Arquivo da tag: Recife

Obras de vídeoperformance e videoinstalação realizadas em Belém do Pará são exibidas na exposição SORTERRO Cap. 5, no Recife

A partir de 17 de dezembro, √†s 19h, o p√ļblico poder√° conferir a exposi√ß√£o ‚ÄúSORTERRO Cap. 5‚ÄĚ, da artista visual Juliana Notari. Com curadoria de Clarissa Diniz, a mostra ficar√° aberta at√© 15 de fevereiro¬†de 2015 no Museu de Arte Moderna Aloisio Magalh√£es¬†(MAMAM), e apresentar√° a v√≠deoperformance Soledad e a videoinstala√ß√£o MIMOSO. Os v√≠deos foram realizados na cidade de Bel√©m do Par√°. Os hor√°rios de visita√ß√£o ser√£o de ter√ßa √† sexta, das 12h √†s 18h, e nos s√°bados e domingos, das 13h √†s 17h. A entrada √© franca.

unnamed

Em Soledad, projeto premiado no Arte Par√° 2014, a artista limpa um mausol√©u abandonado. Segundo o cr√≠tico de arte Paulo Herkenhoff, ‚ÄúA obra faz rela√ß√£o de confronto ou concilia√ß√£o com a morte e relembra um per√≠odo da hist√≥ria n√£o vivido pela artista. A limpeza do jazigo recebe avivamento. No processo ela o deixa limpo e a sua roupa, que era branca, vai se impregnar desse limo, signos da morte. A obra trata a arte como algo que permeia tanto a nossa exist√™ncia quanto a morte, dimens√£o da vida‚ÄĚ.

unnamed (1)

J√° em MIMOSO, na Ilha de Maraj√≥, a artista √© amarrada e arrastada pela areia da praia pelo b√ļfalo Mimoso, que seria castrado em seguida. Ap√≥s a castra√ß√£o do b√ļfalo, ela come seu test√≠culo cru. A pr√°tica cotidiana local √©, portanto, transformada em ritual atrav√©s da a√ß√£o art√≠stica. O projeto foi contemplado na primeira edi√ß√£o do Edital Pr√™mio Funarte Mulheres nas Artes Visuais.

SERVIÇO

Exposição Sorterro Cap. 5

Lançamento: 17 de dezembro de 2014, às 19h

Exposição aberta de terça a sexta, das 12h às 18h; e nos sábados e domingos, das 13h às 17h

Museu de Arte Moderna Aluisio Magalh√£es

Rua da Aurora, 265 – Boa Vista – Recife ‚Äď PE – Brasil

Mais informa√ß√Ķes:

81-3355-6870 / 3355-6871
mamam@mamam.art.br
www.mamam.art.br

Share

Evento p√ļblico em celebra√ß√£o ao Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas re√ļne grande p√ļblico no Recife

Cantor gospel Kleber Lucas se apresenta no Dia Nacional de Ação de Graças (DNAG), no Recife. Foto: Wallace Fontenele / RRNE/MinC

Cantor gospel Kleber Lucas se apresentou no Dia Nacional de Ação de Graças (DNAG), no Recife. Foto: Wallace Fontenele / RRNE/MinC

Na √ļltima quinta-feira (27/11), aconteceu a edi√ß√£o 2014 do evento p√ļblico de celebra√ß√£o do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas (DNAG), no Cais da Alf√Ęndega, Bairro do Recife. Com o objetivo de semear a cultura do agradecimento, da gratid√£o, da confraterniza√ß√£o e est√≠mulo √† a√ß√£o social, a festa teve in√≠cio √†s 17h e reuniu fam√≠lias e amigos. Subiram ao palco o Frei Dami√£o Silva, o cantor gospel Kleber Lucas, o Maestro Spok e a orquestra Forr√≥ Bod√≥, al√©m da alegria e brilho das crian√ßas do Projeto Benei Aor.

Este ano, o evento teve como novidade o aval do Minist√©rio da Cultura, como um projeto aprovado pela Lei Rouanet. ¬†Para o Comit√™, essa foi uma grande conquista, visto que ingressar na lista de projetos beneficiados pela Lei Rouanet significa que a Uni√£o reconhece e acredita na import√Ęncia do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas para a cultura do Pa√≠s.

Saiba mais sobre a ação social clicando aqui.

Confira abaixo algumas imagens da festa:

Imagens: Wallace Fontenele | AsCom RRNE/MinC

Share

Museu da Abolição, no Recife, inaugura Ludoteca com brinquedos de origem africana

Museu da Abolição em Recife, abre Ludoteca com brinquedos de origem afriacana na segunda-feira, 24/11. (Foto de Juliano da Hora)

Museu da Abolição em Recife, abre Ludoteca com brinquedos de origem afriacana na segunda-feira, 24/11. (Foto de Juliano da Hora)

No M√™s da Consci√™ncia Negra, o Museu da Aboli√ß√£o, vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e localizado no Recife (PE), inaugurou uma Ludoteca, com brinquedos de origem africana no dia¬†22/11 (s√°bado), e a visita√ß√£o, gratuita. A Ludoteca j√° est√° aberta ao p√ļblico¬†desde o dia¬†24/11 (segunda-feira).

Com recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo √† Cultura (Funcultura), o projeto √© pioneiro em museus pernambucanos e oferecer√° √† popula√ß√£o um ambiente de pr√°ticas l√ļdicas e educativas, onde ser√£o tratadas v√°rias quest√Ķes relacionadas √† cultura afro-brasileira.

“A necessidade de abrir uma ludoteca surgiu da dificuldade de falar sobre alguns temas espec√≠ficos do museu para as crian√ßas, como escravid√£o, racismo e preconceito”, explica Fabiana Sales, t√©cnica em assuntos educacionais do museu. “Ao trazer jogos e brincadeiras, falar√≠amos na linguagem dos pequenos”, completa.

O espa√ßo dever√° atrair e integrar todos os p√ļblicos, e a preocupa√ß√£o com a acessibilidade facilitar√° a visita ao museu de pessoas com defici√™ncia.

Mais op√ß√Ķes

Além da inauguração da Ludoteca, o muse oferece, ao longo do mês, uma programação diversificada, elaborada em conjunto com a Prefeitura da Cidade do Recife e o Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão (PE) .

A proposta da s√©rie de eventos do Museu da Aboli√ß√£o √© promover reflex√Ķes e debates sobre a condi√ß√£o social do negro no Brasil e as contribui√ß√Ķes dos afrodescendentes na constru√ß√£o da sociedade e cultura brasileiras.

A programa√ß√£o, que teve in√≠cio no dia 4 e seguir√° at√© 30 de novembro, inclui exposi√ß√Ķes, rodas de di√°logo, palestras, semin√°rio, oficinas sobre tem√°ticas afro, mostra sobre culin√°ria de terreiro e visita guiada ao circuito hist√≥rico do Recife relacionado ao legado africano, entre outras atividades.

TEXTO: AsCom/MinC

Share

Segunda edi√ß√£o do Temos Palco em Pernambuco re√ļne artistas locais no dia 25

convite_temos_palco_18Nov_Rec

Sarau da Funarte inclui as mais diversas linguagens art√≠sticas, al√©m de divulgar e revelar talentos, em apresenta√ß√Ķes coletivas com entrada franca

A Sala Nordeste, na Representa√ß√£o Regional Nordeste do Minist√©rio da Cultura, no Recife (PE), recebe a segunda edi√ß√£o do sarau¬†Temos Palco, no dia 25 de novembro, ter√ßa-feira, √†s¬†19h. Diversos artistas e grupos, m√ļsica e poesia, participar√£o do evento, produzido pela Funarte Nordeste. A entrada √© franca.

Ao realizar o Temos Palco¬†em v√°rias cidades do pa√≠s, a Funda√ß√£o Nacional de Artes ‚Äď Funarte tem como principal objetivo incentivar¬†voca√ß√Ķes art√≠sticas, valorizar novos talentos e abrir espa√ßo para toda e qualquer express√£o de arte, al√©m de promover interc√Ęmbio cultural.

Participar√£o do sarau de Pernambuco o diretor do Grupo de Teatro Jo√£o Teimoso, Os√©as Borba; o m√ļsico e compositor Mestre Pirulito; o instrumentista, cantor e compositor Gustavo Tin√©; O grupo musical Atro√ßafrevoderepenterock; O m√ļsico, cantor e compositor Nelson Heffi; um trio de poetas do grupo Escambo Coletivo; o cantor, compositor e guitarrista Alex Mono; o grupo musical Voz do Capibaribe e o grupo de rap Aliados CP.

A primeira edi√ß√£o do evento em Pernambuco aconteceu na √ļltima ter√ßa-feira (18/11), e contou com a participa√ß√£o de v√°rios artistas locais. Confira as imagens clicando aqui.

