do-audiovisual/

COMISSÃO DE SELEÇÃO РIntegrantes

Mostra Competitiva Geral:

Matheus José Nicolau de Oliveira Lins (Secult/PE РSecretaria de Cultura de Pernambuco)
Luciana Alves Campelo Poncioni (Secult/PE – Secretaria de Cultura de Pernambuco)
Frederico Costa Moreira (FEPEC РFederação Pernambucana de Cineclubes)
Jeorge Manoel Pereira da Silva (BRAVI – Brasil Audiovisual Independente)
Márcio Batista de Lima (FCCR РFundação de Cultura da Cidade do Recife)
Bernardo Lessa Brito Ribeiro (FUNDAJ РFundação Joaquim Nabuco)

Mostra Competitiva de Formação:

Matheus José Nicolau de Oliveira Lins (Secult/PE РSecretaria de Cultura de Pernambuco)
Andrea Mota Silveira (Secult/PE – Secretaria de Cultura de Pernambuco)
Hugo Leonardo Fulco Santos (Secult/PE – Secretaria de Cultura de Pernambuco)
Priscila Angela Urpia de Moura (ABD/APECI РAssociação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas de Pernambuco/Associação Pernambucana de Cineastas e FEPEC РFederação Pernambucana de Cineclubes)
Rafael dos Santos Barreira (ABCA РAssociação Brasileira de Cinema de Animação)
Djair Almeida Freire (FCCR РFundação de Cultura da Cidade do Recife)

Para mais informa√ß√Ķes, entrar em contato atrav√©s do e-mail:¬†festcinepe@gmail.com¬†ou telefone¬†(81) 3184.3016.

Share

XV Edital Ceará Natal de Luz: Secult divulga resultado das mostras natalinas e presépios

edital-ceara-de-luz-presepios2-600x600

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) divulga o Resultado Preliminar da Avaliação e Seleção das categorias Mostras Regionais Natalinas e Presépios do XV Edital Ceará Natal de Luz. Confira: https://bit.ly/2MkC6Ah

O XV Edital Cear√° Natal de Luz se insere nas pol√≠ticas de Patrim√īnio Cultural da Secretaria e tem como objetivo selecionar projetos voltados para a produ√ß√£o art√≠stica, a circula√ß√£o de grupos e a difus√£o das manifesta√ß√Ķes culturais regionais do ciclo natalino de todo o Cear√°.

As categorias de projetos selecionados pelo edital XV Edital Cear√° Natal de Luz 2018 s√£o: Grupo de Tradi√ß√£o Natalina; Grupo de Proje√ß√£o (Parafolcl√≥ricos) do Ciclo Natalino; Pres√©pio; Coral; Mostra Regional Natalina e XIII Mostra Estadual Cear√° Natal de Luz. Este √ļltimo se configura em uma a√ß√£o de culmin√Ęncia das Mostras Regionais Natalinas, que consiste na realiza√ß√£o de um dia de programa√ß√£o cultural, a ser realizada em 04 de janeiro de 2019, nas Pra√ßas do Ferreira e no Theatro Jos√© de Alencar, incluindo a apresenta√ß√£o de Grupos selecionados dentre aqueles que se apresentaram nas Mostras Regionais Natalinas.

Os recursos do XV Edital Cear√° Natal de Luz 2018 s√£o oriundos do Fundo Estadual da Cultura (FEC), que disponibiliza o aporte financeiro no valor total de R$ 915.156,00.

Share

Termina hoje inscri√ß√Ķes para o II Semin√°rio Interdisciplinar de Patrim√īnio Imaterial em Aquiraz (CE)

Est√£o abertas at√© hoje (21) as inscri√ß√Ķes para a participa√ß√£o como ouvinte no II Semin√°rio Interdisciplinar de Patrim√īnio Imaterial, que ocorrer√° nos dias 22 e 24 de novembro, dentro da programa√ß√£o do XII Encontro Mestres do Mundo.

FB_IMG_1542770097145

A programa√ß√£o contar√° com uma mesa para exposi√ß√£o e reflex√Ķes com quest√Ķes que envolvam o Patrim√īnio Imaterial, com a participa√ß√£o de Regina Machado (USP), Gilmar de Carvalho (UFC), Ricardo Nascimento (UNILAB) e Josier Ferreira (URCA). Haver√° ainda apresenta√ß√Ķes de trabalhos acad√™micos de pesquisadores e estudiosos da cultura tradicional popular, distribu√≠das em cinco simp√≥sios tem√°ticos nas √°reas de Gastronomia Tradicional Popular, Religiosidade Popular, Dan√ßas e Folguedos Tradicionais. Oralidade, Dramas e outros saberes e M√ļsica de Tradi√ß√£o oral.

