A artista paulistana Graça Arnús expõe no SESC em Palmas

Inspirada no cerrado a exposição Traços e Cores do Cerrado vai ficar exposta entre os dias 16 de setembro a 14 de outubro.
DSCF0278 (2)
Neste trabalho Graça Arnús apresenta a sua visão do cerrado, segundo maior bioma da América do Sul. Durante uma viagem pelo estado em 2001 para pesquisas de um livro de arte com fotografias e aquarelas, surgiu a exposição “Traços e Cores do Cerrado”.
DSCF0277 (2)
“Eu pintava aquarelas e executava desenhos que expressassem minhas visões durante as viagens feitas para captar material fotográfico sobre essa natureza majestosa que sofre de queimadas, da devastação da exploração do homem e a partir daí desenvolvi as pinturas em telas”, conta. Os visitantes vão poder apreciar 10 pinturas expostas de 16 de setembro a 14 de outubro no Hall do Centro de Atividades (502 Norte). A entrada é gratuita.

Perfil
Graça Arnús iniciou suas atividades em Artes Plásticas em 1965, quando frequentava cursos livres de modelo vivo com a professora Tereza Nazar na Fundação Armando Álvares Penteado. Em 1968 começou a frequentar o ateliê de Frederico Nasser. Estudou na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos e na Faculdade de Belas Artes de São Paulo.

Serviço
Exposição: “Traços e Cores do Cerrado”

Data: 16 de setembro a 14 de outubro de 2015
Local: Hall do Centro de Atividades
Informações: (63) 3212-9922

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*