Arquivos da categoria: Textos

SAÚDE | Esporte brasileiro paralisa competições e atividades como medida preventiva à disseminação do Novo Coronavírus

Comitês Olímpico, Paralímpico, de Clubes, além de confederações de várias modalidades anunciaram suspensão de ações e torneios

O esporte brasileiro aderiu de forma abrangente as recomendações de saúde necessárias para conter a disseminação do Covid-19, o novo Coronavírus. Desde as entidades que fazem a gestão do esporte de alto rendimento, como comitês Olímpico, Paralímpico e de Clubes, além de dezenas de confederações esportivas, todos adiaram atividades, competições e seletivas num esforço para evitar o contágio de atletas, técnicos, torcedores e profissionais ligados à engrenagem produtiva do esporte.

Competições de atletismo estão paradas até 30 de abril.

Muitas das decisões foram oficializadas neste fim de semana, como resposta à decretação da classificação da crise do Coronavírus como Pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Entidades que representam esportes como tênis, atletismo, vôlei, basquete, desportos aquáticos, futebol e judô já oficializaram a suspensão de atividades, algumas por tempo indeterminado, outras por 15 dias, e algumas até o fim de abril.

“A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos tomou a decisão com o objetivo de zelar pela saúde e integridade de atletas, treinadores e toda comunidade aquática envolvida”, indica nota divulgada nesta segunda-feira (16.03) pela entidade responsável por modalidades como natação, maratonas aquáticas, nado artístico, saltos ornamentais e polo aquático, que optou por 21 dias de inatividade.

A Confederação Brasileira de Vôlei, que havia adotado num primeiro momento a realização de partidas da Superliga Nacional sem a presença de público, reviu a decisão no fim de semana e anunciou a suspensão de todas as competições da modalidade por 15 dias.

“A comissão de crise da CBV se reuniu com o Dr. João Olyntho, um dos médicos das seleções brasileiras, na manhã de sábado, e consultou o presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, representante de clubes da CBV, e o levantador Raphael Oliveira, presidente da Comissão de Atletas, e os técnicos Renan Dal Zotto e José Roberto Guimarães em nome de todos os treinadores – todos concordaram com a decisão”, indicou o comunicado da CBV.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por sua vez, determinou a paralisação das atividades do esporte de maior apelo popular do país por tempo indeterminado. Estão suspensos os jogos da Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20. “Sabemos e assumimos a responsabilidade do futebol na luta contra a expansão da COVID-19 no Brasil”, afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Uma das piscinas no CT Paralímpico de São Paulo. Atividades suspensas até 5 de junho. Foto: Abelardo Mendes Jr./ Ministério da Cidadania

Comitês e secretaria engajados

O Comitê Paralímpico Brasileiro, responsável maior pelo esporte adaptado no país, também reforçou o coro. O presidente da entidade, Mizael Conrado, decidiu suspender competições e atividades no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo, principal legado de infraestrutura dos Jogos Olímpicos Rio 2016,

“Todos os eventos que seriam realizados no CT Paralimpico até 5 de junho de 2020 estão cancelados. Da mesma forma, as atividades do centro de formação e os treinamentos dos clubes estão suspensos”, reforçou Conrado em suas redes sociais.

O Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) também fez sua parte. A entidade, que abriu 2020 com uma previsão de 276 campeonatos brasileiros interclubes ao longo do ano, envolvendo 38 esportes e 31 confederações, adiou os eventos previstos para as próximas semanas. “O CBC segue mantendo intensa comunicação com Confederações e Ligas Esportivas para que as competições se realizem em novas datas”.

O Comitê Olímpico Brasileiro, por sua vez, anunciou uma série de medidas e adaptações referentes aos efeitos do Covid-19, tendo como prioridade “a preservação da saúde e da integridade física dos atletas e de todos os demais envolvidos na preparação da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020”.

Entre as medidas anunciadas pela entidade estão os cancelamentos do Festival 100 dias para Tóquio, previsto para 18, 19 e 21 de abril, em Brasília, e do Encontro Olímpico que seria realizado em 2 de maio, no CT Time Brasil, no Rio de Janeiro, com atletas e técnicos classificados para os Jogos Tóquio 2020. A entidade também informou que não enviará representantes para a visita de inspeção ao Japão que estava prevista para a semana de 15 a 22 de março.

