Arquivo da tag: João Pessoa

Circuito Cultura Viva reúne chefe da RRNE e secretária da SCDC, na Paraíba

11081648_1066798566670090_727764255_n

Encontro em João Pessoa (PB) reuniu Nilton Valença, Gilson Matias, Ivana Bentes, Alexandre Santini e Fernanda Quevedo. (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (20), o chefe da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC), Gilson Matias, esteve na Fundação Cultural de João Pessoa – PB (Funjope) em virtude do Circuito Cultura Viva, realizado pelo MinC, por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC). O projeto tem como objetivo mapear demandas de grupos, organizações e artistas de todo o Brasil e construir, de forma participativa, uma agenda em torno da diversidade cultural.

Continue lendo

Share

Recife, João Pessoa e Fortaleza receberão oficinas de qualificação de projetos. Inscreva-se!

A Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e Unidades Técnicas de Gerenciamento do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav), realizará, em janeiro e fevereiro de 2015, oficinas de qualificação de projetos em 12 cidades brasileiras. O objetivo é preparar os interessados em participar dos editais do Prodav da linha das TVs públicas.

Por meio do edital, iniciativa da SAV e da Agência Nacional do Cinema (Ancine)​,​ com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), serão destinados R$ 12 milhões ​a​ cada uma das regiões (Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul) para a produção de conteúdos de animação, ficção e documentário, de obras seriadas e não seriadas. As inscrições ficarão abertas até o final de fevereiro de 2015.

Serão realizadas três oficinas (animação, ficção e documentário) em cada uma das seguintes capitais:

  • Porto Alegre
  • São Paulo
  • Brasília
  • Recife
  • Aracaju
  • Fortaleza
  • Salvador
  • João Pessoa
  • Manaus
  • Belém
  • Palmas
  • Rio Branco

Cada oficina terá até 30 vagas, a serem preenchidas por ordem de inscrição, desde que cumpridos os requisitos.

Para se inscrever, o proponente deve preencher o formulário e enviá-lo na forma indicada. O interessado deverá apresentar proposta de projeto para a categoria da oficina que pretende cursar, contendo nome, formato, uma pequena sinopse e o estágio do projeto. Também deverá apresentar uma carta de intenção de uma empresa produtora, responsável pelo filme, devidamente registrada na Ancine, se comprometendo a realizar o projeto.

​Abaixo data, local e categoria das oficinas:

  • Aracaju (SE) – Animação – 30/01/2015 a 01/02/2015
  • Aracaju (SE) – Documentário – 14/01/2015 a 16/01/2015
  • Aracaju (SE) – Ficção – 30/01/2015 a 01/02/2015
  • Belém (PA) – Animação – 16/01/2015 a 18/01/2015
  • Belém (PA) – Documentário – 20/01/2015 a 22/01/2015
  • Belém (PA) – Ficção – 06/02/2015 – a 08/02/2015
  • Brasília (DF) – Animação – 21/01/2015 a 24/01/2015
  • Brasília (DF) – Documentário – 14/01/2015 a 17/01/2015
  • Brasília (DF) – Ficção – 07/01/2015 a 10/01/2015
  • Fortaleza (CE) – Animação – 16/01/2015 a 18/01/2015
  • Fortaleza (CE) – Documentário – 30/01/2015 a 01/02/2015
  • Fortaleza (CE) – Ficção – 06/02/2015 a 08/02/2015
  • João Pessoa (PB) – Animação – 06/02/2015 a 08/02/2015
  • João Pessoa (PB) – Documentário – 16/01/2015 a 18/01/2015
  • João Pessoa (PB) – Ficção – 30/01/2015 a 01/02/2015
  • Manaus (AM) – Animação – 29/01/2015 a 01/02/2015
  • Manaus (AM) – Documentário – 21/01/2015 a 24/01/2015
  • Manaus (AM) – Ficção – 14/01/2015 a 17/01/2015
  • Boa Vista (RR) – Animação – 3/02/2015 a 7/02/2015
  • Boa Vista (RR) – Documentário – 6/02/2015 a 08/02/2015
  • Boa Vista (RR) – Ficção – 23/01/2015 a 25/01/2015
  • Porto Alegre (RS) – Animação – 21/01/2015 a 24/01/2015
  • Porto Alegre (RS) – Documentário – 07/01/2015 a 10/01/2015
  • Porto Alegre (RS) – Ficção – 14/01/2015 a 17/01/2015
  • Recife (PE) – Animação – 21/01/2015 a 24/01/2015
  • Recife (PE) – Documentário – 07/01/2015 a 10/01/2015
  • Recife (PE) – Ficção – 14/01/2015 a 17/01/2015
  • Rio Branco (AC) – Animação – 30/01/2015 a 01/02/2015
  • Rio Branco (AC) – Documentário – 23/01/2015 a 25/01/2015
  • Rio Branco (AC) – Ficção – 6/02/2015 a 8/02/2015
  • Salvador (BA) – Animação – 16/01/2015 a 18/01/2015
  • Salvador (BA) – Documentário – 30/01/2015 a 1/02/2015
  • Salvador (BA) – Ficção – 02/02/2015 a 05/02/2015
  • São Paulo (SP) – Animação – 21/01/2015 a 24/01/2015
  • São Paulo (SP) – Documentário – 07/01/2015 a 10/01/2015
  • São Paulo (SP) – Ficção – 14/01/2015 a 17/01/2015

