Haikais Tupiniquins by Velho Peregrino

Haikai Tupiniquim I
Quiabo verde na mesa
Sopa de peixe na panela
Tempo frio lá fora
Haikai Tupiniquim II
Dia cinzento e frio
Cheiro de feijão cozido
Boteco aconchegante
Haikai Tupiniquim III
Céu cinzento
Selva de Pedra
Coração apertado
Haikai Tupiniquim IV
Mato verde
Troncos secos retorcidos
Vida que acaba
Haikai Tupiniquim V
Casca grossa
Flores delicadas
Bela é a Natureza

PALAVRAS DO BLOGUEIRO: Rumos Opostos

Nicholas Merlone

 Te quase tive,
Há anos quase te tive.
Areias sopradas ao vento,
Tempestades de areias.
Mares bravios,
Navios perdidos.
Encontros e desencontros.
Tu viste em mim,
Na minh’alma,
O meu interior.
Preto e branco,
Colorido,
Tons de cinza.
Cada cor,
Cada tom,
Me viste desnudado,
Dor e paixão,
Amor e tesão.
Mas não te tive,
Não me teve,
E, assim, por um triz,
Por um desequilíbrio na corda bamba,
Nos perdemos em diferentes rumos,
Outros caminhos…
Caminhos diversos.