cinema e cineclubismo em Itabaiana

Você caro leitor, ao ler este título poderia perguntar: Como é que é? E ainda os mais jovens: Cinema aqui, onde? Desde quando?

Pois é isso mesmo, especula-se que o primeiro cinema em Itabaiana tenha sido inaugurado há mais de 60 anos, chegando ao ponto de existir pelo menos dois cinemas em plena atividade e outros que funcionaram durante pouco tempo.

Os mais conhecidos foram o Cine Stº Antonio e o Cine Popular, que com seus altos e baixos perduraram até o início da década de noventa. [leia um pequeno resumo da historia do cinema em Itabaiana no final da matéria]. Desde então pouca ou quase nenhuma atividade relacionada a cinema aconteceu, salvo algumas gincanas escolares que exibiram alguns filmes, os pouco conhecidos “cineminhas” e um evento em praça publica ocorrido há alguns anos atrás, nada mais foi feito em prol da cultura do cinema em nossa cidade.

Vendo que até o prédio onde funcionou um dos mais populares cinemas de Itabaiana também fora devorado pela ignorância de nossa memória com relação a valores culturais, e somado a total falta de incentivo e interesse em divulgar a 7ª arte, algumas pessoas resolveram arregaçar as mangas e fazer algum esforço para pelo menos tentar despertar a curiosidade desta geração, que em sua maioria desconhece esta que é uma das mais importantes manifestações de arte. O cinema. Assim, perceberam que a forma mais viável seria a criação de um cineclube, então em meados do mês de setembro de 2008, foi fundado o CINECLUBE SABOTAGEM. Mas o que é um cineclube? Como funciona isso?

O Cineclubismo começou antes mesmo do cinema chegar a ter o status de expressão artística, ainda nos idos dos anos 20, porém o termo cineclube já era usado em 1907 quando foi inaugurada a primeira sala sedentária de cinema em Paris. Nasceram como um espaço democrático de interação entre o público e a produção audiovisual, e o que caracteriza um cineclube são 3 espécies de `leis’, são elas: O cineclube não tem fins lucrativos. O cineclube tem uma estrutura democrática. O cineclube tem um compromisso cultural ou ético. Essas três “leis” do cineclube excluem todas as outras formas de atividade com cinema que o senso comum e a ausência de reflexão identificam como cineclubes. No Brasil o Movimento Cineclubista experimenta um processo de intensa rearticulação resultando na reorganização do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros, entidade cultural sem fins lucrativos, filiada à FICC – Federação Internacional de Cineclubes.

Antes de acontecer a primeira mostra do Cineclube Sabotagem, houve uma mostra de cinema nacional na UFS Campus Itabaiana, organizada por pessoas envolvidas com cineclube na universidade, que mais uma vez devido a má divulgação somado a pouca e/ou total falta de interesse e curiosidade por parte dos alunos e da população em geral não teve um bom retorno, porém ficou ali plantada a semente que viria a ter continuidade com o Cineclube Sabotagem. Sua primeira mostra foi uma espécie de continuação da que foi realizada anteriormente na UFS Campus Itabaiana, dedicada ao Cinema Brasileiro dando destaque as novas produções tais como: A Concepção, Baixio das Bestas, Wood & Stock entre outros, houve também exibição de curtas e musicais. Durante a primeira mostra houve pausas para exibição de filmes de produção internacional, abrindo mais o leque de opções. Foi realizada sempre na Boate da Associação Atlética de Itabaiana, com quem firmamos parceria, além do inestimável e fundamental apoio da Itnet em divulgar e em especial Jamysson que é um parceiro e também fundador do Cineclube Sabotagem.

Depois de uma pausa de alguns meses, o Cineclube volta a suas atividades.

No próximo dia 10 de Julho (sexta-feira) o CINECLUBE SABOTAGEM irá exibir o curta ‘Dumbland’ do famoso e respeitado e inquieto diretor David Lynch , além do filme “La Leonera“, produção argentina de 2008 e dirigido por Pablo Trapero.

Programação:

CINECLUBE SABOTAGEM Apresenta:

20:00h – ‘Dumbland’

20:30h – ‘La Leonera’

Local: Boate da Associação Atlética de Itabaiana

ENTRADA FRANCA

Um pequeno resumo da historia do cinema em Itabaiana

A história do cinema em Itabaiana teve seu início há várias décadas, se estima mais de 50, talvez 60 anos atrás, já se apresentou em várias formas, algumas um tanto inusitadas a exemplo do popularmente conhecido pelos mais velhos como Cine Arrojado, propriedade de um antigo e porque não folclórico comerciante local, onde para você ter acesso bastava apenas ser um cliente de sua loja. Segundo um antigo cliente, “era só comprar uma banana ou um cacho de pitomba e você já podia entrar pra ver o filme sem comprar ingresso”, que em sua maioria eram filmes de classificação adulta.

Os dois cinemas mais conhecidos foram o Cine Santo Antonio e o Cine Popular que antes de ser famoso por exibir exclusivamente filmes pornôs, teve outros nomes e proprietários e já foi um ponto de encontro das famílias itabaianenses, nele eram exibidos filmes de longa metragem além de jornais semanais e desenhos animados tais como Tom e Jerry e afins. Já o Cine Santo Antônio, localizava-se onde hoje se encontra um supermercado na Praça João Pessoa, funcionava no Edifício PIO XII, a lei que criou o Auxílio em benefício ao Edifício Pio XII, que inicialmente era pra ser a sede do Centro de Ação Social Católica da Paróquia de Itabaiana, data de 10 de Julho de 1953. Sua estrutura era moderna pra época hoje seria uma construção histórica pelo seu valor cultural não fosse a má interpretação do significado do termo tombamento e/ou um misto de ignorância e ganância dos famigerados comerciantes locais. Pois bem, enquanto esteve de pé o Cine Stº Antonio exibiu heroicamente filmes até o início dos anos noventa, quando a invasão das vídeolocadoras e de videocassetes aniquilou completamente o público do cinema.

Desde então houve um hiato na história dos cinemas em Itabaiana, sabe-se que algumas pessoas criavam uma espécie de cinema caseiro onde se pagava uma taxa para assistir em TV de tela grande, a filmes que geralmente eram de orientação adulta e raramente os lançamentos dos filmes Hollywoodianos de ação que chegavam nas vídeolocadoras locais. Porém nenhum desses cineminhas como eram chamados teve grande relevância.

Outra manifestação de cinema na cidade se deu por meio de gincanas culturais promovidas por escolas particulares, mas que não atingiam um grande público. Há alguns anos atrás houve um evento aberto ao publico e gratuito onde foi exibido em praça publica, filmes nacionais, infelizmente isso não foi trabalhado de forma que despertasse a curiosidade das pessoas por cinema, sendo encarado apenas como um evento de puro lazer.

Para conhecer mais sobre CINECLUBES acesse os links abaixo.

http://cineclubesabotagem.blogspot.com

http://cineclubes.org.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cineclube#Brasil/

http://cineclube.utopia.com.br/

TwitterWhatsAppFacebookGoogle+PinterestCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*