O que é um Tuxaua?

  • Originalmente do tupi tuwi’xawa, tuxaua é um substantivo do regionalismo brasileiro, cuja a datação nos dicionários é de 1685. Em dicionários encontramos os seguintes significados para este termo: ‘capitão ou qualquer pessoa que tiver mando’, ‘chefe temporal’, ‘indivíduo influente no lugar em que mora’, ‘indivíduo valentão’, ‘manda-chuva’. Mas sabemos que antes de ganhar uma classificação simbólica na língua portuguesa, o termo tuxaua já era muito utilizado no Brasil.

    Tuxáua, Tuxauá, Tuxaua, …, a expressão que nomeou o prêmio do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura no final de 2009, é um termo cujo o significado varia de uma tribo a outra. Por exemplo entre os saterémawé podemos observar que, o grau de influência política de um tuxaua oscila segundo inúmeros critérios, dos quais se destacam: o clã ao qual pertence, suas relações de parentesco e prestígio junto aos demais tuxauas, seu conhecimento sobre o tempo dos antigos (história e mitologia sateré-mawé), sua capacidade como orador, seu grau de generosidade, sua tradição como agricultor e beneficiador do guaraná, sua habilidade para o comércio, a maneira como conduz os problemas internos de sua comunidade e a tônica de suas relações com os agentes da sociedade envolvente, principalmente a Funai, os patrões e os políticos locais; pode-se dizer que o tuxaua geral é aquele que consegue um bom desempenho em todas essas áreas. Mas tuxaua, também é identificado como sinônimo de Cacique em certos agrupamentos indígenas, é aquele que observa, articula,  fomenta e motiva as capacidades pessoais e coletivas de seu povo, para que vivam em harmonia com o todo. E tal liderança do Tuxaua caracteriza-se pela forma consensual como é exercida. O chefe, cacique, pajé, ou tuxaua uma das lideranças que contribui para a ordenação e a harmonização da vida cotidiana na aldeia, especialmente no que concerne às questões ligadas à subsistência. O chefe é antes de tudo um articulador das intenções do grupo e coordenador das atividades para a execução das tarefas cotidianas. Ele tem que conviver e administrar as outras instâncias de liderança que, via de regra co-existem nas aldeias. E é nesse sentido, á figura do articulador e mobilizador, que a palavra Tuxaua surge dentro da Cultura Viva.

Comente!

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Pular para a barra de ferramentas