Arquivo da tag: Teatro

Cena Aberta Funarte 2016: resultado da primeira etapa

15.2.2016 – 8:50

A Fundação Nacional de Artes (Funarte) divulgou o resultado da primeira etapa do processo seletivo para o chamamento público Cena Aberta 2016. Foram divulgadas as listas de projetos habilitados e inabilitados após recursos relativas aos espaços do Rio de Janeiro e da Funarte MG. As listas relacionadas às salas de Brasília não sofreram alterações após os recursos.
Ao final da seleção, os projetos artísticos selecionados irão compor a programação de artes cênicas – circo, dança, teatro e suas transversalidades – dos espaços da Funarte no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Brasília, no período de abril a junho deste ano.
Acesse abaixo as listas de projetos habilitados e inabilitados do Cena Aberta 2016 (abril a junho) após recursos:
Cena Aberta 2016 – Rio de Janeiro
Cena Aberta 2016 – Minas Gerais
Cena Aberta 2016 – Brasília
Cena Aberta 2016 – São Paulo
Apresentações, mostras, oficinas, debates e seminários, entre outras atividades, irão integrar a programação, por até quatro semanas consecutivas, de quarta-feira a domingo, das 14h às 22h. Os ingressos terão preço máximo de R$ 40, com meia-entrada, conforme previsto em legislação vigente. Também são previstas atividades de formação voltadas para o público e/ou para o artista, como oficinas, debates e seminários, com entrada gratuita.
Fundação Nacional de Artes (Funarte)
Ministério da Cultura
Share

Casa da Ribeira (RN) lança edital de fomento às artes cênicas

1948038_668760716580674_4713255830409924030_nPromover a arte e a cultura potiguar, por meio do fomento a projetos que priorizem a formação de plateias entre distintos grupos sociais. É o que pretende o Cena Jovem, projeto do Espaço Cultural Casa da Ribeira, Ponto de Cultura de Natal, no Rio Grande do Norte.

A iniciativa pretende estimular a criação artística da juventude e oferece quatro prêmios de R$ 30 mil a cada grupo ou coletivo selecionado para o fomento de novos espetáculos de dança, teatro e linguagens integradas. O período de inscrição vai até o dia 26 de fevereiro e as informações estão disponíveis no site www.casadaribeira.com.br.

Cada grupo terá direito a 16 apresentações no Teatro da Casa da Ribeira e receberá 100% do valor arrecadado na bilheteria. O projeto prevê, ainda, a divulgação do espetáculo em materiais impressos do projeto, na internet e nas redes sociais, além de assessoria de imprensa.

Baixe o Edital Cena Jovem 2015 clicando aqui.
Mais informações pelo e-mail: casa@casadaribeira.com.br

Share

Prêmio Funarte Artes na Rua está com inscrições abertas

A Fundação Nacional de Artes – Funarte publicou, no dia 11 de julho de 2014, no Diário Oficial da União, a portaria que institui o edital do Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro)/ 2014. Acesse aqui o edital.

O prêmio será concedido a 70 projetos, direcionados às áreas de circo, dança e teatro. Podem ser inscritas iniciativas de todo o território nacional, elaboradas por pessoas físicas ou jurídicas.

Serão contemplados projetos de montagem ou circulação de espetáculos de rua, performances cênicas ou intervenções na rua, assim como relacionados a registro e memória de grupos e suas atividades.

Através do Prêmio Funarte Artes na Rua, a Funarte pretende fomentar atividades que busquem, nas apresentações de rua, um novo significado para o espaço público.

O processo seletivo será realizado em três etapas: Habilitação, Seleção e Análise da Documentação Complementar. A primeira fase é uma triagem, de caráter eliminatório, com o objetivo de verificar se o proponente cumpre as exigências previstas para inscrição.

Os projetos habilitados serão avaliados, na segunda etapa, por uma Comissão de Seleção, composta por seis membros, sendo um da Funarte e cinco especialistas em uma ou mais linguagens relacionadas ao edital (circo, dança e teatro). A Comissão será presidida por um representante da Funarte, sem direito a voto.