Para participar, acesse o site:

https://mestresdomundo.org.br/noticias/ii-seminario-interdisciplinar-de-patrimonio-imaterial-abre-inscricoes/

Share

Ancine lança edital de coprodução com Portugal

ancine-desempenho-comercial-interna (1)

A Ancine anunciou nesta segunda-feira (19) o lan√ßamento do edital de coprodu√ß√£o Brasil-Portugal, em parceria com o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA-IP), de Portugal. As inscri√ß√Ķes para o edital binacional ser√£o abertas no dia 4 de dezembro e v√£o at√© 4 de fevereiro de 2019.Est√£o previstos investimentos equivalentes a US$ 300 mil em dois projetos de longas-metragens de fic√ß√£o, document√°rio ou anima√ß√£o, com destina√ß√£o inicial priorit√°ria para o mercado de salas de exibi√ß√£o.

No Brasil concorrem os projetos apresentados por produtoras brasileiras que participem na condição de coprodutoras minoritárias. Os projetos com participação majoritária brasileira devem ser apresentados por seus parceiros portugueses ao edital a ser lançado simultaneamente pelo ICA-IP, em Portugal.

Os dois coprodutores minorit√°rios brasileiros vencedores do edital receber√£o, em reais, um valor equivalente a US$ 150 mil cada, visando √† contrata√ß√£o de opera√ß√Ķes financeiras, exclusivamente, na forma de investimento. O mesmo valor ser√° investido pelo ICA-IP em dois projetos apresentados por coprodutores minorit√°rios portugueses, em concurso realizado em Portugal, nos mesmos moldes.

Agência Nacional do Cinema

Ministério da Cultura
Share

A Cia Bacurau Cultural comemora 4 anos com o espet√°culo “Colcha de Retalhos – Velho √© Teu Passado” na I Jornada de Gerontologia da Funda√ß√£o Terra em Arcoverde (PE)

Colcha de Retalhos - Velho é teu passado

Compondo a programação oficial do evento, a produção aborda as dificuldades, mágoas e desafios dos idosos por meio de personagens que fazem os espectadores rirem, refletirem e se emocionarem com os relatos. Solidão, vaidade, conflitos e o abandono são temas presentes no texto do espetáculo.

O elenco √© composto por Paulo Concei√ß√£o, Eryka Patr√≠cia e T√ļlio Beat (que tamb√©m dirige a produ√ß√£o e a companhia).

A apresentação tem o apoio da Prefeitura Municipal de Caruaru (na pessoa da prefeita Raquel Lyra) por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos РSDSDH (nas pessoas de Perpétua Dantas e Carlos Eduardo Braga).

Produzindo oficinas, cursos, apresenta√ß√Ķes de teatro, dan√ßa, hip hop, cultura popular e promovendo diversas a√ß√Ķes sociais no agreste pernambucano, a Cia Bacurau Cultural visa difundir cultura, educa√ß√£o e arte de forma independente.

A¬† I Jornada de Gerontologia √© um evento realizado pela¬†Funda√ß√£o Terra¬†voltado para interessados na tem√°tica do envelhecimento humano. Essa primeira edi√ß√£o do encontro discutir√° o tema:¬†‚ÄúEnvelhecimento, Seguridade Social e Trabalho no S√©culo XXI‚ÄĚ. A Jornada ir√° acontecer nos dias 22, 23 e 24 desse m√™s, na Comunidade Vida dos Servos de Deus, no S√≠tio Malhada, na zona rural de Arcoverde, Sert√£o de Pernambuco.

Para participar do evento, o interessado deve acessar o site da Fundação Terra (www.fundacaoterra.org.br) e realizar a inscrição. Os valores custam: R$ 150 (profissional), R$ 80 (estudantes e idosos) e R$ 30 (minicursos). Todo valor arrecadado será revertido para ajudar nas obras sociais da organização de Padre Airton.

Serviço:

I Jornada de Gerontologia da Fundação Terra

Tema: Envelhecimento, Seguridade Social e Trabalho no Século XXI

Quando: 22, 23 e 24 de novembro de 2018

Onde: Comunidade Vida dos Servos de Deus, Sítio Malhada, Arcoverde (PE)

Share

Bienal de Pequim abre inscri√ß√Ķes para sele√ß√Ķes de obras de arte

bienal-china-interna

A Bienal Internacional de Arte de Pequim (BIAB) iniciou o processo de sele√ß√£o de obras para sua pr√≥xima edi√ß√£o, que ser√° realizada entre agosto e setembro de 2019. Artistas de todo o mundo podem participar da convocat√≥ria. As inscri√ß√Ķes podem ser feitas at√© 25 de dezembro, por meio do link¬†http://www.bjbiennale.com.cn/en/ParticipationWay/.

