Será que você conhece todas as placas de sinalização?

No processo para retirar a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), todos nós temos contato com uma série de imagens, as famosas placas de sinalização. São inúmeras referências que devem ser aprendidas para atingir a nota adequada na prova escrita, bem como para trafegar dentro das normas.

As placas de sinalização ficam situadas ao lado ou colocadas em cima da faixa de rodovia, a fim de chamar a atenção do motorista para algumas condições especiais. A maioria das figuras é de imagens conhecidas e com finalidade informativa.

Mas será que todo mundo conhece a principal meta das placas de sinalização? Basicamente, esses itens são utilizados para fazer com que o tráfego permaneça ordenado e seguro, minimizando a chance de acidentes. Por acaso, você entende a motivação por trás de todas as placas? Vamos lá!

É a Resolução nº 160 do Contran a responsável por regulamentar os tipos de placas que encontramos no trânsito. Ela traz todas essas informações  em seu anexo e é complementada pelas Resoluções nº 195/06  e  nº 704/17.

SINALIZAÇÃO VERTICAL

O sistema de sinalização vertical se dá, normalmente, por meio de placas dispostas ao lado ou sobre a pista. Utilizando legendas ou símbolos instituídos por meios legais, as placas de sinalização vertical costumam passar mensagens permanentes, mesmo podendo, em alguns casos, transmitir mensagens variáveis.

Esse sistema é subdividido em:

– sinalização de regulamentação;

– sinalização de advertência;

– sinalização de indicação.

SINALIZAÇÃO DE REGULAMENTAÇÃO

O objetivo da sinalização de regulamentação é sempre informar os motoristas sobre as condições no uso de cada via, como suas restrições, obrigações e até proibições ao conduzir.

Cores e Aspectos

O formato do sinal de regulamentação é arredondado, nas cores preta, vermelha e branca.

Descubra a finalidade de todos os tipos de placas de sinalização

É essencial que qualquer motorista conheça a natureza das placas de sinalização. Hoje, essas marcações são separadas em 7 tipos, configurados em tonalidades e formatos distintos.

1 – Placas de Regulamentação

As placas de regulamentação são usadas para mostrar deveres, restrições e proibições ao longo dos respectivos trechos. O não cumprimento dessas indicações pelo motorista é também um desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Assim, o condutor pode ser punido com multas. Como podemos identificar essas placas? Bom, elas são feitas em tom vermelho, com um fundo esbranquiçado e no modelo circular. É importante ressaltar duas exceções: a sinalização de “Parada Obrigatória”, fabricada em hexágono e com um fundo avermelhado, e ainda a placa “Dê Preferência”, feita em um triangulo invertido.

2 – Placas de Sinalização de Obras

Fica bastante evidente esse tópico, não é? Essas placas de sinalização têm a missão de informar aos condutores a respeito da existência de canteiros de obras nas proximidades. De modo geral, essas sinalizações possuem uma forma quadricular. A única que foge a esse padrão é a indicação de distância.

3 – Placas de Advertência

Aqui não tem mistério, não é? Essas placas têm a intenção de alertar aos motoristas, isto é, mostrar que podem existir alguns riscos nos próximos quilômetros ou ao lado das pistas. É importante salientar que elas são quadradas, fixadas na diagonal e têm sempre o fundo amarelado.

Nem todo mundo sabe, mas essas advertências não têm sentido de punição. A finalidade é unicamente informar, ao motorista ou motociclista, que está cada vez mais perto de curvas sinuosas, cruzamentos, passagem de trens, máquinas nas pistas, redução de vias, entre outros “recados” que são essenciais para diminuir a quantia de acidentes e erros nas estradas e rodovias nacionais.

4 – Placas de Indicação

Simplesmente, as placas de indicação visam mostrar e até repassar orientações quando estamos ao volante, sendo que todos esses recados são relacionados ao lugar e/ou ao seu próximo destino.

Essa divisão de placas conta com duas categorias: azul e verde. Mas será que há necessidade dessa distinção? Vamos lá, então. As placas com fundo azulado ajudam a identificar o lugar, enquanto as placas com fundo esverdeado instruem o motorista do seu eventual objetivo final.

A fim de transmitir a mensagem de forma clara e objetiva, essas placas verdes têm setas e a amostragem de quilômetros.

5 – Placas Educativas

Provavelmente, as pessoas que possuem algum tempo ao volante já se depararam com placas que eram verdadeiras lições. Essas placas não recebem o nome de “placas educativas” à toa.

Afinal, elas têm o intuito de instruir o motorista em relação à postura apropriada para se manter a salvo e não colocar terceiros em risco ao trafegar. Ainda não sabe distinguir essa sinalização das demais? A dica é procurarmos pelas sinalizações em formato retangular e com fundo branco.

6 – Placas de Atrativo Turístico

Hoje, os aplicativos de celular, tablet e outros dispositivos móveis podem ser a salvação para um passeio ou para uma viagem de férias. Mas e quando a bateria acaba ou não podemos confiar no GPS? Nessas situações, as Placas de Atrativo Turístico surgem no horizonte como verdadeiros presentes. Quem nunca se viu em uma situação dessa?!

O objetivo aqui é simples: mostrar, aos motoristas, a distância para o que aquela cidade, localidade ou região tem de melhor. Essas sinalizações têm fundos na cor marrom, mensagens em letras brancas e apontam com símbolos os pontos turísticos. Além disso, essas marcas também servem para instruir quem está passando sobre como e quando chegar a esses locais com setas e quilometragem.

7 – Placas de Serviços Auxiliares

Na estrada, os imprevistos podem ocorrer com o motorista inexperiente e com aquele que tem anos de estrada. Assim, as placas de Serviços Auxiliares alertam, aos cidadãos, os lugares mais próximos para solicitar algum serviço, como, por exemplo, abastecimento, hospedagem, alimentação, atendimento médico, entre outras necessidades.

Essas placas são retangulares, azuis e têm a figura do respectivo serviço. São fontes confiáveis de informações ao longo do nosso caminho!

Gostou deste tema? Então, aproveite para indicar àquele amigo que não conhece todas as placas de sinalização! E se pintar alguma dúvida, basta nos enviar um e-mail para doutormultas@doutormultas.com.br ou ligar para 0800 6021 543.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*