A Comissão dará notas de um a dez aos projetos habilitados, de acordo com os seguintes critérios de pontuação: “excelência artística do projeto”; “criatividade e inovação do projeto”; ‘qualificação dos profissionais envolvidos”; “viabilidade prática do projeto”; além de “coerência do cronograma e do orçamento propostos”.

Sobre as inscrições

As inscrições estarão abertas pelo prazo de 45 dias corridos, contados a partir do primeiro dia útil após a data de publicação da portaria que institui esse edital no Diário Oficial da União. Ela foi publicada no dia 11 de julho de 2014. Portanto, o prazo termina no dia 27 de agosto de 2014. “Somente serão aceitas inscrições de projetos enviadas pelo correio (SEDEX ou carta registrada), sendo desconsideradas aquelas postadas após a data de encerramento” (conforme o item 6).

Os projetos devem ser encaminhados com a seguinte identificação e endereço:

PRÊMIO FUNARTE ARTES NA RUA (CIRCO, DANÇA E TEATRO) – 2014
Módulo: (escrever o módulo a que concorre)
Av. Rio Branco, 179 / 7º Andar – Centro
20040-007 Rio de Janeiro RJ

Acesse ao lado, a ficha de inscrição e demais documentos referentes ao edital clicando AQUI.

Informações sobre documentação exigida e mais detalhes sobre as inscrições estão no item 6.4 do edital.

Mais informações através do e-mail: circo.funarte@gmail.com

TEXTO: funarte.gov

Share

Peça teatral infantil selecionada pelo edital Cultura 2014 já tem data de estréia no Recife

A peça teatral “Pedrinho e a Chuteira da Sorte”, contemplada pelo edital Cultura 2014, conta a história de um garoto apaixonado por futebol. Sem apoio da família para praticar o esporte, Pedrinho não tem muitas expectativas, mas certo dia ele recebe um presente de seu amigo, o Senhor Nenê. O presente misterioso é uma chuteira da sorte que poderá mudar sua vida. A peça foi dirigida por Ruy Aguiar, há mais de 25 anos focado na carreira teatral, como ator e diretor. “Pedrinho e a Chuteira da Sorte” foi adaptada do livro homônimo do jornalista esportivo Marcelo Cavalcante. Onze atores encenam o espetáculo integrando linguagens do futebol, teatro, dança de rua, música e grafite.

Para o diretor Ruy Aguiar, a Copa do Mundo é um período propício para a divulgação da cultura brasileira: “É um momento em que o mundo se volta para as cidades sediadoras da Copa. Com isso a visibilidade para a setor cultural será ampliada e com certeza surgirão novas oportunidades para os artistas – o que já está acontecendo com os contemplados pelo edital Cultura 2014″, explica. Depois de concluída a carreira da peça “Pedrinho e a Chuteira da Sorte”, o diretor já planeja os próximos passos do trabalho artístico: a montagem de um espetáculo autoral, de formas animadas, chamado “Sala de Jantar”.

“Pedrinho e a Chuteira” da Sorte estréia 3 de julho, às 16h30 e às 19h00 no Teatro Luiz Mendonça (Parque Dona Lindu – Boa Viagem, Recife – PE ), voltando a ser exibido nos dias 06/07 ( domingo ), 10/07 (quinta-feira). A peça desdobra-se para além das apresentações estabelecidas pelo edital Cultura 2014, já estão programados um circuito de apresentações para o SESC Pernambuco  e a participação do espetáculo no 11° Festival de Teatro para Crianças de Pernambuco.

Importante: as sessões que ocorrerão nas quintas (03 e 10/07), 16h30 e 19h, terão como público alvo 1600 alunos das redes públicas de ensino municipal e estadual. Sendo assim, restarão por volta de 120 lugares no teatro. Já as que acontecerão no domingo (06/07), 16h30 e 19h, o público deverá chegar mais cedo e pegar a senha na bilheteria do teatro.