TEXTO: AsCom/MinC

Share

Prefeitura Municipal de João Pessoa lança edital de cinema Walfredo Rodriguez

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) lança, nesta sexta-feira (19), às 9h, no Paço Municipal, o Prêmio Walfredo Rodriguez de Produção Audiovisual. Com investimentos de R$ 3,375 milhões, do Fundo Setorial de Audiovisual (FSA), alocados pela Agência Nacional de Cinema (Ancine), e do Fundo Municipal de Cultura (FMC), administrado pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), o edital privilegiará a produção de curtas, médias e longas-metragens locais, num estado com forte tradição na sétima arte, tendo saído da Paraíba o filme “Aruanda”,de Linduarte Noronha, que instaurou o Cinema Novo no país e gerou gênios como Glauber Rocha.

filmeA coletiva de imprensa contará com as presenças de Roberto Gonçalves de Lima, diretor da Ancine, que vem do Rio de Janeiro para a solenidade, de representantes da Funjope e de demais artistas e profissionais ligados ao cinema.

Na ocasião, será apresentada a política de fomento à indústria cinematográfica e audiovisual desenvolvida pela Agência reguladora em consonância com os governos municipais, em atendimento aos diversos segmentos da cadeia produtiva mediante a utilização de diferentes instrumentos financeiros, tais como investimentos, financiamentos e operações de apoio.

O primeiro edital Walfredo Rodriguez, lançado em 2012, contemplou com R$ 1 milhão 13 projetos de longas, médias e curtas com repasses que variavam de R$ 20 mil a R$ 440 mil. Muitos deles ainda estão em execução. “Os investimentos em cinema que João Pessoa recebe este ano não encontram paralelo na sua história recente, projetando-se até em relação às destinações estaduais no Brasil”, comenta o diretor-executivo da Fundação, Maurício Burity.

Prova disso é que, com o lançamento deste edital, João Pessoa passa a ser sétima cidade que mais investe em cinema no Brasil, à frente de estados como o Acre e de capitais como Natal e Goiânia. “Ele é o produto final de um trabalho bem elaborado, que levou em conta análises técnicas e de mérito extensivas e, que por fim, foi submetido a uma concorrência entre vários municípios”, enumera Maurício Burity. O valor total aportado pelo programa Brasil de Todas as Telas, somando todos os editais lançados pela Ancine até agora, é de R$ 35 milhões, com previsão total de investimentos na modalidade suplementação de recursos de R$ 94 milhões.

“A segunda edição do prêmio consolida um compromisso institucional em fortalecer uma arte que já nasceu grande no Estado, com a ascensão de estrelas espalhadas pelas diversas áreas do cinema e uma produção traduzida em lançamentos e reconhecimento da nossa força”, reconhece a atriz Marcélia Cartaxo, coordenadora da Divisão de Audiovisual da Funjope.