O tema da oitava edi√ß√£o da Bienal √© “Um mundo colorido e um futuro compartilhado”. Os organizadores querem que os artistas contribuam com diferentes perspectivas culturais e que trabalhem quest√Ķes compartilhadas, como a deteriora√ß√£o ambiental, o terrorismo, a pobreza e a intelig√™ncia artificial, entre outras.

Com edi√ß√Ķes em 2003, 2005, 2008, 2010, 2012, 2015 e 2017, a Bienal de Pequim tem se firmado como um dos principais eventos do circuito internacional das artes visuais. Desde sua primeira edi√ß√£o, a Bienal j√° contou com mais de um milh√£o de visitantes e com a participa√ß√£o de cerca de quatro mil artistas de mais de 100 pa√≠ses.

A Bienal de Pequim √© organizada pelo Governo Municipal de Pequim e pela Associa√ß√£o de Artistas da China. Diferentemente de outras mostras internacionais, que priorizam instala√ß√Ķes, a BIAB ainda mant√©m a escultura como sua principal forma de express√£o art√≠stica. De acordo com a organiza√ß√£o da mostra, mesmo que coexistam v√°rias abordagens para a express√£o art√≠stica e formas inesgot√°veis de inova√ß√£o, as artes cl√°ssicas seguem como uma fonte de refer√™ncia e esclarecimento para as artes contempor√Ęneas. A BIAB objetiva, deste modo, dar sua pr√≥pria contribui√ß√£o no processo das artes contempor√Ęneas, por meio da constru√ß√£o de uma plataforma internacional para promover os interc√Ęmbios culturais e art√≠sticos entre diferentes pa√≠ses e salvaguardar a diversidade e a abund√Ęncia das artes globais.

Inscri√ß√Ķes

Assessoria de Comunicação

Ministério da Cultura
Share

CONVITE РChá de Memória

convite

N√£o fique de fora desse evento que j√° virou uma tradi√ß√£o do Arquivo P√ļblico de Alagoas. O¬†Ch√° de Mem√≥ria de novembro j√° tem data, dia 27, com o tema VIV√äNCIAS DE ESCRAVOS E A ESCRAVID√ÉO EM ALAGOAS E PERNAMBUCO – S√ČCULOS XVIII E XIX.

A palestra será ministrada pelo Prof. Dr. Gian Carlo de Melo e Prof. Msc. Wellington Gomes, a partir das 16h. Entrada franca e entrega de certificados de participação.

SERVIÇO:

O QUE: Chá de Memória
QUANDO: Dia 27/11, 16h
ONDE: Arquivo P√ļblico de Alagoas – (R. S√° e Albuquerque, s/n – Jaragu√°, Macei√≥)

Será emitido certificado de participação.

Share

Orquestra Sinf√īnica de Teresina abre programa√ß√£o de anivers√°rio do Pal√°cio da M√ļsica nesta quarta (21)

Janderson Alencar (1)

Nesta quarta-feira, dia¬†21 de novembro, a Orquestra Sinf√īnica de Teresina realiza um concerto em comemora√ß√£o dobrada. √Č a inaugura√ß√£o de seu piano de cauda curta dentro da programa√ß√£o de anivers√°rio de sua casa, o Pal√°cio da M√ļsica de Teresina, que em 2018, completa 09 anos de exist√™ncia, √†s 19h30 com entrada franca.

O concerto contar√° com a apresenta√ß√£o do solistas J√Ęnderson Alencar ao piano, David Danilin ao violino e Pedro Queiroz no violoncelo. A mais nova aquisi√ß√£o da Orquestra Sinf√īnica de Teresina, um Fritz Dobbert de ¬ľ de cauda, √© o novo orgulho do grupo.

Os concertos que casam piano √† orquestra s√£o comuns desde a era barroca, com v√°rios exemplos escritos por J. S. Bach e seus contempor√Ęneos. J√° o formato tradicional come√ßou a surgir a partir da forma sonata, durante o per√≠odo do classicismo, atingindo seu auge no per√≠odo rom√Ęntico. Uma das caracter√≠sticas dos concertos desses per√≠odos √© a exist√™ncia de uma parte da obra em que a orquestra para de tocar deixando o solista sozinho, sem pulsa√ß√£o regular, para que ele discorra musicalmente sobre temas apresentados anteriormente. Em algumas ocasi√Ķes, o solista executa o que foi escrito, enquanto em outras, o solista tem a liberdade do improviso.