TEXTO: ASCOM/MINC

Share

Reapresentação do espetáculo teatral Histórias Recicladas

Histórias recicladas  O espetáculo teatral Histórias Recicladas, protagonizado por catadoras de materiais recicláveis, retorna ao cenário cultural de Alagoas com realização da Cooperativa dos Catadores da Vila Emater (Coopvila) através do projeto “Coopvila – Reciclar e Educar”, além do apoio do Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (Ceasb), Teatro Munganga e Instituto Zumbi dos Palmares (IZP-AL).

   O cenário remete à intimidade de uma sala de estar, onde as atrizes contam suas histórias de vida. São várias performances, envolvendo dez ex-catadoras do antigo lixão de Maceió e a participação de três jovens da comunidade Vila Emater II, que de forma simples e envolvente, estimulam a reflexão sobre a questão social e ambiental da reciclagem dos resíduos que a sociedade produz.

  A estreia da primeira etapa ocorreu em agosto de 2012 no Teatro Linda Mascarenhas em Maceió, obtendo grande sucesso. Também aconteceu uma apresentação especial no Festival Nacional Lixo e Cidadania, nos dias 23 e 24 de outubro, na cidade de Belo Horizonte (MG).

  Com agenda da segunda etapa já definida, a peça irá acontecer dias 19, 20, 24, 25 e 26 de fevereiro no Teatro Linda Mascarenhas, localizado no bairro do Farol, e no dia 27 de fevereiro para convidados, no Centro Cultural Arte Pajuçara no bairro da Pajuçara. Tem como público alvo: estudantes, educadores, catadores e lideranças dos movimentos sociais. É a retomada dessa importante ação cultural, que visa à conscientização ambiental, reconhecimento do trabalho do catador e a valorização da coleta seletiva.

Texto: Assessoria de Comunicação – COOPVILA

Share

ESPETÁCULO “ENCONTROS IMPOSSÍVEIS” ABORDA QUESTÕES HUMANAS E SOCIAIS

Foto E.I.

50% da renda vai ser destinada às obras para reabertura do Grupo Sempre Viva que atende mulheres vítimas de HIV no Recife

Interpretando um excêntrico jornalista no espetáculo “Encontros Impossíveis”, Renato Prieto chega ao Recife com uma peça que promete conquistar o público pernambucano. Dirigido por Gustavo Gelmini e com a autoria de Rodrigo Fonseca, a história aborda o universo temático do espiritualismo de uma forma bem impactante e humorística. O encontro ocorrerá no próximo dia 21 de setembro, às 20h30, no Teatro Guararapes, do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

979933_421477567959674_2089390226_oO enredo traz a historia de Adão, um jornalista de meia idade em fim de carreira, que de uma hora pra outra se vê às voltas com visitas inusitadas em seu apartamento. Renato Prieto, no personagem principal, passa a contracenar com personalidades como Freud, Carmen Miranda, Marilyn Monroe, Judy Garland, Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, Chico Xavier, Mar!n Luther King e Frank Sinatra. Os diálogos se dão a partir de projeções dessas personalidades e causam certa estranheza, impacto, provocação e humor no público. A partir dai, Adão começa a questionar sua sanidade, suas escolhas e sua própria vida.

No palco, Renato Pietro divide a cena com o ator Victor Meirelles. Com uma tecnologia nunca antes aplicada ao teatro como forma de composição dramatúrgica, autor e diretor colocam o cinema dentro do teatro para enfatizar como esses dois mundos da ficção mesclam-se em uma verdadeira subversão da linguagem tradicional teatral. O objetivo dessa proposta é de tratar de temas que tocam e questionam o ser humano abrindo espaço para momentos de risos, emoções e reflexões.

cred-guilherme_costa_teatro_0041Em sua segunda visita ao Recife, o ator ficou nacionalmente conhecido pela sua participação como o personagem André Luiz, do filme Nosso Lar, baseado na obra do médium Chico Xavier. Cerca de 50% da renda do evento vai ser destinada para as obras de recuperação do Grupo Sempre Viva, instituição filantrópica, que trabalha com mulheres de rua vítimas de HIV/AIDS.