Walfredo Rodriguez – Considerado o pai do cinema paraibano, o fotógrafo Walfredo Rodriguez (1893-1973), que dá nome ao prêmio, testemunhou o crescimento da cidade em negativos que mostram a evolução da Capital desde que ela se chamava Parahyba do Norte.

Trabalhou com realizadores cinematográficos no Rio de Janeiro, onde aperfeiçoou seus conhecimentos em cinema. Em seguida, voltou à Paraíba, onde produziu vários filmes, a maior parte documentários, entre os quais se destacam “Sob o Céu Nordestino”, “Amor e Perdição”, “Reminiscência de 30”  e  “Carnaval Paraibano e Pernambucano”

TEXTO: Prefeitura de João Pessoa

Share

NUFAC de João Pessoa inscreve jovens negros para cursos gratuitos até o dia 30/05

Convite NUFACO Núcleo de Formação de Agentes de Cultura da Juventude Negra (NUFAC) de João Pessoa (PB), com apoio da Fundação Palmares, UNESCO, Criança Esperança, Rede de Pontos de Cultura/Minc, FUNJOPE, FMDA/JP e Ministério da Cultura, está oferecendo os cursos de Produção Cultural, Confeccionador de Bijuterias e Artesão de Biojóias para jovens que se auto declaram negros e negras entre 15 e 29 anos, residentes nos seguintes bairros: Planalto Boa Esperança, Gramame, Engenho Velho, Valentina de Figueiredo, Mangabeira, Grotão, Colinas do Sul, Cuiá, Paratibe e Muçumagro.

São ofertadas 120 vagas no total, sendo 40 vagas para cada curso. Os jovens interessados devem realizar a sua inscrição até o dia 30 de maio, presencialmente na sede do NUFAC – PB em João Pessoa, localizada na Avenida Natal s/n, Qd 44 – Lt336 – Loteamento Planalto Boa Esperança. As aulas estão previstas para começar no dia 06 de junho de 2014, na Casa de Cultura Ile Asé D’Osoguiã (IAO), a qual neste mesmo dia irá realizar uma cerimônia de entrega das obras de ampliação da instituição e apresentará os projetos Quilombo Cultural Yemanjá SogbáPonto de Cultura; Quilombo Cultural Digital Gerando Renda, Africanidade e Leitura; e o Núcleo de Formação de Agentes da Cultura NegraNUFAC (PB).

Mais além, o projeto está para acontecer em Recife (PE) no próximo dia 06 de junho, com local ainda não confirmado.

SERVIÇO

Cursos promovidos pelo Núcleo de Formação de Agentes de Cultura da Juventude Negra (NUFAC) de João Pessoa – PB

Período de inscrições – 19 a 30 de maio de 2014

Previsão de início das aulas – 06 de junho de 2014

Local – Casa de Cultura Ile Asé D’Osoguiã (IAO)

TEXTO: Camila Magalhães | AsCom RRNE/MinC

Share

Estação Cabo Branco de João Pessoa recebe a premiada exposição “Porção”

E-flyer-_-Exposição-PORÇÃO

A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura & Artes de João Pessoa sediará a premiada exposição “PORÇÃO”, da paulistana Carolina Paz, cujo foi contemplada no Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2013. Com curadoria de Douglas de Freitas, a mostra compõe pinturas, esculturas, objetos e um vídeo, onde o artista desloca elementos habituais e os reposiciona criando um certo ruído. A abertura será amanhã – 16 de abril – na Torre Principal da Estação a partir das 16 horas. Na ocasião, será lançado o catálogo da exposição, o qual será distribuído de forma gratuita.

O vídeo Sem Título de 2011 abre a exposição, na qual se vê uma mesa posta com uma xícara vazia. Aos poucos açúcar é adicionado à essa xícara e, colherada a colherada, vemos a xícara encher e toda a cena se apagar em açúcar. Os trabalhos “Volta” e “Átimo” são quase miniaturas. Nelas, diminutas pinturas de xícara em óleo sobre tela são instaladas em molduras especiais de madeira que lhes conferem solenidade. Um pouco mais a frente está “Revelação”, pintura onde uma mão eleva um tecido.

