Nêgo – Décima Quarta Edição

  • Nêgo – Abril de 1988/N°14

A décima quarta edição do boletim informativo Nêgo, já faz parte de sua fase como jornal de circulação nacional e foi publicada em abril de 1988. Essa edição conta com 12 páginas e traz em sua capa uma ilustração de um guerreiro negro. Em sua segunda página podemos encontrar novas informações acerca dessa nova fase do periódico.

Ainda nessa página o jornal traz a matéria “Opinião – MNU – 10 anos de luta!”, na qual é apresentada a história do MNU, o desenvolvimento da entidade, sua organização em vários estados e as suas principais conquistas como a realização de oito congressos e dois encontros nacionais. A matéria ainda afirma que o MNU seria “como um instrumento de organização, de luta pela libertação do negro de toda e qualquer forma de opressão, e contra a dominação de raça e classe”.

Esse número traz também informações sobre a data 20 de Novembro, como surgiu, onde surgiu. Podemos destacar a coluna “Aconteceu” onde o informativo apresenta diversas notícias, entre elas, notícias sobre o Grupo de Mulheres do Alto das Pombas e o Grupo de Mulheres do MNU, notas sobre a questão da violência policial pelo país e sobre os direitos trabalhistas das empregadas domésticas.

A principal matéria, de título “Fala Crioulo”, apresenta a história do Movimento Negro Unificado, seu crescimento e atuação e, posteriormente, o jornal traz depoimentos de Paulo Bonfim, fundador e ex-militante do MNU/BA, e de Zelito Silva, do Movimento de Consciência de Rui Barbosa.

Esse número conta ainda com a seção sobre educação, a coluna “Denúncia” e a seção de literatura, que traz uma poesia de Oliveira Silva chamada “Treze de Maio”.

Nº14:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*