Últimos Posts

  • Bienal de Design

    0 comentários

    por: conferencianacional, em Sem categoria no dia 23/08/2010

    Por Patrícia Saldanha, Comunicação Social/MinC

    Exposição nacional sobre desenho industrial será realizada em Curitiba

    A terceira edição da Bienal Brasileira de Design 2010 será realizada na cidade de Curitiba, no período de 14 de setembro a 31 de outubro de 2010. Maior evento do país na área do desenho industrial, este ano terá como tema Design Inovação e Sustentabilidade.

    O encontro reúne criadores, empresários e profissionais do setor, e tem repercussão no mercado internacional. É uma exposição voltada para a excelência da produção nacional, realizada a cada dois anos, em diferentes capitais do país. Além de apresentar as novidades do mercado brasileiro, visa, também, aumentar a percepção da sociedade sobre a importância do design no cotidiano das pessoas e no desenvolvimento do País.

    Este ano, o tema do evento destaca a reflexão sobre o comprometimento do design com noções de desenvolvimento sustentável, ou seja: com a criação de produtos industrializados ambientalmente responsáveis, economicamente inclusos e socialmente justos.

    A edição 2010 da Bienal está sendo organizada pelo Centro de Design Paraná e pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e conta com apoio do Ministério da Cultura (MinC), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

    Segundo o diretor de Estudos e Monitoramento de Políticas Culturais do MinC, Afonso Luz, o design está presente em nossa cultura, na moda, no artesanato, na arquitetura e na cultura digital, o que o torna foco principal das ações do ministério. “Temos previsto um investimento de 20 milhões de reais nesta área. A preocupação do MinC é aproximar o design da comunidade através de mostras itinerantes”, comentou.

    Saiba mais no site do evento: www.bienalbrrasileiradedesign.com.br.

  • Conheça a lista tríplice para o CNPC escolhida na Pré-Conferência Setorial de Design

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Resultados no dia 03/03/2010

    Os delegados da pré-conferência elegeram uma lista tríplice com nomes para ocupar a cadeira no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC).  Os escolhidos foram:  Ana Brun (Paraná), Freddy Van Camp (Rio de Janeiro) e José Merege (Distrito Federal).  O ministro da Cultura Juca Ferreira irá decidir o conselheiro entre os três nomes.

    Em outubro, foi aprovada a criação de um assento específico para o Design no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC).

    O órgão tem a finalidade de propor a formulação de políticas públicas com a finalidade de promover a articulação e o debate dos diferentes níveis de governo e a sociedade civil organizada para o desenvolvimento e o fomento das atividades culturais no território nacional.

  • Confira as cinco estratégias aprovadas na Pré-Conferência Setorial de Design

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Resultados no dia 01/03/2010

    Os delegados da Pré-Conferência Setorial de Design aprovaram no último sábado (28/2) as cinco estratégias setoriais que devem ser apresentadas pelos representantes eleitos do setor na II Conferência Nacional de Cultura.

    As estratégias fazem referência aos cinco eixos da Conferência Nacional de Cultura. Confira as propostas aprovadas aqui:

    Eixo I – Produção simbólica e diversidade cultural

    Instituir o registro da memória do design no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e financiar a criação de centros de memória do design brasileiro, que privilegiem a pesquisa, o resgate, a preservação, a conservação e a documentação, difundindo a produção do design nacional de forma descentralizada e com gestão integrada.

    Eixo II – Cultura, cidade e cidadania

    Fazer valer os direitos do cidadão ao design universal, previstos no Decreto Presidencial número 5.296/2004 e contemplados na NBR 9050/ABNT, compreendendo o design como elemento estruturante dos processos de planejamento e projeto urbano, por meio de mapeamento dos potenciais campos de intervenção do design na cidade e da aplicação de critérios de design em editais de compras, prestação de serviços e obras públicas.

    Eixo III – Cultura e desenvolvimento sustentável

    Criar incentivos fiscais ou adaptar os incentivos existentes para: empresas patrocinadoras de pesquisas, eventos e projetos que contemplem a ação do design pelo desenvolvimento sustentável; empresas que adotem o design na adequação de seus produtos a critérios de sustentabilidade; ações de formalização da indústria criativa e ações de criação de pólos de produção de design em áreas degradadas ou regiões estratégicas para o desenvolvimento regional.

    Eixo IV – Cultura e Economia Criativa

    Inserir o tema design como item financiável no Fundo Nacional de Cultura (FNC), por meio do Fundo Setorial de Ações Transversais e de Equalização, da Renúncia Fiscal, além de outras fontes de fomento, contemplando projetos para as seguintes áreas e atividades: ensino fundamental e médio, museus, eventos de design, prêmios, concursos, promoção à memória, design público, design urbano, design social, design de informação, projetos de desenvolvimento sustentável, estudos, pesquisas, artigos e publicações, linhas editoriais e intercâmbio cultural nacional e internacional, entre outras.

    Eixo V – Gestão e institucionalidade da Cultura

    Garantir participação institucionalizada em todas as instâncias do Sistema Nacional de Cultura, assegurando: unidades específicas de Design nos órgãos gestores da Cultura; a presença dos representantes do design nos Conselhos de Política Cultural e Conferências de Cultura; ações de design nos planos de Cultura; recursos nos orçamentos e inserção do design no
    Sistema Nacional de Informações e Indicadores da Cultura (Sniic) e nos programas de informação nas três esferas dos governos federal, estadual e municipal.

    Tags: ,

  • Nomes dos delegados para a II CNC são indicados por aclamação

    6 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Resultados no dia 28/02/2010

    Nove dos dez nomes escolhidos para serem delegados setoriais do design na II Conferência Nacional de Cultura foram indicados por aclamação, sem passar por votação. As delegações de cada uma das cinco regiões, exceto o Sul, indicaram dois representantes da sociedade civil. Com apenas uma delegada, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina terão representação menor.

    A plenária decidiu que a décima vaga deveria ser disputada por votação entre os profissionais de todos os estados. Foram quatro candidaturas e, ao final da escolha, a lista dos delegados ficou assim:

    Centro-Oeste

    José Merege, do Distrito Federal
    Rejane Luiza Koppenhagen Wamzer, do Mato Grosso

    Nordeste

    Manuel Teles de Oliveira Filho, do Ceará
    Wagner Braga Batista, da Paraíba

    Norte
    Fernanda Oliveira, do Pará
    Sâmia Batista, do Pará

    Sudeste
    Enil Almeida Brescia, de Minas Gerais
    Patrícia Penna, de São Paulo

    Sul
    Ana Brun, do Paraná

    10ª vaga
    Bruno Lemgruber, do Rio de Janeiro

    (Ismália Afonso)

    Tags: ,

  • Programação da Pré-Conferência Setorial de Design

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Metodologia da Conferência no dia 23/02/2010

    II-CNC-vertical-02

    LOCAL: FUNDAÇÃO PLANETÁRIO

    Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea

    Rio de Janeiro, RJ


    DIA 25/02

    14h ás 17h – Credenciamento

    – Confirmar inscrição

    – Registrar ou não sua candidatura ao CNPC (colegiado setorial ou listra tríplice)

    – Optar por um dos cinco eixos temáticos

    – Receber ‘kit do participante’


    19h ás 21h – Abertura

    – Abertura Solene

    Afonso Luz | Diretor de Estudos e Monitoramento de Políticas Culturais do MinC

    Fernanda Messias | Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC)

    Jandira Feghali | Secretária Municipal de Cultura do Rio de Janeiro

    Washington Fajardo | Subsecretário de Patrimônio Cultural, Intervenção Urbana, Arquitetura e Design do Rio de Janeiro

    – Coquetel


    DIA 26/02

    9h – Plenária Setorial

    – Fala de boas-vindas

    Renata Aragão – Coordenadora Setorial da Pré-conferencia de Design

    9h – Palestras Setoriais

    Eixo temático I: Design_Produção simbólica e Diversidade Cultural

    Palestrante: Adélia Borges/ Bienal Brasileira de Design (curadora)

    Eixo temático II: Design_ Cultura, Cidade e cidadania:

    Palestrante: Bitiz Afflalo / Doutoranda do PROURB Programa de Pós Graduação em Urbanismo, FAU/UFRJ
    Eixo temático III: Design_ Desenv. Sustentável

    Palestrante: MariaTeresa Leal | COOPA-ROCA, a Cooperativa de Artesãs da Rocinha
    Eixo Temático IV: Design_Gestão e Institucionalidade

    Palestrante Liliane Rank  / Centro de Gestão e Estudos Estratégicos
    Eixo Temático V: Design_Cultura e Economia Criativa

    Palestrante: Giancarlo Latorraca / Museu da Casa Brasileira

    12h – Intervalo

    14h – Divisão em Grupos | Elaboração de Estratégias

    – Elaboração de estratégias para o eixo, a partir dos capítulos/diretrizes do Plano Nacional de Cultura. Cada subgrupo, acompanhado do palestrante e/ou moderador, deverá elaborar quantas estratégias quiserem. E priorizar 10 (dez).

    Este é o momento para elaboração, discussão e priorização de propostas (estratégias).

    16h – Intervalo

    – O palestrante e/ou moderador conduz a votação do grupo para que se priorizem entre as 10 (dez) apresentadas as 02 (duas) prioritárias, que serão encaminhadas para a plenária setorial do dia seguinte.

    18h – Encontro de Delegados Regionais

    Depois de encerrada a votação das estratégias, os grupos se desfazem, retornam a plenária geral para serem divididos por regiões (NE, N, S, SE, CO). Depois de divididos devem conversar e eleger dois nomes para apresentar na plenária do dia seguinte como delegados setoriais para a II CNC. (60’)

    DIA 27/02

    9h – Plenária Setorial

    – O coordenador setorial deverá conduzir a apresentação das estratégias priorizadas nos grupos (duas por eixo).Cada palestrante e/ou moderador apresenta as 02 (duas) estratégias elaboradas no dia anterior pelo seu grupo. Será aprovada uma por eixo e estas serão apresentadas na plenária nacional da II CNC (todas as demais serão incorporadas ao documento norteador de elaboração dos Planos Setoriais).

    11h – Intervalo

    – Eleição/apresentação dos 10 (dez) delegados setoriais, sendo 02 (dois) por cada uma das regiões do país, somente entre os delegados da sociedade civil. A plenária deve aclamar os nomes apresentados pelas regiões

    8h às 13h – Eleição dos Colegiados Setoriais ou Lista Tríplice

    13h – Encerramento

  • Conheça os delegados da Pré Conferência de Design

    6 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Sem categoria no dia 23/02/2010

    Confira os nomes dos convidados e delegados  que participarão da Pré-Conferência Setorial de Design. Os convidados e delegados do poder público federal terão direito a voz, mas não poderão votar nem se candidatar ao Colegiado Setorial.

    DELEGADOS PODER PUBLICO FEDERAL

    NOME CIDADE|UF
    Daniel Lopes Dias Rio Branco – AC
    José Guedes Martins Neto Fortaleza – CE
    Giselle Hissa Safar Minas Gerais – BH
    Marjorie Garrido Severo Aracaju – SE
    Marília Alves Balbour São Paulo – SP

    CONVIDADOS

    NOME CIDADE|UF
    Adélia Lucia Borges São Paulo
    Tania Grilo Rio de Janeiro
    Alessandro Brito Dias Amazonas
    Fernanda Bocorny Messias Brasilia
    Márcio André Pontes Teixeira Brasilia
    Letícia Castro Gaziri Paraná
    Domingos Manfredi Naveiro Rio de Janeiro
    Julio C. Augusto da Silva
    Rio de Janeiro
    Claudio Freitas de Magalhães

    Rio de Janeiro
    Ana Paula R. da Fonte Rio de Janeiro
    Claudia Kayat Rio de Janeiro
    Adriano Braun Galvão Brasilia
    Aloysio de Souza Salvador
    Liliane Rank Brasilia
    Maria Tereza Leal Rio de Janeiro
    Bitiz Affalo Rio de janeiro
    Mirian Lerner São Paulo
    Giancarlo Latorraca São Paulo
    Maria Helena Estrada São Paulo
    Ken Flávio Ono Fonseca Paraná
    Ernesto Harsi São Paulo
    Sérgio Ribeiro de Mello Fortaleza
    Denise Castro Silveira de Salvi Fortaleza
    Ricardo Notari Peixinho Recife
    Ellen Kiss São Paulo
    Marta Maria de Melo Silva Alagoas
    Roselie de Faria Lemos