O piano √© um dos instrumentos com mais pe√ßas escritas para ele, sendo vers√°til, usado em diversos estilos musicais, amplamente utilizado na m√ļsica ocidental, no jazz, samba, bossa nova, para a performance solo e para acompanhamento, caracter√≠sticas que o tornou um dos instrumentos musicais mais conhecidos pelo mundo.

Na quinta (22), a programa√ß√£o continua com outras atra√ß√Ķes, no mesmo hor√°rio. O Pal√°cio da M√ļsica √© mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina por meio da Funda√ß√£o Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC) e fica localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze¬†de Maio, N¬į 1241, Centro.

Share

Programação MinC: celebre o mês da Consciência Negra

dia-da-consciencia-negra

Celebrado por ocasi√£o da data de morte de Zumbi dos Palmares (1655-1695) ‚Äď √≠cone da resist√™ncia negra √† escravid√£o no Brasil ‚Äď, o Dia Nacional da Consci√™ncia Negra (20 de novembro) motiva programa√ß√Ķes especiais, ao longo deste m√™s, em quatro museus administrados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Tamb√©m √© destaque, na Cinemateca Brasileira, o 26¬ļ Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade, o maior evento cultural dedicado √† diversidade da Am√©rica Latina e um dos maiores do mundo. Confira a programa√ß√£o completa abaixo:

CINEMATECA BRASILEIRA

26¬ļ Festival Mix Brasil
Até 18/11
Endere√ßo: Cinemateca Brasileira ‚Äď Largo Senador Raul Cardoso, 207 ‚Äď S√£o Paulo (SP)
Programa√ß√£o tradicional no calend√°rio cultural, chega √† Cinemateca Brasileira o 26¬ļ Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade. O maior evento cultural dedicado √† diversidade da Am√©rica Latina e um dos maiores do mundo.
Neste ano, o Festival exibe mais de 110 filmes nacionais e internacionais de diversos pa√≠ses, 44% dirigidos por mulheres. Al√©m das mostras de cinema, o Mix Brasil apresenta atra√ß√Ķes que envolvem teatro, m√ļsica, literatura, laborat√≥rio audiovisual e confer√™ncias, entre outras. Os ingressos, gratuitos, ser√£o distribu√≠dos na bilheteria uma hora antes de cada sess√£o, sujeito √† lota√ß√£o da sala.
Mais informa√ß√Ķes

Sess√£o ABPA
De 22 a 24/11
Endere√ßo: Cinemateca Brasileira ‚Äď Largo Senador Raul Cardoso, 207 ‚Äď S√£o Paulo (SP)
Este ano a¬†Sess√£o ABPA, que √© uma programa√ß√£o composta por curtas-metragens de diversos arquivos audiovisuais brasileiros, ser√° exibida na Cinemateca Brasileira. A sele√ß√£o tem como eixo curatorial o que se pode chamar de “outros filmes”, categoria que inclui document√°rios educativos, campanhas de sa√ļde, filmes amadores e experimentais.
A Associa√ß√£o Brasileira de Preserva√ß√£o Audiovisual (ABPA) √© uma Associa√ß√£o Civil, de direito privado, sem fins econ√īmicos, de car√°ter cultural, t√©cnico e cient√≠fico. Seu objetivo √© estimular a conscientiza√ß√£o e a promo√ß√£o do interesse p√ļblico pela salvaguarda e acesso ao patrim√īnio audiovisual brasileiro, como fonte hist√≥rica, cultural art√≠stica, educativa e econ√īmica. Os ingressos, gratuitos, ser√£o distribu√≠dos na bilheteria uma hora antes de cada sess√£o, sujeito √† lota√ß√£o da sala.
Mais informa√ß√Ķes

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA

Mostra ‚Äė100 anos do fim da Primeira Guerra Mundial’
At√© 13/01 ‚Äď 10h √†s 17h30 (ter√ßa a s√°bado), 14h √†s 18h (s√°bados e domingos)
Endere√ßo: Funda√ß√£o Casa de Rui Barbosa ‚Äď Rua S√£o Clemente 134 ‚Äď Rio de Janeiro (RJ)
Até 13 de janeiro de 2019 estará em exposição no Museu Casa de Rui Barbosa 23 documentos, preservados na Coleção Família Barbosa de Oliveira, no Arquivo João Pandiá Calógeras e no Arquivo Rui Barbosa, produzidos entre os anos de 1914 e 1920. A entrada é gratuita.
Os documentos registram alguns momentos marcantes e algumas consequ√™ncias do conflito: sua conflagra√ß√£o, o desenvolvimento de organiza√ß√Ķes humanit√°rias, o trabalho das equipes m√©dicas, a participa√ß√£o do Brasil, a vit√≥ria dos pa√≠ses aliados, a organiza√ß√£o da Confer√™ncia de Paz de Paris e a cria√ß√£o da Liga das Na√ß√Ķes.
Mais informa√ß√Ķes