“Contato” vem de uma série de trabalhos onde a artista articula com fio dourado xícaras, as vezes cheias de café, as vezes vazias, equilibrando-as sobre o próprio peso. O centro do espaço é ocupado por “Abraço”, uma escultura inédita onde cem travesseiros de penas de ganso são prensados pelo peso do corpo da artista e amarrados com uma corda dourada.

O público poderá visitar a exposição gratuitamente de segunda a sexta-feira das 9h às 21h e aos sábados e domingos das 10h às 21h.

Serviço: Exposição PORÇÃO
Local: Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura & Artes | Av. João Cirilo Silva, s/n, Altiplano – João Pessoa/PB
Data: 16 de abril de 2014
Hora: 16 horas

Texto: Camila Magalhães – Ascom RRNE/MinC

Share

Funjope (PB) abre inscrições para XV Salão Municipal de Artes Plásticas

15º SAMAPA Fundação de Cultura de João de Pessoa (Funjope) está com inscrições abertas até 27 de janeiro para artistas que queiram concorrer com suas obras ao XV Salão Municipal de Artes Plásticas (Samap), de 3 de abril a 30 de maio de 2014. Todos os inscritos passarão pelo crivo de uma comissão curadora, que selecionará os 20 trabalhos vencedores destinados à exposição, no Casarão 34. Os 20 selecionados concorrem a quatro prêmios-aquisição no valor de R$ 10 mil cada. Todos os artistas que participarem do Samap receberão prêmios de participação no valor de R$ 2,5 mil cada.

O edital pode ser baixado pela página da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), pelo link http://www.joaopessoa.pb.gov.br/licitacoes/edital-xv-samap. Podem concorrer trabalhos em pintura, desenho, gravura, fotografia, vídeo, instalação, performance, objeto, escultura etc. A condição é não ter sido contemplado na última edição, em dezembro passado.

A seleção será feita na segunda quinzena de fevereiro e os 20 nomes, conhecidos a partir de 18 de fevereiro, pelo portal da PMJP. De acordo com o edital, as obras de arte terão o prazo de 3 a 14 de março para serem entregues ao Casarão 34 e os prêmios só serão anunciados no dia da abertura do Salão.

“O Samap retorna ao seu local de origem, o Centro Histórico, para consolidá-lo definitivamente como eixo central da divulgação artística paraibana”, diz a coordenadora de eventos artísticos do Casarão 34, Valquíria Farias. “A redução do número de trabalhos em exposição em relação ao ano passado condensa o que há de melhor na produção artística contemporânea”, reforça o diretor, Sidney Azevedo.

Serviço: XV Salão Municipal de Artes Plásticas
Inscrições: até 27 de janeiro
Edital: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/licitacoes/edital-xv-samap
Exposição: de 3 de abril a 30 de maio
Prêmios: de R$ 2,5 mil a R$ 10 mil
Informações: Casarão 34 (Praça Dom Adauto; 3218-9708)

Texto: Divulgação Prefeitura de João Pessoa – http://zip.net/bqmcd9

Share

João Pessoa (PB) é a próxima cidade a receber oficina Desafios Contemporâneos

O estado da Paraíba recebe entre os dias 11 e 15 de setembro, mais uma oficina de artes visuais, do programa Desafios Contemporâneos. O curso será ministrado pelo artista plástico e curador Wagner Barja e acontece em João Pessoa na Estação das Artes (expansão da Estação Cabo Branco). A capacitação é gratuita, com vagas limitada e as inscrições podem ser realizadas no local do evento.

Com o tema: “Terinvenção III/ Oficina com Grupos de Intervenções Urbanas” a capacitação pretende discutir, dentro das linguagens visuais, as intervenções urbanas e suas relações com a contemporaneidade e os contextos políticos e sociais. Para isso, serão apresentados cinco vídeos – registros de intervenções com comentários críticos, que incrementarão o debate sobre a linguagem da intervenção urbana e seus aspectos artísticos. Para provocar a reflexão sobre o fazer, ao final da oficina, será realizado um trabalho em grupo com o objetivo coletivo de intervenção na cidade de João Pessoa.

