Nós na Apex-Brasil

Fernanda Carvalho, editora da Pergunta Fixar, venceu o prêmio Cultura e Cidadania na categoria Equidade de Gênero. A premiação concedida pelo Governo do Distrito Federal do Brasil tem como objetivo reconhecer trajetórias de grupos, coletivos, agentes e personalidades da cultura que se destaquem em áreas relevantes para a melhoria da sociedade. A editora faz parte do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O programa mantido pela Pergunta Fixar chama-se Mulheres em Paz e desenvolve atividades de combate à violência contra a mulher, incluindo desde apoio psicológico até palestras com escritoras inspiradoras. Recentemente, a empresa publicou o livro “Um Soco na Alma”, que traz narrativas verídicas e análises psicológicas sobre a violência contra a mulher. Escrita por Beatriz Schwab e Wilza Meireles, a obra foi comprada pela Rede Globo, maior canal de televisão do Brasil, e utilizada como referência bibliográfica para a última novela veiculada em seu horário nobre, “O Outro Lado do Paraíso”. Há mais de 40 anos, a rede de televisão exporta os principais títulos de sua teledramaturgia para cerca de 130 países.

Cultura e cidadania 
De acordo com Fernanda Carvalho da Silva, publisher da editora, o prêmio é um incentivo para que a empresa continue trabalhando a cultura e a cidadania por meio da literatura. “Os livros são uma forma de alcançarmos mulheres vítimas de violência e tentarmos educar pessoas para essa questão”, explicou Fernanda.

A publisher ainda afirma que o projeto estimula as mulheres a buscarem os seus direitos. “Queremos uma sociedade com mais justiça social, e nosso papel é levar dignidade para todos por meio da arte e da cultura. Esse trabalho encoraja posturas e atitudes que potencializam o empoderamento, a autoestima e a autonomia, trazendo segurança e desconstruindo arquétipos negativos de mulheres vítimas de violência”, disse.

FONTE: Portal Apex-Brasil

 

Este post foi publicado emProjetos. Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado para comentários, mas você pode deixar um trackback:Trackback URL.
Pular para a barra de ferramentas