 O espetáculo “Encontros Impossíveis” já está com ingressos à venda nas lojas Tchica, nos shoppings do Recife, ao preço único de R$ 30,00. Informações pelo fone: (81) 8628.8144

Foto E.I.Grupo Sempre Viva – Toda a renda obtida com o espetáculo tem uma destinação nobre: ajudar o Grupo Sempre Viva a reabrir as portas. A instituição fundada em 1997 no bairro da Torre, no Recife, em 2002 é transferida em caráter definitivo para o bairro de Dois Unidos, zona norte da cidade. De caráter filantrópico, o Sempre Viva trabalha abrigando mulheres vítimas de HIV/AIDS que vivem nas ruas ou que são abandonadas pelas famílias, algumas até com filhos pequenos.

O espaço tem capacidade para atender 20 pessoas e oferta, não apenas um lar para que elas residam, mas também alimentação e acompanhamento para medicação e tratamentos. Entretanto, devido a precariedades na infraestrutura do local, o Sempre Viva foi interditado no último mês de junho pela Vigilância Sanitária do Recife e precisa de recursos para viabilizar algumas obras emergenciais para que possa ser reaberto, e também, para contratar um arquiteto que possa montar um projeto para o desenho final do projeto.

Pessoas interessadas em ajudar a instituição podem entrar em contato com o presidente Alexandre Ruiz pelo telefone: (81) 8628.8144. O Grupo Sempre Viva fica na Rua Compositor Raul Valença, 1.309, Dois Unidos, Recife. (Segunda rua á esquerda, após o Forró do Arlindo).

Serviço:
O que: peça Encontros Impossíveis, com Renato Pietro
Quando: 21 de setembro
Hora: 20h30
Local: Teatro Guararapes, Centro de Convenções de Pernambuco, Olinda
Ingressos: R$ 30,00 (à venda nas lojas Tchica, nos shoppings – preço único)

Contatos:
Alexandre Ruiz (Grupo Sempre Viva) fone: (81) 8628.8144
Ascom: Alexandra Torres – (81) 9460.6997
Felipe Moreira – (81) 8838.5912

Texto: Álvaro Júnior – Ascom RRNE / MinC (com informações da assessoria de imprensa)

Share

Contação de Histórias trabalha a identidade e o desenvolvimento social na Bahia

SONY DSCO Projeto Ourua, com foco no uso da arte e cultura para impactar cidadãos e promover o desenvolvimento local, irá comemorar o dia do folclore com o espetáculo “Um passarinho me contou… histórias para ouvir, cantar e encantar”, do Teatro Griô. O evento será realizado no dia 25 de agosto, às 16 horas, na Casa de Barro, ONG localizada em Jardim Grande, município baiano de Cachoeira.

A história, inspirada em contos populares brasileiros, conta a trajetória de uma menina em busca de seu passarinho que fugiu da gaiola. No decorrer de sua procura, ela encontra diferentes personagens que lhe contam histórias que a fazem refletir sobre a importância da liberdade.

“Um passarinho me contou… histórias para ouvir, cantar e encantar” é fruto dos vários trabalhos desenvolvidos pelo Grupo Griô, que a 15 anos pesquisa e executa projetos cênicos fortemente inspirados na arte da contação de histórias dos povos de matriz africana, além dos artistas populares e palhaços.

A apresentação acontece em praça pública e faz parte de uma série de atividades de arte e educação proovidas pelo Ourua, com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento do Recôncavo Baiano através da cultura. Os municípios de Maragojipe e São Félix serão os próximos a receber esta iniciativa. Para saber mais sobre esse e outros projetos visite o site www.casadebarro.org

Texto: Juliano Mendes da Hora – Ascom Minc RRNE, com informações de Casa de Barro

Share

ONG promove oficinas artísticas em Teresina

Estão abertas as inscrições para as oficinas de iniciantes da Organização Ponto de Equilíbrio, em Teresina. Os interessados terão à sua disposição aulas nos segmentos de dança, canto, teatro, percussão e circo. O resultado final será apresentado na forma de espetáculos desenvolvidos pelos próprios alunos. O objetivo é incentivar a mobilização e a valorização das manifestações artísticas da cidade.

Para a área de dança, os alunos poderão escolher entre street jazz, balé clássico, dança contemporânea, hip hop, balé recreativo, forró e dança de salão. Não há restrição de idade para as inscrições, que seguem até o fim deste mês. A iniciativa possui vagas limitadas, com turmas de 20 a 25 alunos, iniciando atividades no dia 4 de março, até o final de 2013, em caráter permanente. As aulas serão ofertadas de segunda-feira a sábado. Ao final da oficina, o aluno receberá certificado de conclusão de curso.

Confira abaixo a programação de março e abril:

.
Os interessados devem procurar a sede da organização, que fica a avenida José dos Santos e Silva, 1085, centro. Mais informações pelos telefones (86) 3222.0416, 9994.1543 ou e-mail opeqpi@gmail.com.
Share

Funarte destina orçamento recorde de 161,7 milhões para projetos culturais

Com orçamento recorde em 2012, a Fundação Nacional de Artes – Funarte vai destinar R$ 161, 7 milhões para projetos nas áreas de circo, dança e teatro, artes visuais, música e artes integradas. O anúncio foi feito na quinta-feira, 2 de agosto, no Rio de Janeiro, em solenidade que contou com as presenças da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, e do presidente da Instituição, Antonio Grassi. Entre as ações estão prêmios, concessão de bolsas, cursos de capacitação artística e técnica e programas internacionais.

A Ministra, Ana de Hollanda, destacou que não importa o tamanho do projeto, o que é importante é fazer com que as ações cheguem às diversas regiões do país e aos lugares mais distantes, ampliando o acesso à informação e à cultura. Já o presidente da Funarte, Antônio Grassi, deixou claro que fará o possível para aplicar toda a verba, “O orçamento é 60% maior em relação ao ano passado. Temos muito trabalho para que, assim como em 2011, possamos executar 100% do que está previsto”, afirmou Grassi.

Do total de recursos, cerca de R$ 9,4 milhões serão destinados às ações internacionais. Um dos destaques é a realização do Ano Brasil Portugal, que começa no dia 7 de setembro e termina em 10 de junho de 2013. Nos próximos dias, segundo o presidente da Funarte, será lançada a página na internet que receberá inscrições de projetos. O Brasil também será representado, na Bienal de Arquitetura de Veneza, em agosto, com uma exposição da obra de Lucio Costa.

Para o circo, dança e teatro, serão destinados R$ 43,6 milhões. Somente o Prêmio Myriam Muniz – uma das principais ações de estímulo à produção teatral no país – receberá R$12 milhões. Isso corresponde a um aumento de 20% em relação ao orçamento do ano passado, que foi de R$10 milhões. Também serão lançadas novas edições do Prêmio Klauss Vianna de Dança e do Prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, cada um com investimento de R$ 6 milhões, contra R$ 4,5 milhões em 2011.

A mostra A Gosto de Nelson, em cartaz até 31 de agosto, nos Teatros Dulcina e Glauce Rocha, no Rio, é outro destaque. Em comemoração ao centenário de nascimento do dramaturgo Nelson Rodrigues, grupos de onze estados brasileiros encenam as 17 peças de autoria dele. Também está previsto o mapeamento da dança e do circo, que permitirá não só conhecer a realidade de cada área, mas adequar essa realidade às políticas e ações propostas para esses setores.

Para a área da música serão repassados R$ 18,8 milhões. Os recursos serão aplicados em painéis, prêmios, concessão de bolsas, além do apoio a festivais, feiras e bandas. Entre as novidades estão o Prêmio Funarte de Música Brasileira e o Prêmio Funarte de Circulação de Música Erudita, que serão lançados em breve.

