Participatório no ar: Governo Federal lança rede social voltada à juventude

Lançado pelo Governo Federal na última quarta-feira (17/07), entrou no ar hoje o “Participatório“, uma rede social para estabelecer um diálogo com a juventude. De acordo com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o “Observatório Participativo da Juventude”, pretende abrir um espaço para estimular debates e discussão de  políticas e programas voltados ao público jovem. 

Questionado sobre a relação entre o lançamento do Observatório e as recentes manifestações sociais, o ministro respondeu que não se trata de uma resposta ou tentativa para acalmar manifestantes pelo país, já que o projeto existe há mais de um ano. Segundo explicou, o “Participatório” está em elaboração desde 2012, como uma das respostas da Secretaria Nacional da Juventude às demandas elencadas durante a 2ª Conferência Nacional de Juventude por mais e melhores informações sobre governo, política, e uma serie de outros assuntos.
A rede social foi desenvolvida a partir de uma parceria da Secretaria com universidades federais, como UFRJ e UFPR, para proporcionar integração com outras redes sociais e blogs, e  foi construída com códigos abertos, abrindo acesso para ajustes de outros desenvolvedores que desejem  ajudar na elaboração do site, que está em fase de testes – o que justifica a ocorrência de alguns erros. Carvalho ressaltou que uma plataforma nesses moldes não é construída de uma hora para outra, mas reconheceu que neste momento seu lançamento é significativo. “É claro que ele é oportuno nesse momento pós-mobilizações, mas de maneira alguma foi planejado a partir dessas manifestações. Além disso, é uma oportunidade para aproveitar as mobilizações decorrentes da JMJ – Jornada Mundial da Juventude”, observou o ministro.
De acordo com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, a ferramenta será um importante canal para que as pessoas possam emitir opiniões, críticas e ter um canal de acesso ágil, direto e moderno com os políticos do Brasil. “Esse é um momento inicial, para se analisar como os testes com o Participatório se desenvolverão, e se os jovens irão aderir à rede social”, disse.
Os usuários poderão criar um cadastro ou usar seus perfis em outras redes sociais para se conectar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*