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL  

Projeto Literatura Aberta ‚Äď Falando de Shakespeare
At√© 27/11 ‚Äď 15h √†s 17h
Endere√ßo: Casa da Leitura ‚Äď Rua Pereira da Silva, 86 ‚Äď Rio de Janeiro (RJ)
O M√≥dulo II do projeto ‚ÄėLiteratura Aberta – Falando de Shakespeare’ chega agora √† discuss√£o da quarta pe√ßa, ‚ÄėJ√ļlio C√©sar’, a ser realizada nos dias 13 e 27 de novembro na Casa da Leitura. Esta etapa ter√° a participa√ß√£o de Samuel Abrantes como palestrante convidado, e de Miriam Halfim como coordenadora.
Dentre as 38 pe√ßas escritas por William Shakespeare,¬†J√ļlio C√©sar, de 1599, √© sua obra pol√≠tica por excel√™ncia. Nela se digladiam com maestria o conflito insol√ļvel entre a liberdade e a autoridade, entre o bem p√ļblico e as ambi√ß√Ķes pessoais, entre o dever e o interesse. Nesse trabalho emblem√°tico revela-se, no governante que d√° nome √† pe√ßa, a arrog√Ęncia do poder; em Brutus, o sentimento republicano e o dilema existencial; e em Marco Antonio, a arte da Ret√≥rica.
J√ļlio C√©sar, falando da Roma dos C√©sares, mant√©m-se atual como nunca ao retratar a eterna disputa pelo poder, os jogos pol√≠ticos e de manipula√ß√£o, com a dramaturgia que confirma William Shakespeare como um dos maiores int√©rpretes da alma humana.
Mais informa√ß√Ķes

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS  

Programação Especial Museu da Abolição  
Até 27/11
Endere√ßo: Museu da Aboli√ß√£o ‚Äď Rua Benfica, 1150 ‚Äď Recife (PB)
O¬†Museu da Aboli√ß√£o (MAB), em Recife (PE), encabe√ßa a celebra√ß√£o com exposi√ß√Ķes, performances e semin√°rio. Durante todo o m√™s, o museu oferece ao p√ļblico a exposi√ß√£o tempor√°ria “Os da Minha Rua: Po√©ticas de R/exist√™ncia de Artistas afro-brasileiros”. A mostra re√ļne a produ√ß√£o visual de dez artistas negros contempor√Ęneos, levantando importantes quest√Ķes sobre a cultura africana e a cultura afro-brasileira e questionamentos em rela√ß√£o ao lugar da negra e do negro na sociedade brasileira.
Como parte da programa√ß√£o para o M√™s da Consci√™ncia Negra, o MAB promove performance com Ana Lira, uma das artistas que exp√Ķem obras na mostra em cartaz, nos dias 10, 17 e 23 de novembro, sempre √†s 15h. No dia 21, no mesmo hor√°rio, o convidado para realizar performance √© o artista Carlito Person; e no dia 28, das 16h √†s 20h, a convidada √© a artista negra contempor√Ęnea Priscila Rezende.
A programa√ß√£o especial inclui ainda o Semin√°rio Protagonismo Negro nas Lutas Libert√°rias, que o MAB recebe no pr√≥ximo dia 27 a partir das 14h. O evento ser√° realizado em parceria com a Funda√ß√£o Joaquim Nabuco (Fundaj) e a C√°tedra Gilberto Freire/UFPE. O p√ļblico tamb√©m poder√° visitar durante todo o m√™s as exposi√ß√Ķes de longa dura√ß√£o “130 Anos: Aboli√ß√£o?” e “Novos Objetos, Novas Cole√ß√Ķes”.
Mais informa√ß√Ķes

Programação Especial Museu das Bandeiras
Até 27/11
Endere√ßo: Museu da Aboli√ß√£o ‚Äď Pra√ßa Brasil Caiado ‚Äď Cidade de Goi√°s (GO)
No¬†Museu das Bandeiras, em Goi√°s (GO), a difus√£o da mem√≥ria afro-brasileira ter√° lugar em programa√ß√Ķes como o “Varal de Mem√≥rias”, que em novembro ter√° como tema “Sujeit@s Negr@s”. A ideia √© evidenciar personalidades negras da cidade, de Goi√°s e do Brasil como um todo que alcan√ßaram fama como artistas, intelectuais, acad√™micos, escritores, juristas, pol√≠ticos e l√≠deres sociais.
O museu tamb√©m receber√° nos pr√≥ximos dias a exposi√ß√£o “Arcelina em √Āfrica: olhares, trocas e sensa√ß√Ķes”, resultado da peregrina√ß√£o da jornalista paulista Arcelina P√ļblio Dias pelo continente africano nos anos 1990. O recorte visual √© de sua passagem por Angola, pa√≠s que possui estreitos e tristes la√ßos com o Brasil em virtude da escravid√£o no per√≠odo colonial.
Ainda como parte da programa√ß√£o especial, o setor de Arquivologia do Museu das Bandeiras promover√° ao longo deste m√™s a√ß√Ķes p√ļblicas voltadas √† democratiza√ß√£o do seu acervo, como a j√° realizada aula aberta “Escravid√£o e Cadeia em Goi√°s” (foto), na qual foram apresentados documentos que revelam detalhes sobre a escravid√£o em Vila Boa de Goi√°s, bem como o cotidiano da antiga Casa de C√Ęmara e Cadeia, situada no pr√©dio que hoje sedia a institui√ß√£o.
Mais informa√ß√Ķes