Sobre os artistas

Johsi Guimar√£es – Violoncelista

Henrique Silva – Cantor e compositor

Oseias Borba – Diretor do Grupo de Teatro Jo√£o Teimoso, em Recife.

Mestre Pirulito – Mestre Pirulito √© fundador do Maracatu Varzea do Capibaribe, mestre de apito de maracatu de baque virado, arranjador, compositor, m√ļsico, arte-educador e formador de multiplicadores da cultura Pernambucana.

Gustavo Tin√© – Cantor e compositor, Gustavo √© um dos fundadores do MPB UNICAP, depois Grupo Sert√£o Brasil, grande sucesso no meio Universit√°rio de Pernambuco. Seu estilo √© o que se pode chamar de universal Nordestino. Atualmente com a banda Sopa de Aru√°, toca suas can√ß√Ķes e faz um show recheado com os grandes nomes da m√ļsica nordestina: Luiz Gonzaga, Dominguinhos, entre outros.

Atro√ßafrevoderepenterock – A Tro√ßa alinha-se ao cord√£o da m√ļsica pop pernambucana e explica sua sonoridade, atrav√©s da express√£o ‚Äúfrevo de repente rock‚ÄĚ, que d√° nome a essa brincadeira musical; e √© feita com as experimenta√ß√Ķes musicais que norteiam o estilo dos m√ļsicos, alicer√ßados nas batidas do frevo e nas guitarras do rock.

Nelson Heffi – Natural do Recife, o artista √© m√ļsico, cantor, compositor e professor de m√ļsica.

Escambo Coletivo – Pollyanne Carlos – A poeta Pollyanne Carlos, do munic√≠pio de Paulista (PE), proponente do projeto Paratibe – Rio de Palavras, inscrito no programa Mais Cultura nas Escolas (MEC e MinC) faz um interc√Ęmbio das atividades no seu bairro, Paratibe, com as a√ß√Ķes de letramento liter√°rio na Escola Municipal Dr¬™ Gelda Amorim ‚Äď entre elas, a Sambada Coco dos Amigos organizada e apresentada pela artista.

Escambo Coletivo РBenoni Codacio РNo universo da sua poesia, Benoni Codacio busca sempre o encantamento da literatura de cordel. Participou de eventos como a Bienal Internacional do Livro do Ceará e a Bienal da UNE; e é integrante do Escambo Cultural. Natural de Paulista (PE), o poeta prepara-se para publicar seu primeiro livro Do Lado Esquerdo do Sol.

Escambo Coletivo – Policarpo Sendas – Desde 2002, o artista participa de recitais na Regi√£o Metropolitana do Recife. Em 2012, publicou seu primeiro livro, intitulado Verve.

Alex Mono – A m√ļsica de Alex Mono √© uma mistura de ‚Äúgrooves‚ÄĚ org√Ęnicas. √Č uma s√≠ntese das influ√™ncias absorvidas em sua trajet√≥ria art√≠stica, que v√£o do bai√£o, √†s cirandas, passando pelas a improvisa√ß√Ķes jazz√≠sticas. Nos √ļltimos anos, o m√ļsico esteve presente em movimentos que defendem pol√≠ticas p√ļblicas para a cultura.

Voz do Capibaribe ‚Äď o grupo surgiu da uni√£o de tr√™s m√ļsicos amigos, os cantores Almani Galdino e Ros√Ęngela Ribeiro e a violonista Evane Sarmento. Depois entraram Bernardo Belmonte, pandeirista, flautista e pianista e, por √ļltimo, Gustavo Soares, percussionista. A proposta musical do Voz do Capibaribe √© o resgate cultural de autores e m√ļsicas do cancioneiro pernambucano e nacional que ficaram no imagin√°rio popular; al√©m de apresentar musicas autorais, em v√°rios estilos, como samba, bossa nova, bai√£o, forr√≥, frevo, ciranda e coco.

Grupo Aliados CP –¬†O grupo de rap Nordestino da zona norte do Recife, Aliados Conscientes da Periferia, √© formado por quatro representantes da cultura hip hop de atitude. Fundado em 2003, al√©m das apresenta√ß√Ķes, tamb√©m atuam como agentes pol√≠ticos nas comunidades em que desempenham suas atividades.

O Temos Palco é sempre realizado de forma descontraída e divertida, para que as pessoas criem uma identidade com a ação e se sintam parte desse movimento cultural. A Funarte já levou a programação a Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. O município de Esteio (RS) também recebe o evento.