As artes visuais terão R$12,5 milhões para o lançamento de editais como Rede Nacional de Artes Visuais, Prêmio Marcantonio Vilaça e Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia, além de oficinas, bolsas e ocupação das galerias da Funarte em cinco capitais.

Para as artes integradas serão destinados R$ 33,8 milhões para preservação e difusão do acervo, publicação de livros e concessão de bolsas. Realizadas pela Funarte, em conjunto com a Fundação Biblioteca Nacional, as Bolsas de Criação e de Circulação Literária tiveram o prazo de inscrições, que terminaria no dia 2 de agosto, prorrogado por mais uma semana, segundo Grassi. O Programa Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco, que conta com orçamento de R$ 16 milhões, contemplou 1050 projetos, a serem executados.

Fonte/Informações: www.funarte.gov.br.

Texto: Stephanie Santos – Ascom RRNE/MinC

Share

Rio Grande do Norte: Casa da Ribeira divulga resultado de seu edital de ocupação artística

O Espaço Cultural Casa da Ribeira, de Natal – RN, divulgou esta semana a lista dos 18 projetos aprovados no seu mais recente edital de ocupação artística, o Cena Aberta. O conjunto é composto de obras oriundas de seis estados da região nordeste, distribuídas entre projetos de teatro, performance e dança.Entre os selcionados, 1 são do Rio Grande do Norte, e os demais vêm de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba e Pernambuco. O edital contou com a curadoria dos pesquisadores e críticos de arte Kil Abreu (Revista Bravo!, Folha de São Paulo)  e Valmir Santos (Revista Bravo!).

De acordo com os ogranizadores, o edital prima pela diversidade de gêneros a serem trabalhados. As apresentações terão início em  outubro deste ano e seguem até abril de 2013. Com um investimento total de R$ 200 mil, os grupos contemplados terão a ajuda de custo diária de R$600 para produção do evento, R$900 por dia para deslocamento de artistas e grupos que residam fora do Rio Grande do Norte, toda a estrutura da Casa da Ribeira, além de 100% da bilheteria e divulgação.

A Casa da Ribeira pode ser acessada para esclarecimento de dúvidas e consulta de sua programação através de seu telefone (84) 3211-771 ou pelos canais eletrônicas na internet:

Site oficial: http://www.casadaribeira.com.br

Twitter: @casadaribeira

Facebook: casadaribeiracultura

LISTA DE CONTEMPLADOS EDITAL CENA ABERTA NORDESTE

ANÁGUAS (PB) – Cia Oxente de Teatro

ANFÍBIOS (BA) – Ricardo Alvarenga

AQUILO QUE MEU OLHAR GUARDOU PARA VOCÊ (PE) – Grupo Magiluth

AURORA BOREAL (RN) – O Pessoal do Tarará

CORPO PAISAGEM (RN) – Coletivo ES3

CRAVO DO CANAVIAL (RN) – Carla Pires Martins

DO OUTRO LADO DA CHUVA (PB) – Grupo Graxa de Teatro

ESTAÇÃO DOS CONTOS (RN) – Grupo Estação de Teatro

NÃO CONHEÇO NENHUMA RAZÃO PARA AMAR SENÃO AMAR (RN) – Coletivo ES3

O BREU DA CAÇUPEMBA (AL) – Cia Fulanos Ih! Sicranos

O SERTÃO SOU EU (RN) – Cia de Dança Art’facto

OS HERDEIROS DE CHICO DANIEL (RN) – Josivan Ângelo da Costa

SEM PALAVRAS (RN) – O Pessoal do Tarará

SIRVA-SE (BA) – Olga Lamas

SOBRE TODAS AS COISAS (RN) – Cia Gira Dança

TODO AVENTAL (RN) – Bololô Cia Cênica

TRATADOS DO CORPO ESCAVADO (RN) – Coletivo ES3

UMA FLOR DE DAMA (CE) – Silvero Pereira

Texto: Juliano Mendes da Hora – Ascom MinC / RRNE

Fonte: Casa da Ribeira

Share