Atualidade Angolana

Atualidade Angolana é um jornal da ANGOP – Agência Angola Press, agência de notícias criada em 1975. O jornal possui 4 páginas e tinha como objetivo informar o mundo com notícias de Angola. Sua sede se encontrava na cidade do Rio de Janeiro. Além de contar com correspondentes em diversas cidades do mundo, como Berlim, Praga, Havana, Moscou, entre outras, o jornal ainda tinha representantes em Portugal e na Grã–Bretanha. O Atualidade Angolana, no Brasil, contava com a edição de Aníbal João de Melo e com a redação de Carlos Augusto de Oliveira Lima e Felisberto Costa Filho, a impressão era pela Editora Lidador Ltda.

  • Atualidade Angolana – Edição 04.

A quarta edição do Atualidade Angolana foi lançada em novembro de 1987. Em seu Editorial o jornal destaca a comemoração de 12 anos da independência de Angola, ressaltando a luta travada durante anos. O texto afirma que, apesar das dificuldades, os angolanos trabalham para que possam ter um futuro diferente. Ainda na primeira página o jornal traz uma notícia com comentários de José Sarney, na época presidente do Brasil, sobre Angola nessa data de comemoração. Para o presidente, Angola seria um “país irmão”.

A matéria, em destaque nessa edição, apresenta a figura do chefe de Estado de Angola e sua visão sobre a situação da África Austral na década de 1980. Para José Eduardo dos Santos, então presidente de Angola, essa região se encontra, nessa década, a beira de uma explosão social, que poderia colocar em perigo a paz mundial. Nesse sentido, o jornal traz os principais fragmentos de uma entrevista onde o presidente aborda outros detalhes dessa região, comenta o problema da dívida externa dos países subdesenvolvidos, além dos “conflitos regionais” e outros temas de suma importância.

Em sua última página o Atualidade Angolana fornece informações sobre alguns temas relacionados à política, entre outras questões.

Nº4: