Em reunião em Brasília, no dia 23 de novembro, os 15 representantes da moda no Conselho Nacional de Política Cultural aprofundaram o conteúdo do plano cultural para o setor, que deve ficar pronto em 2011. O documento vai se compor o Plano Nacional de Cultura, com o intuito de desenhar o planejamento para a cultura nos próximos dez anos.

As diretrizes do documento foram definidas no I Seminário da Cultura na Moda, realizado em Salvador entre 27 e 29 de setembro. Depois disso, um grupo – escolhido no próprio evento – ficou responsável por fazer a formatação técnica do conteúdo.

Durante a reunião ordinária do Conselho Nacional de Políticas Culturais, foram apontados quatro eixos orientadores para o documento: Cultura, Memória e Criação; Estado, Instituições e Redes; Formação, Educação e Pesquisa; e Financiamento, e Economia da Cultura. A partir dessas quatro grandes áreas, serão definidas as diretrizes executivas e ações do Ministério da Cultura para o segmento.

Assento no CNPC – Depois que a moda passou a ser compreendida como uma linguagem artística pelo Ministério da Cultura, o setor ganha um assento no Conselho Nacional de Política Cultural. Os nomes do titular e do suplente foram definidos no mesmo encontro que debateu o plano cultural. O estilista Ronaldo Fraga (titular) e o empresário Paulo Borges (suplente) assumem a cadeira para o biênio 2010/2011.

Tags: , , ,