As oficinas de artes visuais do programa Desafios Contemporâneos é uma realização da Fundação Nacional das Artes (Funarte) e têm por objetivo contribuir para a redução das desigualdades regionais, bem como colaborar com a criação de ferramentas e mecanismos para a desconcentração de infraestrutura e dos meios de acesso cultural. Além disso, pretende criar fluxos de produção e de formação de profissionais de artes visuais e de público, com a valorização da diversidade.

Serviço:

Terinvenção III/ Oficina com Grupos de Intervenções Urbanas
Com o artista Wagner Barja
Data: 11 a 15 de setembro
Local: Estação das Artes – João Pessoa (PB)
Informações: (21) 2279-8089 Centro de Artes Visuais

Texto: Stephanie Santos – Ascom RRNE/MinC

Share

Oficina do Prêmio Agente Jovem de Cultura acontece em João Pessoa

Atividade será nesta sexta-feira (20), na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes

A próxima oficina para orientação sobre o processo de inscrição no Prêmio Agente Jovem de Cultura será realizada nesta sexta-feira, 20 de abril, na sala de Audiovisual da Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa, Paraíba. A atividade, realizada pelo Ministério da Cultura (MinC) em parceria com a Secretaria de Juventude de João Pessoa, terá início às 14h e é voltada para representantes de instituições e coletivos culturais, Pontos de Cultura e realizadores culturais em geral.

O Prêmio Agente Jovem de Cultura: Diálogos e Ações Interculturais concederá 500 prêmios, de R$ 9 mil cada, a iniciativas culturais já realizadas e concluídas, propostas por jovens agentes culturais de todo o país. As inscrições seguem até o dia 30 de abril, através do site do Ministério da Cultura: http://www.cultura.gov.br/culturaviva/premio-agente-jovem-de-cultura.

As oficinas de orientação do Agente Jovem de Cultura, na região Nordeste, atingiram saldo positivo de mobilização, promovendo a capacitação e a troca de conhecimentos entre mais de 230 agentes culturais, representantes de Pontos de Cultura e lideranças do setor. Somente entre março e abril, através da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC), foram realizados encontros nas capitais e cidades-polo dos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Não é necessário inscrever-se previamente para participar da oficina.

Saúde e Cultura
Durante a oficina do Prêmio Agente Jovem de Cultura em João Pessoa, nesta sexta-feira (20), também haverá a ação de mapeamento da Rede Saúde e Cultura, parceria entre a Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura (SCC/MinC) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O mapeamento de iniciativas que integram as ações da Cultura e da Saúde, com ênfase na parcela infantil e jovem da população, prevê a inclusão destes na rede, no intuito de fortalecer as ações e respectivas articulações, visando à melhoria da qualidade de vida, a inclusão social e o fortalecimento do cidadão brasileiro como sujeito de direitos.

Através das oficinas do Prêmio Agente Jovem de Cultura, realizadas nos meses de março e abril, já foram aplicados cerca de 400 questionários, onde são levantados dados sócio-culturais acerca da iniciativa, como escolaridade do público-alvo, impacto no desenvolvimento social, acesso à mídia, entre outros. Além da inclusão na rede, a ideia é elaborar indicadores que ajudem na elaboração de propostas de potencialização e amplificação das ações da rede.

A Rede Cultura e Saúde terá, em breve, uma plataforma web com espaço de debates, troca de experiências e consultas. O portal deverá entrar em funcionamento no segundo semestre de 2012. Podem integrar a rede atores sociais diversos como ONGs, sociedade civil, universidades, hospitais, centros de saúde, conselhos de saúde, de educação ou de cultura, Pontos de Cultura e/ou instituições com potencial de parceria que desenvolvem atividades relacionadas ao campo de Cultura e Saúde, bem como atores governamentais das esferas municipais, estaduais e federal, que desenvolvam programas ou projetos nesta interseção de segmentos.

Dúvidas poderão ser encaminhadas para o e-mail: redesaudecultura@fiocruz.br.