No âmbito da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, uma série de eventos também foram revistos, em especial os agendados para março pela Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor. A pasta cancelou a Cerimônia de Premiação do Prêmio Brasil de Teses e Dissertações, prevista para 26 de março, em Brasília, além do Lançamento da Academia & Futebol na Universidade Federal de Alagoas, em Maceió, previsto para 27 de março. Também terão as datas revistas o lançamento do Projeto Integra Brasil em Cavalcante (GO), originalmente previsto para 27 e 28 de março, e o Lançamento da Academia & Futebol na Universidade de Viçosa (MG), previsto para 31 de março.

Laís Nunes, do wrestling, garantiu a vaga em Tóquio no sábado: integrante da Bolsa Atleta do governo federal. Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Corrida olímpica alterada

No plano internacional, as federações responsáveis pela gestão das modalidades olímpicas e paralímpicas no cenário internacional também adotaram políticas de suspensão de torneios, seletivas e competições pré-olímpicas.

O Comitê Olímpico Internacional, o governo do Japão e os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 reforçam o discurso de manutenção das datas originais previstas para os megaeventos, de 24 de julho a 9 de agosto para os Jogos Olímpicos e de 25 de agosto a 6 de setembro para os paralímpicos.

Em função desse cenário de suspensão dos torneios, entretanto, o COI e o IPC não descartam a revisão de critérios de classificação e de formalização dos rankings que servirão para determinar os atletas que terão direito de participar dos eventos.

Bolsa Atleta onipresente

Com o fim de algumas seletivas realizadas no último fim de semana, em especial no wrestling, o Brasil totalizou 177 vagas olímpicas confirmadas. Desse total, 50 são nominais (as outras dependem de convocação). Entre essas 50, 46 (92%) são ocupadas por atletas que fazem parte do Bolsa Atleta, programa da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. O investimento federal previsto nesses atletas em 2020 é de R$ 5,8 milhões.

Nos Jogos Paralímpicos, o Bolsa Atleta, até agora, é onipresente. Das 148 vagas já confirmadas pela delegação nacional, 28 são nominais, com 100% de bolsistas. O investimento federal programado para 2020 nesse grupo é de R$ 4,1 milhões.

Ascom РSecretaria Especial do Esporte, Minist̩rio da Cidadania

Share

NOTA DE ESCLARECIMENTO | “Benefício para comprar produtos de limpeza e máscara” é Fake News

São falsas as informações divulgadas, principalmente por grupos de WhatsApp, sobre um suposto benefício para compra de produtos de limpeza e máscaras para prevenir o coronavírus.

O Ministério da Cidadania esclarece que são falsas as informações divulgadas, principalmente por grupos de WhatsApp na internet, sobre um suposto benefício para compra de produtos de limpeza e máscaras para prevenir o coronavírus. Segundo as notícias inverídicas, o Governo Federal estaria oferecendo R$ 470 aos beneficiários do Bolsa Família para a compra desses produtos.

Print da mensagem falsa disseminada em muitos grupos de WhatsApp

O que é verdadeiro é que na segunda-feira (16.03) foi anunciada a inclusão de 1,2 milhão de famílias no Bolsa Família, como parte dos esforços do Governo Federal para amenizar o impacto do coronavírus no país.

Na página do Ministério da Cidadania, há informações atualizadas sobre o Bolsa Família e sobre outros programas sociais.

Novas ações que porventura vierem a ser tomadas serão informadas por meio dos canais oficiais.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
www.cidadania.gov.br/imprensa

Share

ASSISTÊNCIA SOCIAL | Medidas de combate ao coronavírus incluem reforço ao Bolsa Família, que terá a inclusão de 1,2 milhão de famílias

Governo federal vai injetar quase R$ 150 bilhões na economia, priorizando ações direcionadas à população mais vulnerável

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (16.03) que vai injetar até R$ 147,3 bilhões na economia nos próximos três meses para amenizar o impacto do coronavírus no país. Entre as medidas, está o reforço no Programa Bolsa Família, com a inclusão de 1,2 milhão de famílias beneficiadas. O impacto das ações na área social será de até R$ 3,1 bilhões.