Programação Especial Museu de Arte Religiosa e Tradicional
21 e 29/11 ‚Äď 14h √†s 18h
Endere√ßo: Museu de Arte Religiosa e Tradicional ‚Äď Largo de Santo Ant√īnio, s/n¬ļ ‚Äď Cabo Frio (RJ)
O¬†Museu de Arte Religiosa e Tradicional, em Cabo Frio (RJ), promove nos dias 7, 8, 21 e 29, sempre √†s 14h, sess√Ķes de conversa com Ricardo Alves, curador da exposi√ß√£o tempor√°ria “Terra de Quilombo, Retrato de uma Etnia” para escolas previamente agendadas.
Mais informa√ß√Ķes

Programação Especial Museu Regional Casa dos Ottoni
24/11
Endere√ßo: Museu Regional Casa dos Ottoni ‚Äď R. Matosinhos, 329-423 ‚Äď Serro (MG)
O¬†Museu Regional Casa dos Ottoni, em Serro (MG), promove no pr√≥ximo dia 24, a partir das 14h, o¬†II Encontro Meu Cabelo Natural. Voltado ao fortalecimento da autoestima e empoderamento afro, o evento contar√° com oficinas de cortes e penteados, desfile e apresenta√ß√£o de grupo de capoeira, entre outras atra√ß√Ķes.
Mais informa√ß√Ķes

Exposi√ß√£o ‚ÄėS√£o Francisco na Arte de Mestre Italianos’
At√© 27/1 ‚Äď 10h √†s 17h (ter√ßa a sexta), 13h √†s 17h (s√°bado e domingo)
Endere√ßo: Museu Nacional de Belas Artes ‚Äď Avenida Rio Branco, 199 ‚Äď Rio de Janeiro (RJ)
Com curadoria do especialista em História da Arte, Giovanni Morello e de Stefano Papetti, a mostra inclui obras de Perugino, Guido Reni e Tiziano, entre outros, apresentando as fases mais relevantes da representação de São Francisco.
As obras que comp√Ķem a exposi√ß√£o s√£o acervos de 15 museus de 7 cidades italianas: Galleria Corsini, Palazzo Barberini, Musei Capitolini, Museo di Roma, Museo Francescano dell’Istituto Storico dei Cappuccini (Roma); Pinacoteca Civica, Sacrestia della chiesa di San Francesco, Convento Cappuccini (Ascoli Piceno); Museo Nazionale d’Abruzzo (L’Aquila), Galleria Nazionale dell’Umbria (Perugia); Istituto Campana per l’Istruzione permanente (Osimo); Museo Civico (Rieti), Pinacoteca Nazionale (Bolonha) e Duomo di Novara (Novara). A mostra conta ainda com uma importante obra de Ludovico Cardi (dito Il Cigoli), “St. Francis Contemplating a Skull”, propriedade do colecionador e ator americano Federico Castelluccio.
A mostra também inclui uma sala de Realidade Virtual que vai transportar o visitante para a Basílica Superior de Assis (1228), cidade natal do santo na região da Úmbria, no centro da Itália, com o uso de óculos de tecnologia 3D, onde será possível caminhar por uma das mais importantes e belas basílicas do país e conhecer obras-primas do pintor italiano Giotto (1267-1337), artista símbolo dos períodos medieval e pré-renascentista.
Mais informa√ß√Ķes

Mostra ‚ÄėO desenho de Lasar Segall’
At√© 17/6 ‚Äď quarta a segunda-feira, de 11h √†s 19h
Endere√ßo: Museu Lagar Segall ‚Äď Rua Berta, 111 ‚Äď S√£o Paulo, SP
Com curadoria de Giancarlo Hannud, diretor do museu, a mostra “O desenho de Lasar Segall” traz 54 desenhos dos mais de 2,4 mil que integram o acervo da institui√ß√£o, revelando a inesgot√°vel riqueza expressiva e t√©cnica de sua produ√ß√£o.
Mais informa√ß√Ķes

FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES  

Foto: Cl√°udio Higa

Espet√°culos ‚ÄėAto infinito’ e ‚ÄėDan√ßa para Camille’
17/11 ‚Äď 19h
Endere√ßo: Alameda Nothmann, 1058, Campos El√≠seos ‚Äď S√£o Paulo (SP)
Ato infinito apresenta, num espaço em colapso, corpos que insistem após o desmoronamento. As existências ganham urgências diante de um risco iminente, acontecido, suposto ou anunciado. Bordas e centros tornam-se móveis. Aglutinar-se é uma necessidade para resistir, existir até a exaustão.
J√°¬†Dan√ßa para Camille¬†√© inspirado¬†na¬†vida e na obra da escultura francesa Camille Claudel. O espet√°culo traz √† cena a performatividade do feminino; corpos s√≥s, acompanhados de seus duplos; frente e verso; luz e sombra. A coreografia teve como ponto de¬†partida um dueto que comp√Ķe o trabalho¬†Corpos Fr√°geis,¬†da Cia Fragmento de Dan√ßa.
Mais informa√ß√Ķes

Espet√°culos ‚ÄėSitua√ß√£o 3#: posi√ß√£o amorosa¬†e¬†‚ÄėRelation X’
18/11 ‚Äď 18h
Endere√ßo: Alameda Nothmann, 1058, Campos El√≠seos ‚Äď S√£o Paulo (SP)
Situa√ß√£o 3#: posi√ß√£o amorosa¬†faz parte de uma s√©rie que Wellington Duarte vem construindo desde 2016, por meio de a√ß√Ķes que evocam diretamente o corpo e suas capacidades, o corpo e suas pot√™ncias, buscando instaurar um car√°ter insurgente no corpo, de modo a construir situa√ß√Ķes coreogr√°ficas em suas pot√™ncias pol√≠ticas. No espet√°culo, Wellington e Daniel Fagundes dialogam com a obra homoer√≥tica de Hudinilson Jr.
Relation X, por sua vez, investiga a t√©cnica de contato improvisa√ß√£o, elemento fundamental da pesquisa desenvolvida pelo N√ļcleo. As rela√ß√Ķes de corpo e movimento fazem emergir quest√Ķes como aceita√ß√£o, rejei√ß√£o, preconceito, discrimina√ß√£o e poder. Na obra, h√° cenas que sugerem a narrativa de conflitos e, por meio da improvisa√ß√£o c√™nica, buscam explorar os limites f√≠sicos de situa√ß√Ķes a que as rela√ß√Ķes est√£o sujeitas, passando por um largo espectro de emo√ß√Ķes: do amor ao √≥dio.
Mais informa√ß√Ķes

Mostra de xilogravuras sobre o imagin√°rio nordestino
At√© 19/11 ‚Äď 11h √†s 21h
Endere√ßo: Alameda Nothmann, 1058, Campos El√≠seos ‚Äď S√£o Paulo (SP)
In√©dita no pa√≠s, a mostra Besti√°rio Nordestino, que ocupa a Galeria Fl√°vio de Carvalho, no Complexo Cultural Funarte SP, √© composta por dezenas de obras de xilogravura. A curadoria dos artistas Rafael Limaverde e Marquinhos Abu re√ļne imagens que resgatam a hist√≥ria e o imagin√°rio do povo do Nordeste. O projeto foi contemplado com o Pr√™mio Funarte Conex√£o Circula√ß√£o Artes Visuais ‚Äď Galerias Funarte de Artes Visuais S√£o Paulo. A visita√ß√£o se estende de 5 de outubro a 25 de novembro, de segunda a sexta, de 11h √†s 19h; s√°bado e domingo, das 11h √†s 21h.
Mais informa√ß√Ķes

Espet√°culo ‚ÄėMuseu das Pequenas Coisas’
At√© 24/11 ‚Äď 20h30 (s√°bados e domingos)
Endere√ßo: Alameda Nothmann, 1058, Campos El√≠seos ‚Äď S√£o Paulo (SP)
A pe√ßa¬†Museu das Pequenas Coisas¬†narra a trajet√≥ria de uma mulher que busca no cais o ref√ļgio para um conflito e v√™, no oceano que se abre √† sua frente, a possibilidade de um horizonte salvador. Com uma mala ba√ļ, que abriga seus objetos e mem√≥rias, ela espera o resgate e se v√™ diante da necessidade de escolher o que levar consigo e o que deixar para tr√°s.
O espet√°culo, constru√≠do de modo independente e colaborativo, tem texto da atriz Lilian Guerra, com a colabora√ß√£o da diretora Cida Almeida, al√©m de anima√ß√Ķes e imagens da artista multim√≠dia Ana Luiza Anker. A partir do encontro dessas tr√™s profissionais, mediadas por Lilian Guerra, a obra explora a intersec√ß√£o entre atriz, imagem e objeto de anima√ß√£o, a condu√ß√£o e a parceria no jogo c√™nico.
Mais informa√ß√Ķes