A ideia do sarau surgiu do encontro de jovens durante o Curto Circuito da Juventude, promovido pelo Minist√©rio da Cultura e pela Funarte, em mar√ßo de 2014, em Bras√≠lia. Participantes do Rio de Janeiro, S√£o Paulo, Porto Alegre, Manaus, Bras√≠lia e Recife se reuniram com o MinC. A partir desse encontro, foram realizadas reuni√Ķes entre jovens do Rio de Janeiro e Recife com o presidente da Funarte, Guti Fraga, e foi programada a a√ß√£o.

Serviço

Sarau Temos Palco
Data: 25 de novembro (terça-feira), às 19h
Entrada gratuita
Local: Sala Nordeste ‚Äď Funarte
Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura
Rua do Bom Jesus, 237 – Bairro do Recife ‚Äď Recife (PE)

Realização: Fundação Nacional de Artes РFunarte /Ministério da Cultura

Produção Regional Recife: Karuna de Paula/Diego Rafael

Assessoria de Comunica√ß√£o:¬†Thomas Gon√ßalves/Wallace Fonteneli ‚Äď RRNE/MinC
(81) 3117 8439

Mais informa√ß√Ķes
https://www.facebook.com/coletivotemospalco?fref=ts

Informa√ß√Ķes no Nordeste atrav√©s do e-mail:¬†reinaldofreire.naldinho@funarte.gov.br

Share

Sarau Temos Palco chega a Pernambuco nos dias 18 e 25 de novembro, com participação de vários artistas e grupos locais

convite_temos_palco_18Nov_RecA Funarte NE recebe, na Sala Nordeste ‚Äď na Representa√ß√£o Regional Nordeste do Minist√©rio da Cultura – no Recife (PE), o sarau¬†Temos Palco, nos dias 18 e 25 de novembro, √†s¬†19h.¬†Diversos artistas e grupos, m√ļsica, poesia, rap e embolada participar√£o do evento. Na iniciativa, a Funda√ß√£o Nacional de Artes ‚Äď Funarte tem como principal objetivo incentivar voca√ß√Ķes art√≠sticas, valorizar novos talentos e abrir espa√ßo para toda e qualquer express√£o de arte, al√©m de promover interc√Ęmbio cultural. A entrada √© franca.

Participarão do sarau o Grupo Maracatu Várzea do Capibaribe, que sairá em cortejo da Praça do Arsenal até a Sala Nordeste; um trio de poetas do grupo Escambo Coletivo; o cantor, compositor e guitarrista Alex Mono; a violoncelista Johsi Guimarães; o grupo musical Voz do Capibaribe; e o rapper e repentista de embolada Zé Brown. Ao final, todos os presentes se juntam, para a execução de um tema musical.

Atualização (22/11/14): O Grupo Maracatu Várzea do Capibaribe e o rapper e repentista de embolada Zé Brown não participarão da segunda edição do evento, no dia 25/11/14 (terça-feira).

O¬†Temos Palco¬†√© sempre realizado de forma descontra√≠da e divertida, para que as pessoas criem uma identidade com a a√ß√£o e se sintam parte desse movimento cultural. A Funarte j√° levou a programa√ß√£o ao Rio de Janeiro, a S√£o Paulo e a Bras√≠lia. Os munic√≠pios de Belo Horizonte, Esteio (RS) e Manaus tamb√©m receber√£o o evento. Est√£o abertas as inscri√ß√Ķes para as pr√≥ximas edi√ß√Ķes ‚Äď atrav√©s dos e-mails espec√≠ficos de cada estado, no Portal da Funarte,¬†www.funarte.gov.br na se√ß√£o Not√≠cias.

Sobre o sarau¬†‚Äď O¬†Temos Palco¬†surgiu do encontro de jovens durante o Curto Circuito da Juventude, promovido pelo Minist√©rio da Cultura e pela Funarte em mar√ßo de 2014, em Bras√≠lia. Participantes do Rio de Janeiro, S√£o Paulo, Porto Alegre, Manaus, Bras√≠lia e Recife se reuniram com o MinC. A partir desse encontro, foram realizadas reuni√Ķes entre jovens do Rio de Janeiro e Recife com o presidente da Funarte, Guti Fraga, e surgiu a ideia do sarau.

Sobre os artistas

Maracatu Várzea do Capibaribe РO Maracatu Várzea do Capibaribe foi fundado pelo Mestre Pirulito, visando à formação de agentes multiplicadores da cultura do maracatu, sempre abrindo espaço para artistas e grupos culturais tradicionais.

Escambo Coletivo – Pollyanne Carlos¬†– A poeta Pollyanne Carlos, do munic√≠pio de Paulista (PE), proponente do projeto¬†Paratibe – Rio de Palavras,¬†inscrito no programa Mais Cultura nas Escolas (MEC e MinC) faz um interc√Ęmbio das atividades no seu bairro, Paratibe, com as a√ß√Ķes de letramento liter√°rio na Escola Municipal Dr¬™ Gelda Amorim ‚Äď entre elas, a¬†Sambada Coco dos Amigos¬†organizada e apresentada pela artista.

Escambo Coletivo РBenoni Codacio РNo universo da sua poesia, Benoni Codacio busca sempre o encantamento da literatura de cordel. Participou de eventos como a Bienal Internacional do Livro do Ceará e a Bienal da UNE; e é integrante do Escambo Cultural. Natural de Paulista (PE), o poeta prepara-se para publicar seu primeiro livro Do Lado Esquerdo do Sol.

Escambo Coletivo РPolicarpo Sendas РDesde 2002, o artista participa de recitais na Região Metropolitana do Recife. Em 2012, publicou seu primeiro livro, intitulado Verve.

Alex Mono¬†– A m√ļsica de Alex Mono √© uma mistura de grooves org√Ęnicas. √Č uma s√≠ntese das influ√™ncias absorvidas em sua trajet√≥ria art√≠stica, que v√£o do bai√£o, cirandas a improvisa√ß√Ķes jazz√≠sticas. Nos √ļltimos anos, o m√ļsico esteve presente em movimentos que defendem pol√≠ticas p√ļblicas para a cultura.

Johsi Guimarães РNascida em Arcoverde, a violoncelista está, atualmente, em gravação do seu primeiro CD. Além de musicista, Johsi Guimarães participa com frequência de saraus e eventos literários, nos quais recita poesias e faz leituras dramáticas.

Voz do Capibaribe¬†‚Äď o grupo surgiu da uni√£o de tr√™s m√ļsicos amigos, os cantores Almani Galdino e Ros√Ęngela Ribeiro e a violonista Evane Sarmento. Depois entraram Bernardo Belmonte, pandeirista, flautista e pianista e, por √ļltimo, Gustavo Soares, percussionista. A proposta musical do Voz do Capibaribe √© o resgate cultural de autores e m√ļsicas do cancioneiro pernambucano e nacional que ficaram no imagin√°rio popular; al√©m de apresentar musicas autorais, em v√°rios estilos, como samba, bossa nova, bai√£o, forr√≥, frevo, ciranda e coco.

Zé Brown РNascido no Recife, no bairro de Casa Amarela, é embolador, rapper e compositor. O seu trabalho traz elementos da tradição regional, como o repente, o coco de embolada e o maracatu.

Serviço

Sarau Temos Palco
Datas: 18 e 25 de novembro (terças-feiras), às 19h
Entrada gratuita
Local: Sala Nordeste ‚Äď Funarte
Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura
Rua do Bom Jesus, 237 – Bairro do Recife ‚Äď Recife (PE)

Realização: Fundação Nacional de Artes РFunarte /Ministério da Cultura
Produção Regional Recife
Produtor Executivo: Karuna de Paula/Diego Rafael

Assessoria de Comunica√ß√£o:¬†Thomas Gon√ßalves/Wallace Fonteneli ‚Äď RRNE/MinC
(81) 3117 8439

Mais informa√ß√Ķes
https://www.facebook.com/coletivotemospalco?fref=ts

Informa√ß√Ķes no Nordeste atrav√©s do e-mail:¬†reinaldofreire.naldinho@funarte.gov.br

Share

Comitê de Resgate do Dia Nacional de Ação de Graças semeia cultura de gratidão no Recife

Ação de Graças

A edi√ß√£o 2014 do evento p√ļblico de celebra√ß√£o do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas (DNAG) j√° tem data marcada. Neste ano, o show acontece na quinta-feira, 27 de novembro, a partir das 17h, no Cais da Alf√Ęndega, Bairro do Recife, no centro da capital pernambucana.¬†A festa tem o objetivo de semear a cultura do agradecimento, da gratid√£o, da confraterniza√ß√£o e est√≠mulo √† a√ß√£o social.¬†Entre as atra√ß√Ķes, Frei Dami√£o Silva, o cantor gospel Kleber Lucas, o Maestro Spok e a orquestra Forr√≥ Bod√≥, al√©m da alegria e brilho das crian√ßas do Projeto Benei Aor.