34ca243212f5428fa9b095a3476dbf19

“Iríamos anunciar na próxima quarta-feira, no Senado Federal, a inclusão de mais 200 mil famílias no Bolsa Família. Agora, com a liberação de recursos que acaba de ser divulgada, podemos incluir mais 1 milhão de famílias”, destacou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

“Assim, mais de 1 milhão e 200 mil famílias passarão a receber o benefício. Serão mais de 14 milhões e 200 mil famílias atendidas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, que está cuidando de quem realmente mais precisa”, completou Onyx Lorenzoni.

De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, a maior parte dos recursos vem de remanejamentos, de linhas de crédito e de antecipações de gastos, sem comprometer o espaço fiscal no Orçamento. Até R$ 83,4 bilhões serão aplicados em ações para a população mais vulnerável, até R$ 59,4 bilhões para a manutenção de empregos e pelo menos R$ 4,5 bilhões para o combate direto à pandemia.

“Vamos cuidar dos mais idosos. Já anunciamos R$ 23 bilhões para entrar em abril e mais R$ 23 bilhões para maio”, disse Guedes, referindo-se à antecipação de parcelas do pagamento do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS. Também serão antecipados os abonos para junho, o que dá R$ 12 bilhões.

O governo definiu como prioritárias três das 19 propostas em tramitação no Congresso Nacional enviadas na última semana. A primeira é a Proposta de Emenda à Constituição do Pacto Federativo, que descentraliza recursos da União para estados e municípios. A segunda é a aprovação do projeto de lei que autoriza a privatização da Eletrobrás. E a terceira é o Plano de Equilíbrio Fiscal, programa de socorro a estados pouco endividados, mas com dificuldades financeiras por conta do comprometimento com salários de servidores.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
http://cidadania.gov.br/salaimprensa/atendimento-a-imprensa

Share

CAMPANHA | Coronavírus: fique atento aos sintomas e às formas de prevenção da doença

Ministério da Saúde orienta profissionais em todo o país para disseminar informação correta sobre o vírus e combater as notícias falsas

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Diante da chegada do coronavírus (Covid-19) ao Brasil, faz-se necessária uma ação contundente do Ministério da Saúde em torno do tema. Assim, além de orientar os profissionais de saúde em todo o país para lidar com a doença, o Ministério está lançando uma campanha para disseminar informação e combater as notícias falsas que têm circulado na Internet acerca do coronavírus no país. Afinal, a informação é a melhor forma de prevenção. Confira o vídeo abaixo.

Com a campanha, o Ministério da Saúde busca divulgar, em seus canais de comunicação e por meio de veículos de mídia, informações precisas sobre o coronavírus (Covid-19), esclarecendo à população como se proteger e proteger suas famílias, como o vírus é transmitido, como evitar a contaminação, quais são os sintomas da doença e o que fazer em caso de suspeita de contágio, colocando-se sempre como principal fonte de informação e combate ao coronavírus.

Quanto às fake news, o Ministério da Saúde tem uma página e um canal de WhatsApp para desmistificar as notícias falsas que têm circulado nas redes sobre saúde. Por meio deles, a população pode verificar a veracidade das informações que recebe no site do próprio Ministério e pelo Saúde Sem Fake News: (61) 999289-4640.

Também há comunicação direcionada àqueles que estavam viajando ou irão viajar para países ou cidades com ocorrência de coronavírus (Covid-19).

A estratégia de comunicação tem como base o conhecimento técnico do Ministério, bem como todas as informações que vêm sendo levantadas ao redor do mundo. Além disso, o Ministério da Saúde vem atualizando constantemente seu site com as informações sobre o coronavírus (Covid-19) e buscando esclarecer as dúvidas e questionamentos da população em suas redes.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Saúde

Share

CIDADANIA | Onyx Lorenzoni toma posse como novo ministro da Cidadania

Cerimônia de transmissão de cargo reuniu políticos e autoridades nesta terça-feira (18/02), no Palácio do Planalto, em Brasília

Brasília – O deputado licenciado Onyx Lorenzoni tomou posse nesta terça-feira (18/02) como novo ministro da Cidadania. A cerimônia de transmissão de cargo, no Palácio do Planalto, em Brasília, foi conduzida pelo presidente Jair Bolsonaro e contou com a presença de ministros, políticos e autoridades. Na solenidade, também foi empossado o novo ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Souza Braga Netto.

