ESPECIAL – SELEÇÃO | Morre Tom Wolf, jornalista e escritor, criador do novo jornalismo

EL País | Tom Wolfe, jornalista e escritor, morre aos 87 anos

Um dos maiores nomes do Novo Jornalismo, autor estava internado em Manhattan, Nova York

Tom Wolfe

O escritor e jornalista Tom Wolfe, em Barcelona, em 2013. AFP

O escritor e jornalista Tom Wolfe, autor de a Fogueira das Vaidades (1987), morreu aos 87 anos, segundo informaram nesta terça-feira diversos veículos de comunicação norte-americanos. O autor era considerado um dos pais do New Journalism (Novo Jornalismo ou jornalismo literário), corrente jornalística que usava elementos da literatura para narrar fatos reais, com técnicas narrativas próprias da ficção, mas sempre respeitando o rigor dos fatos, que teve como expoentes nomes como Gay Tales, Norman Mailer e Truman Capote.

Leia mais sobre Tom Wolfe.

Boa leitura!

Jornal Nacional | Escritor Tom Wolfe, criador do novo jornalismo, morre aos 88 anos

Tom Wolfe percorreu vários mundos da cultura americana em livros; seu livro mais famoso, ‘A fogueira das vaidades’, foi sucesso no cinema.
Aos 26 anos de idade, ninguém queria Tom Wolfe numa redação. Começou então como repórter de baixo escalão num jornalzinho do interior. Aos 32 anos foi para Nova York, de onde nunca mais sairia, e onde encontraria a sua voz.

Leia mais sobre Tom Wolfe.

Boa leitura!

Foto de perfil de Leitor Andarilho

Autor: Leitor Andarilho

Escritor Viajante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*