S√©tima edi√ß√£o do evento acontece no Cais da Alf√Ęndega e traz programa√ß√£o especial

S√©tima edi√ß√£o do evento acontece no Cais da Alf√Ęndega e traz programa√ß√£o especial

A novidade deste ano, √© que o evento passa a ter o aval do Minist√©rio da Cultura, como um projeto aprovado pela Lei Rouanet. Para o Comit√™, essa foi uma grande conquista, visto que¬†ingressar na lista de projetos beneficiados pela Lei Rouanet significa que a Uni√£o reconhece e acredita na import√Ęncia do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas para a cultura do Pa√≠s.

A√á√ÉO SOCIAL¬†– O dia 27 de novembro marcar√°, tamb√©m, o encerramento da campanha ‚ÄúDividindo Gratid√£o e Multiplicando Solidariedade‚ÄĚ, a√ß√£o social de arrecada√ß√£o de alimentos promovida pelo Comit√™, em parceria com a A√ß√£o da Cidadania Contra a Fome e a Mis√©ria e a Arquidiocese de Olinda e Recife, desde o m√™s de abril. Funcionando com dois pontos de coleta ‚Äď o Parque da Jaqueira e a esta√ß√£o central do metr√ī ‚Äď a campanha arrecadou, at√© o m√™s de outubro, cinco mil quilos de alimentos n√£o perec√≠veis.

As entidades Abrigo Jesus Menino (Barro), Associa√ß√£o do Lar Nenen (Madalena), Lar Batista Elizabeth Mein (Cordeiro) e Abrigo Cristo Redentor (Cavaleiro) receberam alimentos. A A√ß√£o da Cidadania tamb√©m cuidou do encaminhamento dos donativos, destinando aos mais necessitados.¬† No dia do evento haver√° um caminh√£o no Cais da Alf√Ęndega para coletar doa√ß√Ķes espont√Ęneas. ¬†¬†

HIST√ďRIA¬†‚Äď O DNAG promove, desde 2010, um grande evento p√ļblico de celebra√ß√£o na cidade do Recife. O movimento sociocultural, apol√≠tico, sem distin√ß√£o de credo religioso e sem fins lucrativos, tem o prop√≥sito de resgatar no Brasil, a celebra√ß√£o do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas e estimular na sociedade o sentimento de gratid√£o.

O movimento nasceu de um grupo de pessoas de diversos segmentos ‚Äď empres√°rios, profissionais liberais, religiosos, educadores ‚Äď que percebeu a necessidade de expressar gratid√£o a Deus, √†s pessoas, √†s institui√ß√Ķes, √† P√°tria, pelas conquistas. Atendendo √†s diretrizes do movimento, o evento tem car√°ter cultural ‚Äď que re√ļne m√ļsica, dan√ßa, teatro, circo ‚Äď e social, com presta√ß√£o de servi√ßos m√©dicos gratuitos, arrecada√ß√£o e distribui√ß√£o de alimentos aos menos favorecidos.¬†

SERVIÇO

Evento p√ļblico de celebra√ß√£o do Dia Nacional de A√ß√£o de Gra√ßas

Data: 27/11/14, a partir das 17h

Local: Cais da Alf√Ęndega, Bairro do Recife

Contato produ√ß√£o: 3252 ‚Äď 6008/ 9115 – 6115

Contatos para entrevista: Jonas Alvarenga ‚Äď 9444-1206/ Wilson Pires: 9113 ‚Äď 2922/ Kiki Marinho: 9719-7603

Share

Garanhuns e Recife recebem Projeto Tamborandar nos dias 18 e 19 de Outubro

Orquestra de TamboresPernambuco recebe neste fim de semana o Projeto Tamborandar, as apresenta√ß√Ķes acontecem dia 18 e 19 de Outubro. No¬†s√°bado (18) ser√° em Garanhuns, no Parque Euclides Dourado e no domingo (19) na Sala Nordeste da Funarte, localizada no t√©rreo da Representa√ß√£o Regional Nordeste do Minist√©rio da Cultura. Os shows come√ßam a partir das 17 horas, aberto ao p√ļblico de todas as idades e a entrada √© gratuita.

O projeto da Orquestra de Tambores foi Contemplado no Edital de Concessão e Patrocinio dosTamborandar Aracaju Correios e  tem como objetivo a Circulação em formato de turnê deste bem cultural alagoano pelo Nordeste Brasileiro. Na estreia do Projeto Tamborandar o grupo se apresentou no Lançamento da Feira da Musica 2014 em Fortaleza dia 22 de Agosto e dia 23 no Crato.