Outras informações no grupo da rede no Facebook: www.facebook.com/groups/REDESAUDECULTURA/

Serviço:
Oficina sobre Prêmio Agente Jovem de Cultura
Quando: Sexta-feira, 20 de Abril
Horário: às 14h
Local: Sala de Audiovisual, na Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte
Endereço: Avenida João Cirillo da Silva, s/n – Altiplano Cabo Branco – Parque do Cabo Branco.
Informações: (83) 3214-8303 / 3214-8270 / 8802-3255 (Lúcia França)

Texto: Juliano Mendes da Hora e Maíra Brandão – Ascom RRNE/MinC

Share

Revitalização e Exposição da Praça Barão de Rio Branco

Momentos agradáveis, quando amigos se reúnem e crianças brincam com segurança, estão de volta na Praça Rio Branco, no centro histórico de João Pessoa (PB). Nesta quarta-feira, 18 de agosto, às 17h, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) reinaugura a praça com revitalização total.

Praça está localizada no Centro Histórico da capital paraibana. Imagem: Divulgação

A iniciativa, prevista no Acordo de Preservação do Patrimônio Cultural, foi realizada com recursos – em torno de R$ 400 mil – do Iphan. A Praça Rio Branco, constituída originalmente como Largo, entre os séculos XVI e XVII, está localizada entre as ruas Visconde de Pelotas e Duque de Caxias, na parte alta do conjunto tombado.  O local da revitalização possui grande valor histórico e ambiental, sendo considerado um marco para a história da cidade.

No evento de entrega das obras revitalizadas, haverá a abertura da exposição “Praça Barão do Rio Branco – Memórias”. A mostra retratará a cronologia histórica da Praça. Serão expostos vestígios e artefatos arqueológicos encontrados durante a realização das obras. A exposição ocorrerá de 18 de agosto a 16 de setembro, de segunda à sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h30, na Casa do Erário, que fica na própria Praça Rio Branco.

Leia matéria na íntegra clicando aqui.

Haverá confraternização na entrega. Imagem: Divulgação

Fonte: Ascom / Iphan

Share

Iphan e prefeitura de João Pessoa assinam termo de cooperação

Solenidade acontece no Paço Municipal (foto). Imagem: Edgley César / www.flickr.com/edgley_cesar / Sob licença Creative Commons

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Paraíba – Iphan-PB e a prefeitura de João Pessoa assinam nesta segunda-feira (31), às 16 horas, termo de cooperação técnica dedicado ao desenvolvimento de ações conjuntas na área de educação patrimonial na rede de ensino do estado. Na ocasião, estarão presentes, o prefeito Luciano Agra e a superintendente do Iphan, Eliane de Castro Machado. Também participará da cerimônia a diretora do Departamento de Articulação e Fomento do Iphan, Márcia Rollemberg, e representantes da Coordenadoria de Patrimônio Cultural (Copac) e da Secretaria de Educação (Sedec) de João Pessoa. A solenidade acontece na sala de reuniões do 2° andar do Paço Municipal, no Centro da capital paraibana.

A parceria entre o Iphan e o poder público municipal de João Pessoa visa fortalecer o estudo do patrimônio, por meio da educação patrimonial, em sala de aula. A idéia é garantir aos estudantes, e à população em geral, o conhecimento sobre os direitos culturais e o acesso às fontes de informação sobre a cultura nacional. A partir do pacto firmado, as entidades envolvidas ficam responsáveis em produzir material didático-pedagógico; promover seminários, cursos e debates voltados ao tema; disponibilizar recursos para o projeto; e promover o intercâmbio de informações e documentos técnicos, entre outras ações. O termo de cooperação tem início na data de sua assinatura e ficará vigente por tempo indeterminado.

Na ocasião, a Prefeitura vai entregar a cada um dos 92 diretores das escolas municipais, os kits referentes à promoção da educação patrimonial, que serão utilizados durante as atividades em sala de aula nas diferentes disciplinas. O material é composto por jogo da memória, folhetos, livros da coleção João Pessoas, além de outras publicações sobre patrimônio cultural. O jogo da memória, por exemplo, é constituído de 20 imagens representativas do patrimônio cultural de João Pessoa, a exemplo da Lagoa, Ponto de Cem Réis, produtos de artesanato e a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. Os demais materiais educativos serão produzidos e entregues às escolas no segundo semestre deste ano.

Fonte: Ascom – Iphan/PB

Share