Foto: Alan Santos/PR

Foto: Alan Santos/PR

Até então titular da Casa Civil, Onyx passa agora a comandar a pasta responsável pelas áreas de desenvolvimento social e esporte do governo federal. O Ministério da Cidadania abriga programas como Bolsa Família, Criança Feliz, Progredir, Bolsa Atleta, além da Lei de Incentivo ao Esporte. Em seu discurso de posse, Onyx reforçou o compromisso com o governo do presidente Jair Bolsonaro.

“É com o princípio da lealdade, de servir ao Brasil, inspirado no senhor presidente, que vamos continuar a nossa tarefa. Parto para um novo desafio, uma nova missão conferida pelo senhor presidente. Vou seguir o trabalho iniciado pelo ministro Osmar Terra, executado com clareza, com sensibilidade e com amor ao próximo”, disse Onyx.

O presidente Jair Bolsonaro expressou confiança no trabalho do ministro. “Nesse momento, Onyx está incumbido de, dentro do time, não mudar de camisa, mas mudar apenas a numeração da mesma e dar prosseguimento ao trabalho de Osmar Terra, que, até o momento, foi feito com muita galhardia. Confiamos em você, Onyx, acreditamos no seu potencial. Você vai dar prosseguimento a esse trabalho e aperfeiçoá-lo”, ressaltou.

Bolsonaro também agradeceu a dedicação do antecessor de Onyx à frente do Ministério da Cidadania, o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), presente à cerimônia. “Conseguimos no ano passado, por meio do seu ministério, o prêmio internacional do Criança Feliz. Muito obrigado, Osmar Terra. Continuaremos, mais do que amigos, unidos pelo destino do nosso Brasil”, concluiu o presidente.

Perfil

Gaúcho de Porto Alegre, Onyx Lorenzoni é veterinário, foi duas vezes deputado estadual no RS e está no quinto mandato como Deputado Federal. Menos impostos, direito à legítima defesa, segurança pública e combate à corrupção são suas principais marcas.

Reconhecido como um dos mais combativos parlamentares, Onyx fez parte de momentos históricos do país, como a CPMI dos Correios, que revelou o esquema do Mensalão, a CPI da Petrobras e teve atuação destacada na relatoria do projeto das Medidas Contra a Corrupção e Enriquecimento Ilícito, baseado nas 10 medidas do MPF.

Aliado de primeira hora do projeto de Jair Bolsonaro, Onyx foi o coordenador do Plano de Governo e, após a vitória de Bolsonaro, foi designado para coordenar a transição governamental, como ministro extraordinário. Em 2019, foi empossado no cargo de Ministro de Estado Chefe da Casa Civil, onde permaneceu até ser designado ministro de Estado da Cidadania.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
www.cidadania.gov.br/imprensa

Share

#NÃOTEMDESCULPA | Governo Federal lança campanha contra importunação sexual durante o carnaval

Campanha conta com peças publicitárias que apontam as principais desculpas utilizadas pelas pessoas para cometer os assédios

Desde 2018 está em vigor a Lei 13.718, que criminaliza os atos de importunação sexual e divulgação de cenas de estupro, nudez, sexo e pornografia. A pena para as duas condutas é prisão de 1 a 5 anos. A importunação sexual foi definida em termos legais como a prática de ato libidinoso contra alguém sem a sua anuência “com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”.