Promover a cultura africana e ind√≠gena alagoana nos palcos dos Estados da regi√£o nordeste do Brasil com a apresenta√ß√£o do show musical ‚ÄúBantus e Caet√©s‚ÄĚ. O Show, como o pr√≥prio nome afirma, √© uma mistura da influ√™ncia de duas culturas e a musicalidade do grupo, essencialmente expressa atrav√©s dos elementos sonoros extra√≠dos de instrumentos como: flauta, p√≠fano e tambores, reproduzem, de forma intuitiva, elementos da natureza, como o vento e a terra.

As apresenta√ß√Ķes culturais s√£o abertas ao p√ļblico e em cada Estado o grupo realizar√° duas apresenta√ß√Ķes art√≠sticas, sendo uma na capital e outra no interior, fazendo um total de 18 (dezoito) apresenta√ß√Ķes musicais.

unnamed

O Projeto já percorreu 3 estados: Ceará, Alagoas e Sergipe, ainda em outubro é a vez de Salvador (BA) e Feira de Santana (BA) receberem o projeto. O encerramento será no mês de Janeiro de 2015 nas cidades São Luiz (MA) e Imperatriz (MA).

Tamborarandar LaranjeirasA Orquestra de Tambores de Alagoas conta com a participação especial do Projeto Batuque na abertura da apresentação em Garanhuns dia 18 no sábado, este projeto é uma idealização da ONG NADESG e atua desde de 2004 com percussão em projetos sociais.

 

 

SERVIÇO

Projeto Tamborandar – 17h, entrada franca
S√ĀBADO (18) em Garanhuns | Parque Euclides Dourado
DOMINGO (19) em Recife | Sala Nordeste da Funarte, térreo da RRNE do MinC. Rua do Bom Jesus, 237 РBairro do Recife.

Texto adaptado por: Camila Magalh√£es AsCom RRNE/MinC

Share

Uni√£o dos Palmares (AL) e Recife (PE) receber√£o a√ß√£o para tirar d√ļvidas sobre o Pr√™mio Cultura Hip Hop 2014

hip-hop-1000

Durante esta semana, duas cidades nordestinas receber√£o uma a√ß√£o para suprir d√ļvidas dos interessados em participar do Pr√™mio Cultura Hip Hop 2014, lan√ßado pela Funda√ß√£o Nacional de Artes (Funarte) em parceria com a Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC).

A primeira sessão será realizada na cidade de União dos Palmares (AL), a partir das 14h desta terça (14/10), na sede da Representação Regional da Fundação Cultural Palmares de Alagoas. Na ocasião, estarão presentes as lideranças do hip hop local. O segundo lugar a receber o encontro será Recife (PE), onde terá início às 15h desta quinta (16/10), no auditório da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura. A ação é gratuita, aberta à participação de qualquer pessoa, e contará com a presença do representante da Funarte no Nordeste, Naldinho Freire.

O Prêmio Cultura Hip Hop 2014 foi lançado em 25 de agosto deste ano e recentemente teve seu prazo de inscrição prorrogado para 19 de outubro. Em sua segunda edição, vai selecionar 170 iniciativas culturais inéditas com prêmios no valor de R$ 14,3 mil a R$ 20 mil.

O edital tem por objetivo divulgar, valorizar e contribuir para o desenvolvimento sociocultural do hip hop e poder√° premiar projetos de composi√ß√£o, arranjos, shows, v√≠deos, discos, arquivos audiovisuais, s√≠tios de internet, revistas, pesquisas, semin√°rios, palestras, oficinas, entre outras a√ß√Ķes.

Clique aqui para conferir o edital na íntegra e saber como se inscrever.

Oficinas

Visando a mobilização e a divulgação do prêmio, várias oficinas vêm sendo realizadas em estados nordestinos. Recife (PE), Maceió (AL) e Natal (RN) são algumas das cidades que já foram contempladas com a ação.