Exposi√ß√£o ‚ÄėM√£e Preta’
At√© 25/11 ‚Äst11h √†s 19h, fins de semana at√© 21h
Endere√ßo: Alameda Nothmann, 1058, Campos El√≠seos ‚Äď S√£o Paulo (SP)
As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas de meados do s√©culo XIX ao in√≠cio do s√©culo XX, s√£o o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel L√∂fgren e Patricia Gouv√™a para a realiza√ß√£o da exposi√ß√£o M√£e Preta, que recebeu o Pr√™mio Funarte Conex√£o Circula√ß√£o Artes Visuais de 2016. A mostra j√° foi exibida no Rio de Janeiro, em 2016, e tamb√©m em Belo Horizonte, em 2017, no Pal√°cio das Artes. Ap√≥s o sucesso de p√ļblico, a exposi√ß√£o chega a S√£o Paulo, na Galeria Mario Schenberg, da Funarte. A¬† mostra segue em cartaz at√© 25 de novembro, reunindo fotografias, v√≠deos, instala√ß√Ķes, performance e literatura.
Mais informa√ß√Ķes

Espet√°culo ‚ÄėYerma’
At√© 29/11 ‚Äď 19h (quartas e quintas)
Endere√ßo: Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro ‚Äď Rio de Janeiro (RJ)
O espet√°culo¬†Yerma¬†√© baseado na obra hom√īnima escrita em 1934 pelo poeta espanhol Federico Garc√≠a Lorca. A a√ß√£o se passa no meio rural e conta a trajet√≥ria de uma mulher que n√£o consegue realizar o desejo de ser m√£e. Diversas situa√ß√Ķes e conflitos s√£o retratados na trama, quest√Ķes relacionadas √† conviv√™ncia social, aos relacionamentos, √† religiosidade e honra, principalmente feminina. Temas que o autor trabalhou nesse texto de forma po√©tica e cr√≠tica.
Mais informa√ß√Ķes

Espet√°culo ‚ÄėJogos na hora da sesta’
At√© 2/12 ‚Äď Sextas e s√°bados, √†s 20h30, e domingos, √†s 18h
Endere√ßo: Teatro de Arena Eug√™nio Kusnet. Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque ‚Äď S√£o Paulo (SP)
Um grupo de crianças brinca no parquinho da rua. Os jogos que se desenrolam ao longo do dia abrem brechas para que a personalidade de cada criança seja revelada. Assim, as brincadeiras incitam jogos de poder, violência e crueldade.
O espetáculo, com texto de Roma Mahieu, foi lançado em 1976, durante a ditadura militar na Argentina, e aborda a hostilidade do ponto de vista de quem violenta e de quem é violentado. Em uma tentativa de driblar a censura do regime vigente, a autora retrata a violência nas brincadeiras infantis. As balinhas, o capacete e a bicicleta funcionam como moedas de troca para que a hierarquia entre as crianças se estabeleça. Mas a tentativa falhou: em 1978, Jogos na hora da sesta foi censurado e Roma Mahieu passou a viver em Madri, Espanha.
Mais informa√ß√Ķes

Espet√°culo ‚ÄėNerium Park’
At√© 2/12 ‚Äď Sexta a domingo, √†s 19h
Endere√ßo: Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro ‚Äď Rio de Janeiro (RJ)
Em cena, Miguel e Malu s√£o um casal de classe m√©dia √† procura de qualidade de vida e da possibilidade de construir uma fam√≠lia longe da loucura da cidade. A compra de um apartamento no condom√≠nio Nerium Park, um empreendimento residencial, parece ser a tradu√ß√£o desse sonho. Mas o entusiasmo inicial do casal com o conforto e o espa√ßo da nova casa, com piscina e um parque, vai desaparecendo √† medida que os meses passam e ningu√©m mais se muda para os pr√©dios. √Č como se os dois vivessem em uma cidade fantasma. A crise econ√īmica e o desemprego afastam os poss√≠veis compradores, ent√£o o casal se v√™ isolado num estilo de vida que parecia perfeito. Por√©m, quando uma terceira pessoa aparece no condom√≠nio, a trama ganha um outro sentido.
Mais informa√ß√Ķes

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

Share