Ligue 180 para denunciar os casos de importunação sexual ou procure o policial mais próximo. - Foto ilustrativa: Carnaval de Olinda/olinda.pe.gov.br

Ligue 180 para denunciar os casos de importunação sexual ou procure o policial mais próximo. – Foto ilustrativa: Carnaval de Olinda/olinda.pe.gov.br

Para prevenir e conscientizar a população sobre a importunação sexual, o Governo Federal divulga, a partir desta terça-feira (18), campanha com o tema “Assédio é Crime. #Nãotemdesculpa”. O objetivo é combater esse tipo de crime que, durante o carnaval, se esconde por trás de subterfúgios como: “achei que ela queria”, “mas foi só um beijinho”, “é carnaval”, e “foi o álcool”.

A campanha conta com peças publicitárias que apontam as principais desculpas utilizadas pelas pessoas para cometer esses crimes e destacando que não há desculpa para essas condutas.

 Veja algumas peças da campanha:

Banner 1 carnaval 2019 Banner carnaval 2 Banner carnaval 3

Com informações da Casa Civil e do Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos.

Share

CULTURA | Museu da Cidade expõe fotos históricas do Carnaval do Recife

O Museu da Cidade do Recife tem uma surpresa para os apaixonados por fotografias históricas e pelo Carnaval. No próximo domingo (9), a partir das 10h, será lançada mais uma edição do projeto “Leve História para Casa”, desta vez com imagens emblemáticas do Carnaval recifense das décadas de 1940 e 50. As 42 fotografias selecionadas ficarão em exposição no Museu até o dia 3 de março, mas os visitantes podem comprar as imagens já neste domingo e resgatá-las após o término da mostra, a partir de 4 de março. O visitante também poderá encomendar as imagens, caso já tenha sido vendida, nos formatos A2, A3 e A4.

“Leve História para Casa” reúne fotos emblemáticas da folia recifense das décadas de 1940 e 50. Visitantes poderão comprar as imagens (Foto: Divulgação)

“Leve História para Casa” reúne fotos emblemáticas da folia recifense das décadas de 1940 e 50. Visitantes poderão comprar as imagens (Foto: Divulgação)

Nesta segunda edição do projeto, o Museu convidou pesquisadora Maria Alice Amorim, reconhecida por seus inúmeros trabalhos e projetos no campo cultural, para fazer a curadoria das imagens, muitas assinadas pelos fotógrafos Alexandre Berzin, Mário de Carvalho, Roberto Cavalcanti, José Césio e Severino Fragoso. São registros em preto e branco de passistas de frevo, caboclinhos, reis e rainhas do Maracatu, caboclos de lança, desfile de blocos e muitos fantasiados.

As imagens, impressas em Fine Art em papel de algodão, serão vendidas pelo valor de R$ 50 para o tamanho A4 (21X29.7cm); R$ 80 para o tamanho A3 (29.7X42cm); e R$ 120 para o tamanho A2 (42X59cm). Todas as fotografias trarão em seu verso o nome do autor, ano da foto, local, e a numeração correspondente negativo (original) que faz parte do acervo, além de um agradecimento especial pelo apoio às atividades do Museu. Os recursos obtidos com a venda serão investidos em novas exposições e projetos do MCR.

INICIATIVA – A proposta do “Leve história para casa” é compartilhar o acervo do Museu com os recifenses e turistas, prática já adotada em vários museus do mundo. No MCR, a ideia surgiu após o sucesso, em dezembro de 2018, da venda de fotografias usadas em exposições antigas do MCR. Já a primeira edição do “Leve história” ocorreu em agosto de 2019, e teve como curadora convidada a fotógrafa Renata Victor, que selecionou imagens de locais conhecidos da cidade.

Serviço

Leve História para Casa

Abertura da exposição com venda de fotos: domingo, 9, às 10h.
Endereço: Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.
Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados, das 9h às 16h.
Quanto: entrada gratuita

Museu da Cidade do Recife – 3134-3750

www.museudacidadedorecife.org

Share

Secult lança o Mapeamento das Quadrilhas Juninas do Ceará

WhatsApp-Image-2020-02-14-at-10.07.02-600x600

Os Festejos Ceará Junino se inserem nas Políticas de Patrimônio Cultural e Memória como reconhecimento das manifestações populares do Ciclo Junino, com objetivos de contribuir para a ampliação e o fortalecimento das Políticas de Patrimônio Imaterial no Estado do Ceará; reconhecer, valorizar e promover os saberes e fazeres tradicionais da cultura junina cearense; incentivar e difundir os processos da produção, difusão, formação e fruição das manifestações culturais populares dos festejos juninos; e fortalecer as manifestações do ciclo junino no circuito cultural e turístico do Ceará, previsto no Plano Estadual de Cultura, instituído pela Lei estadual Nº 16.026, de 1º de junho de 2016.