SERVIÇO

A√ß√£o para tirar d√ļvidas sobre o Pr√™mio Cultura Hip Hop 2014

Uni√£o dos Palmares ‚Äď Alagoas

Ter√ßa-feira ‚Äď 14/10/2014

A partir das 14h

Sede da Representação Regional da Fundação Cultural Palmares

Rua Antonio Honorato da Silva, 236 – Centro, Uni√£o dos Palmares/AL – CEP: 57800-000

Recife ‚Äď Pernambuco

Quinta-feira ‚Äď 16/10/2014

A partir das 15h

Auditório da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura

Rua do Bom Jesus, 237 ‚Äď Bairro do Recife (Recife)

TEXTO: Thomas Gonçalves | AsCom RRNE/MinC

Share

Projetos de Pernambuco e Cear√° s√£o classificados no Edital de Apoio para Curta-Metragem 2013

A Secretaria de Audiovisual do Minist√©rio da Cultura (SAV/ MinC) publicou, em 4 de julho, o resultado preliminar da sele√ß√£o de Apoio para Curta-Metragem 2013. O edital foi lan√ßado no ano passado. Quem quiser recorrer tem at√© a pr√≥xima quinta-feira (10/07) e deve mandar o recurso para o email: concurso.sav@cultura.gov.br. Todos ser√£o analisados pela Comiss√£o da Sele√ß√£o em at√© cinco dias √ļteis.

Da Região Nordeste, foram classificados quatro (4) projetos do Ceará e um (1) de Pernambuco.  São eles: 

Elsa | Patrícia Ferreira Keretxu | PE

Quit√©ria | M√°rcio El√≠sio Carneiro C√Ęmara | CE

Silêncio | Armando Pinto Praça Neto | CE 

O Homem Que Virou Arm√°rio | Marcelo Gil Ikeda | CE

Flores | Janaína Marques Ribeiro | CE

 

Mais informa√ß√Ķes:

¬†TEXTO: Thomas Gon√ßalves AsCom/RRNE | Com informa√ß√Ķes da AsCom/MinC

Share

Recife e Fortaleza ser√£o contempladas com cursos gratuitos de audiovisual oferecidos pelo Pronatec

Você sabe quem foi o responsável pelos colares, pentes e leques de Carlota Joaquina, Princesa do Brasil, no filme de Carla Camurati? Ou quem fez a dublagem de Blue, no filme Rio?

Para se fazer um filme, s√£o necess√°rios centenas de profissionais, como aderecista e dublador. Essas fun√ß√Ķes s√£o t√£o importantes para a qualidade do filme quanto a dos atores e diretores, j√° que o cinema √© uma arte feita em equipe. Basta lembrar o tamanho dos cr√©ditos que sobem quando um filme acaba. S√£o in√ļmeros profissionais como assistentes de produ√ß√£o, auxiliares de cenotecnia, editores de VT, eletricistas, figurinistas, iluminadores, maquiadores e muito mais.

A Lei da TV Paga (12.485/2011) aumentou a demanda por produ√ß√Ķes audiovisuais independentes brasileiras, sobretudo por parte dos canais de TV paga. Com isso, cresceu a necessidade de forma√ß√£o e capacita√ß√£o de novos profissionais para o mercado. Para atender a essa demanda, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino T√©cnico e Emprego (Pronatec), do Minist√©rio da Educa√ß√£o, vai oferecer cursos gratuitos para suprir a car√™ncia de m√£o de obra t√©cnica do setor, estimada em pelo menos 5 mil postos de trabalho.

Os cursos do Pronatec visam capacitar jovens para fun√ß√Ķes t√©cnicas da produ√ß√£o audiovisual como operador de √°udio, operador de c√Ęmera, roteirista de anima√ß√£o, sonoplasta tradutor e elaborador de legendas, animador em stop motion, desenhista de anima√ß√£o, projecionista de exibi√ß√£o cinematogr√°fica digital, aderecista, dubladores, assistentes de produ√ß√£o, auxiliares de cenotecnia, editores de VT, eletricistas, figurinistas, iluminadores e maquiadores.

O Pronatec Audiovisual focaliza os gargalos de m√£o de obra e oferece a melhor capacita√ß√£o t√©cnica desses profissionais por meio de cursos de atualiza√ß√£o e, em especial, pela capacita√ß√£o de jovens para fun√ß√Ķes t√©cnicas.

O Pronatec Audiovisual faz parte do eixo de capacitação e formação profissional do programa Brasil de Todas as Telas. Os cursos serão oferecidos inicialmente nas cidades de Belém, Manaus, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Futuramente, serão oferecidos em outras cidades.

A Ag√™ncia Nacional de Cinema (Ancine) j√° est√° em contato com as institui√ß√Ķes que oferecer√£o os cursos para definir o cronograma e n√ļmero de vagas em cada curso.

 

TEXTO: AsCom/MinC

Share