    Santa Catarina
    Maria Cecilia Consolo São Paulo

    Juliana Lovato da Silva

    Brasilia
    Renato Antonio Bertão

    Paraná
    Robinson Diz Muniz

    Paraná
    Mauro Erlei Schneider Martin

    Rio Grande do Sul
    João Paulo de Morais Alves Goiás

    PALESTRANTE

    NOME CIDADE|UF
    Adélia Borges São Paulo
    Bitiz Affalo Rio de janeiro
    Maria Teresa leal Rio de Janeiro
    Liliane Rank Brasilia
    Giancarlo Latorraca São Paulo

  • Confira as datas das Pré-Conferências Setoriais de Cultura

    2 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Sem categoria no dia 11/02/2010

    O Ministério da Cultura, dentro das etapas da II Conferência Nacional de Cultura, está organizando as Pré-Conferências Setoriais de Cultura que têm caráter mobilizador, reflexivo, propositivo e eletivo e são instâncias de articulação local e regional de agentes culturais de cada uma das áreas artísticas e de patrimônio com assento no Conselho Nacional de Políticas Culturais.

    As etapas das pré-conferencias setoriais de cultura obdecem ao seguinte calendário:

    Audiovisual e Cultura Afro-brasileira
    Data: 23 a 25/02
    Local: Brasília

    Arquivo
    Data: 24 a 26/02
    Local: Rio de Janeiro

    Design
    Data: 25 a 27/02
    Local: Rio de Janeiro

    Museus
    Data: 26 a 28/02
    Local: Rio de Janeiro

    Arte Digital, Arquitetura, Artesanato, Artes Visuais, Circo, Cultura Indígena, Cultura Popular, Dança, Livro/Leitura/Literatura, Música, Moda,Teatro, Patrimônio Material e Imaterial
    Data: 07 a 09/03
    Local: Brasília

  • Conheça o regimento interno da II CNC

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Sem categoria no dia 03/02/2010

    Um dos primeiros momentos das Conferências e Pré-Conferências é a discussão do regimento. O resultado desse debate é o documento que pauta os debates e os procedimentos para o funcionamento das conferências.

    O blog setorial disponibiliza o Regimento Interno da II Conferência Nacional de Cultura que pode servir como ponto de partida para o debate. Clique no link abaixo e confira.

    Regimento Interno da II CNC (PDF).

  • Do Estado

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em Capítulo I – Do Estado no dia 29/01/2010

    Conheça aqui as três macro-diretrizes do primeiro capítulo do Plano Nacional de Cultura, que discute qual deve ser o papel do Estado. Em seguida iremos postar as outras diretrizes e os outros capítulos do documento. O objetivo é pensar estratégias para o seus setor.

    CAPÍTULO I – DO ESTADO

    – FORTALECER A FUNÇÃO DO ESTADO NA INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS CULTURAIS

    – INTENSIFICAR O PLANEJAMENTO DE PROGRAMAS E AÇÕES VOLTADAS AO CAMPO CULTURAL

    – CONSOLIDAR A EXECUÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA CULTURA

  • Fortalecer a gestão das políticas públicas

    0 comentários

    por: Lauro dos Santos Mesquita, em 1.1 – Fortalecer a gestão das políticas públicas, Capítulo I – Do Estado no dia 29/01/2010

    1.1 Fortalecer a gestão das políticas públicas para a cultura, por meio da ampliação das capacidades de planejamento e execução de metas, a articulação das esferas dos poderes públicos, o estabelecimento de redes institucionais das três esferas de governo e a articulação com instituições e empresas do setor privado e organizações da sociedade civil.

    Confira também as outras diretrizes sobre o papel do Estado.

    Tags: ,