Dessa forma, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará lança o Mapeamento das Quadrilhas Juninas do Ceará, com o objetivo de realizar o levantamento da quantidade e localização das quadrilhas juninas que o Ceará possui, para fins de reconhecimento e fortalecimento dessa tão significativa manifestação da cultura cearense. O Mapeamento acontecerá de 17 de fevereiro a 31 de maio de 2020, através do formulário https://docs.google.com/forms/d/1Bu6SWOVN1FWmeSeE1Wof4IoRiLg_X_EB6MszVsjxk_I.

É importante destacar o novo Quadro de Regionalização do Estado do Ceará, conforme Lei Complementar 154, de 20 de outubro de 2015, que altera a configuração dos municipios por região do Estado: Segue o link para verificar em qual região se encontra o seu munícipio: https://www.seplag.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/14/2012/08/Nova-Regionaliza%C3%A7%C3%A3o.pdf.

Esta é uma ação inédita da Secretaria da Cultura do Ceará e foi apresentada durante a Leitura Pública do edital Ceará Junino 2020.

Tira-Dúvidas:

quadrilhajunina@secult.ce.gov.br
Tel: (85) 3101- 6770

Share

RECIFE | Exposição revisita edições passadas da troça carnavalesca Segurando o Talo

Lançamento da mostra acontece no sábado (15), às 9h, durante concentração do bloco no Campus Gilberto Freyre, em Casa Forte, no Recife

Em um convite para revisitar a trajetória de um dos principais blocos da região Norte do Recife, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) lança, no próximo sábado (15), às 9h, a exposição “Segurando o Talo por uma Sociologia da Alegria”. A homenagem à troça carnavalesca criada pelos motoristas da Instituição, em 1984, contará com instalação na Sala Mauro Mota, localizada no Campus Gilberto Freyre, em Casa Forte, bairro da Zona Norte do Recife.

Foto: Malu Didier

Foto: Malu Didier

Às vésperas dos festejos de Momo, o público poderá conferir a evolução da indumentária utilizada pela troça ao longo dos anos. Além das camisetas da Troça Carnavalesca Mista Turma da Jaqueira Segurando o Talo, os manequins mascarados vestirão o abadá de outras agremiações de bairros como Alto de Santa Isabel e Vasco da Gama. A Orquestra Arrecifes Frevo assume a recepção durante a vernissage. Na sequência, passistas e caboclinhos se apresentam no pátio do campus.

Para Antônio Campos, presidente da Fundaj, a exposição evidencia o que há de mais genuíno do fenômeno carnavalesco. “A vertente mais significativa acontece nos subúrbios da cidade. O frevo, por exemplo, nasceu na rua. A Fundação tem um compromisso com todas as expressões de arte e cultura, do genuinamente popular ao severamente acadêmico; e a Zona Norte é uma das regiões da cidade onde os bairros mantêm a tradição associada à modernidade para renovar a alma do folião”, reflete Campos.

Outro destaque da mostra expográfica é a presença do tradicional boneco gigante de Gilberto Freyre, que neste ano não sairá às ruas para integrar a exposição. “O sociólogo ganhará um traje especial para a ocasião, que preferimos manter surpresa. A fantasia está sendo produzida pelas equipes de design e educativo do Museu do Homem do Nordeste, no estilo homemade museum [‘museu feito em casa’, em livre tradução]”, destaca a museóloga e curadora Ciema Mello.

A fim de promover uma imersão, registros em vídeo feitos nesses 36 anos serão projetados na sala. Dentre eles, o filme emblemático em que o sociólogo de Apipucos segura a fruta que dá nome ao bloco. “Gilberto era um sociólogo sui generis, pois ele compreendia que o Carnaval era a desordem premeditada pela ordem. Quando estudamos Sociologia, descobrimos que aquilo que parece ser não é. Ele contesta essa definição e compreende os estratagemas que compõem a folia”, aponta a curadora, ao explicar o título da exposição.

Bloco na rua
Com saída da troça programada também para o sábado (15), a concentração do bloco Turma da Jaqueira Segurando o Talo começa às 10h, no campus Casa Forte da Fundaj. A saída, prevista para às 12h, contará com participação dos blocos líricos Eu Quero Mais, Confetes e Serpentinas e Cordas e Retalhos. As orquestras Aurora Frevo Orquestra (Timbaúba), Evoé (Recife) e Arrecifes Frevo Orquestra (Recife), além dos maracatus rurais Piaba de Ouro e Cruzeiro do Forte (mais antigo do Recife, criado em 7 de setembro de 1929), integram a folia.

Nas ruas, os foliões também serão animados por seis trios elétricos, que contarão com André Marreta, Beleza Pura, Silvana Salazar, Camelô, Eduardo Moreno e a Farra das Poderosas, Malu Marinho, Márcia Lima, Marquinhos Balada e Bel Marcos. A troça percorrerá a Avenida Dezessete de Agosto, passando pelas ruas Doutor Seixas, Luiz Guimarães, Rua dos Arcos encerrando na Rua de Apipucos. O trajeto será acompanhado pelos bonecos gigantes de Nelson Ferreira, Fernando Freire e Manoel Cavalcanti.

Em 2020, A Turma da Jaqueira homenageia o líder comunitário Walber Santos, a ex-dirigente da Diretoria Executiva de Controle Urbano do Recife (Dircon) Olímpia Falcão e o bloco Nós sofre mas nós goza. A expectativa é de que 150 mil foliões participem do Segurando o Talo neste ano.

Para a criançada
Pensando nos foliões de amanhã e na inclusão social, o Museu do Homem do Nordeste (Muhne) lança o Segurando o Talinho. A versão para os menores será promovida no domingo (16), a partir das 8h30, na comunidade Beira-Rio, em Apipucos. A atividade integra a programação do segundo Domingo dos Pequenos do ano, que, nesta edição, traz como tema o Carnaval. Na sequência, a criançada conhecerá o Muhne, onde serão promovidas oficinas de de frevo, estandarte e instrumentos musicais. A brincadeira contará, ainda, com karaokê e desfile de La Ursa.

Serviço
Lançamento da exposição ‘Segurando o Talo por uma Sociologia da Alegria’
Local: campus Casa Forte/Fundaj (Avenida Dezessete de Agosto, 2187)
Data: 15 de fevereiro de 2020
Horário: 9h

Share

TRANSPARÊNCIA | Ministério da Cidadania abre consulta pública sobre contratação de empresas de comunicação

Sugestões podem ser enviadas por e-mail até 28 de fevereiro. Questionário é voltado a empresas e sociedade em geral

Brasília/DF – O Ministério da Cidadania lançou uma consulta pública eletrônica sobre a contratação de empresas prestadoras de serviços de comunicação corporativa e digital para atender a Assessoria Especial de Comunicação Social da pasta. A abertura da consulta foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (07).

A consulta é destinada a empresas, instituições, agentes públicos, profissionais da área e sociedade em geral, entre outros. O objetivo é aprimorar os serviços prestados e o processo licitatório, bem como dar transparência aos processos de contratação, garantindo a observância do princípio constitucional da isonomia e a seleção da proposta mais vantajosa para a Administração Pública.

O prazo para que as sugestões sejam enviadas vai até as 20h do dia 28 de fevereiro. Para participar, basta entrar no site do Ministério da Cidadania, preencher um formulário e responder a três perguntas sobre esse tipo de contratação. Também é preciso informar dados como nome completo, endereço, telefone e e-mail.

Para auxiliar os interessados em participar, a página conta com um documento que reúne instruções para o preenchimento do formulário. As dúvidas relacionadas à consulta pública poderão ser enviadas para o e-mail comunicacaosocial@cidadania.gov.br.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
www.cidadania.gov.br/imprensa

Share